Novo RSP-1216HL SMARTPANEL da RIEDEL

Conheça o novo RSP-1216HL SMARTPANEL da RIEDEL. O mais compacto da série 1200, que lhe oferece um mundo de possibilidades. Intercomunicação e conectividade: se o seu universo de trabalho envolve estes dois factores, vai ter de conhecer o novo RSP-1216HL para ficar a saber as vantagens que o novo produto lhe vai trazer. Nenhuma operação moderna, que envolva estes dois conceitos, no broadcast, no live ou noutra qualquer aplicação que envolva intercomunicação e controlo de sinal, pode passar sem ele.

A RIEDEL elevou os conceitos de Intercomunicação e conectividade a um novo patamar. Um patamar tão alto que se tornou o standard de facto da indústria.

Sistemas de partyline como o Performer foram concebido para intercomunicação entre pequenos grupos, enquanto sistemas foram concebidos para projectos mais complexos que requerem uma operação baseada num sistema de matriz, escalável, como o Artist. Uma plataforma de intercomunicação deste tipo oferece um grau sem precedente de flexibilidade, fiabilidade e controlo. Com o um sistema deste tipo, a integração de soluções de intercomunicação sem fios como rádios o Bolero da própria RIEDEL, é tão fácil como montar umm sistema de Wide Area Networks para produção remota. Uma infraestrutura como o Artist proporciona um elevado grau de descentralização e flexibilidade de operação, que reduz consideravelmente os problemas de cablagem e os custos inerentes. Por outro lado, o Artist constitui uma solução à prova de futuro: o sistema é escalável proporcionando 8 x 8 até 1024 x 1024 portas, non-blocking, permitindo-lhe crescer com as exigências de qualquer novo projecto e a introdução de qualquer nova tecnologia.

Um sistema típico de intercomunicação e distribuição de sinal é o que a gravura representa

O controlo integrado de um sistema deste tipo é o que proporcionam os smartpanels. Como o seu funcionamento assente em apps, concebidas para responder aos diferentes fluxos de trabalho utilizados, os smartpanels, como os da série 1200, constituem ferramentas fundamentais que respondem de um modo intuitivo às necessidades de operação.

É neste contexto que surge o novo RSP-1216HL, compacto e poderoso.

  • Baseado em apps: um painel, um número infindável de aplicações.
  • Suporte para uma variedade de fluxos de trabalho (“Talk/Listen” ou “Talk/Mute”). 
  • 16 inovadoras teclas tipo hybrid-lever, com o codificador rotativo integrado.
  • Etiquetas de 8 caracteres (principal), e 16 sub-etiquetas (secundário), com os ícones definidos pelo utilizador.
  • 1 altifalante full range integrado.
  • Ajustamentos para o microfone frontal.

O novo RSP-1216HL vai continuar a marcar o percurso de inovação e desenvolvimento que a RIEDEL introduziu na área da intercomunicação e controlo de sinal.

Saiba mais sobre o novo RSP-1216HL aqui e aqui, ou peça-nos uma demonstração.


Uma história de luta e de desafios

O maior produtor de eventos pay-per-view do mundo, a UFC, transmite a sua programação para mais de 160 países do mundo, alcançando mais de mil milhões de espectadores. As necessidades de produção de uma organização desta natureza são, como é fácil de calcular, de uma dimensão que desafia a imaginação. Respeitar estas necessidades tornou-se um desafio ainda maior com o advento da pandemia. De uma dimensão desafiante é também o novo espaço de produção, o UFC APEX, inaugurado no verão, construído com base numa solução assente na tecnologia IP. A LAWO responde aos desafios, satisfazendo as necessidades de produção deste gigantesco complexo, no domínio do áudio.

Uma das mesas LAWO MC2-56MKIII instaladas no UFC Apex

A UFC foi criada em 1993 como uma organização profissional de artes marciais mistas (MMA), revolucionando a indústria da luta e destacando-se hoje como uma marca global, mas também como uma empresa de produção de conteúdos e o maior  provedor de eventos Pay-Per-View (PPV) do mundo.

O UFC segue uma história e uma tradição ricas de MMA competitivo. Há cerca de 80 anos, uma forma brasileira de MMA conhecida como Vale-Tudo despertou o interesse local por este desporto. A UFC introduziu então o MMA organizado e aprovado nos EUA.

UFC Apex

O objetivo era encontrar o “campeão supremo de luta” (Ultimate Fighting Champion) organizando um torneio de uma noite com os melhores atletas das diversas modalidades de artes marciais, Incluindo karate, jiu-jítsu, boxe, kickboxing, grappling, wrestling, sumô e outros desportos de combate. O vencedor do torneio seria coroado o campeão.

Depois do seu longo percurso, em Agosto de 2016, a UFC foi comprada pela Endeavor, líder mundial na produção de eventos desportivos, de entretenimento e de moda, naquilo que se tornou a maior aquisição financeira da história de uma propriedade desportiva.

Ainda antes do aparecimento da pandemia a UFC tinha perante si um desafio monumental: lançar um novo complexo de produção, de grandes dimensões, baseado na tecnologia IP. Um centro dotado da tecnologia mais avançada para apoiar o novo centro de operações, entretanto construído, o UFC Apex . Um centro capaz de garantir o funcionamento num futuro alargado. Apesar da pandemia, o novo centro está a funcionar garantindo a produção de todos os eventos da UFC Apex BOC. A tarefa foi, pois, conceber e construir um complexo baseado na tecnologia IP, dotado de capacidade 4K, assente na norma SMPTE ST 2110, para servir toda a rede técnica do centro Apex. A pandemia veio trazer uma dimensão extra ao desafio, ao adicionar a necessidade de assegurar produção remota ao caderno de encargos.

LAWO MC2-56MKIII

Os dois centros de produção áudio do UFC Apex, que aqui nos interessa focar, estão equipados com uma mesa LAWO MC2-56MKIII de 64 vias (dotados de capacidade RAVENNA e Dante para I/O no formato AES67). O segundo estúdio está equipado com uma mesa LAWO MC2-36 MKIII de 24 vias. As mesas LAWO foram consideradas as únicas capazes de servir o complexo conceito por detrás da construção do UFC Apex.

Mais detalhes sobre toda esta operação pode ser consultada aqui e aqui. Leia mais sobre as mesas LAWO referidas aqui e aqui. Pode ficar a saber mais ainda sobre as soluções LAWO consultando-nos.


PMC, um monitor de áudio de classe à parte

A PMC é o prestigiado fabricante daqueles que são, indiscutivelmente, os melhores monitores áudio do mundo. A empresa foi galardoada, ao longo dos anos, com os mais importantes prémios da indústria. A PMC é distribuída em Portugal pela Avantools. Se não conhece a ampla linha de soluções oferecida por esta importante marca, é tempo de a ficar a conhecer. E é tempo também de aproveitar para saber qual a melhor solução para a escuta do seu estúdio.

Uma ampla gama de soluções para todas as situações onde a robustez, a fiabilidade e a maior qualidade são os factores mais importantes. Eis o que pode esperar da PMC. Do estúdio caseiro, ao carro de exteriores, passando pelo plateau de cinema, pela sala de controlo dos maiores estúdios de gravação e masterização ou de rádio, as soluções PMC destinam-se a proporcionar a mais alta qualidade e fiabilidade, lá onde elas são mais necessárias: no coração do áudio profissional.

twotwo

A PMC permite-lhe obter o emparelhamento definitivo entre altifalantes e amplificadores com a sua tecnologia patenteada Advanced Transmission Line ™. O que os profissionais, que trabalham nos diversos domínios do áudio, encontram na linha de monitores da PMC é precisão tonal, alta resolução, definição sem paralelo e uma banda dinâmica incomparável. O que os profissionais do áudio encontram nos monitores activos, com crossovers passivos e amplificadores integrados de alta potência da PMC é a ferramenta que lhes dá o som de referência mais fiável. É a escolha, em todo o mundo, de centenas de estúdios e outros espaços, onde a exigência de áudio da melhor qualidade, fiabilidade e robustez é máxima.

BB6-A

Desde sistemas para montagem em parede a sistemas instaláveis em suportes e com capacidade para surround, a PMC oferece-lhe uma linha completa de monitores de referência. Da linha nearfield (que inclui o result6 e os modelos twotwo), aos monitores midfield, culminando nos sistemas de monitores principais como o QB1 XBD-A. Dispõe ainda de uma linha completa de monitores passivos.

QB1 XBD-A

Vai encontrar os produtos PMC nos mais prestigiados estúdios em Portugal e no estrangeiro. Consulte uma lista extensa de análises destes produtos aqui. Consulte as soluções profissionais da PMC aqui. Venha falar connosco para ficar a saber mais sobre a PMC ou para uma demonstração.


A opção natural

É mais uma empresa do sector do broadcast a optar pelas soluções RIEDEL. Desta feita trata-se do gigante Game Creek Video, fornecedor de serviços de produção para exteriores. Com a sua imensa frota de carros que servem os mais importantes clientes do sector, está presente nos mais importantes eventos mundiais, sobretudo na área do desporto. A opção natural recaiu numa solução RIEDEL de intercomunicação e distribuição de sinal que equipa agora os cinco dos seus novos carros e representa o que de mais avançado podemos encontrar na produção em exteriores.

A operar no mercado desde há 25 anos, a Game Creek Video está presente em eventos de topo, sobretudo na área do desporto. Jogos Olímpicos, NFL Super Bowl, MLB World Series, NASCAR, The U.S. Open Golf, ou o FIS World Ski Championships, são alguns dos pontos de presença desta importante empresa. A empresa conta com a ABC, a CBS ou a NBC entre os seus clientes.

A frota de carros de exteriores da Game Creek Video inclui 42 carros, uma parte significativa dos quais equipada para 4K. Quatro novos carros — com um quinto a entrar em funcionamento em breve ‚ estão equipados com uma solução assente na tecnologia RIEDEL de gateway ultra-dense IP gateway para intercomunicação entre carros. A solução agora implementada compreende os conversores IP autónomos MediorNet FusioNque alimentam um sistema global de processamento de sinal baseado no protocolo SMPTE ST 2110 nos cinco novos carros. Esta solução representa o que de mais avançado existe hoje na produção para 4K/HDR.

A solução baseada no interface MediorNet T2T permite ter também ligações perfeitas entre equipamentos de diferentes origens instalados nos cinco carros com a frota de carros mais antiga da Game Creek Video. A solução elimina a necessidade de converter os sinais SDI da rede de cobre para a rede óptica e vice versa. Usando um interface Ethernet de 25-gigabit, os gateways FusioN podem transportar os sinais da rede SMPTE ST 2110 e conduzi-los em formato CWDM-wavelength SDI, directamente para o equipamento tradicional através de um carro de apoio.

Os responsáveis da Game Creek Video acreditam que a capacidade de interligar, não só o equipamento baseado no protocolo 2110, mas também o equipamento baseado no formato SDI, traz uma flexibilidade incrível a cada produção e permite maximizar o investimento feito em toda a frota de veículos. Isto e a espantosa flexibilidade que esta solução proporciona, está na base da opção feita.

Saiba mais sobre esta solução aqui. Saiba mais sobre esta e outras soluções RIEDEL aqui. Venha falar connosco para saber como as soluções REIDEL o poderão ajudar.


SPL – Ferramentas para profissionais

Aqueles de nós que não prescindem do seu equipamento analógico periférico, para processamento de sinal, sabem que as ligações são um dos problemas que afecta e limita a sua utilização. A ligação e re-ligação destes equipamentos, sobretudo num quadro de utilização sob pressão e em contexto criativo, pode ser uma tarefa complicada ou mesmo impossível. Que bom seria se um sistema expedito de ligações, como aquele que as soluções digitais proporcionam, estive à nossa disposição. Mas está! É o HERMES da SPL. Uma ferramenta vital para qualquer estúdio profissional moderno.

O debate entre o analógico e digital parece nunca ter fim. No final, parece um assunto que depende mais de opções pessoais, que não merece discussão. Há, porém, um ponto deste debate que merece reflexão séria. O digital proporciona uma facilidade e uma precisão de operação que não parece oferecer contestação. O equipamento analógico parece cair fora deste território de possibilidades, sem alguma adaptações complexas, caras e morosas. Mas há uma solução. Tão fácil como mudar a ordem dos plugins numa qualquer DAW, o modelo HERMES da SPL proporciona a resposta a todos os que não prescindem das qualidades sonoras do seu equipamento analógico. Com o HERMES, têm a flexibilidade de utilização que a solução digital trouxe, sem comprometer as exigências de qualidade sonora.

O HERMES é uma matriz de ligação que revolucionou o trabalho estúdio. É possível com esta ferramenta processar o sinal áudio através de até 8 processadores estéreo, seja qual for a sua ordem, na cadeia de processamento, através do simples premir de um botão. E pode comparar até 4 cadeias complexas de processamento, para testar resultados. Uma pequena revolução que une o melhor de dois mundos.

O HERMES aceleera fluxos de trabalho de uma forma real, sem precedentes. A reprogramação de um patchbay e o tempo que leva, tornou a comparação, só por si, extremamente difícil ou mesmo quase impossível. Com o HERMES pode mudar, guardar e comparar cadeias de processamento diferentes em segundos e sem qualquer software adicional.

Saiba mais sobre esta ferramenta imprescindível aqui. Veja este video que descreve em detalhe o modo de funcionamento do HEREMS e assista a esta análise sobre esta ferramenta, imprescindível no seu estúdio. Venha falar connosco para mais informações sobre esta e outras ferramentas fundamentais da SPL.


Intercomunicação 100% fiável

Uma rede de broadcast que atinge 5 mil milhões de espectadores em todo o mundo exige soluções à prova de qualquer falha. As condições de produção nestas circunstâncias não se compadecem com qualquer falha. A Daystar Television Network é um destes gigantes do broadcast, que atinge, no total, esse número de espectadores. Não pode, simplesmente, falhar. Adivinhe qual foi a solução escolhida para as necessidades de intercomunicação desta mega organização? A RIEDEL forneceu essa solução. Seja qual for o tamanho da sua organização, seja qual for o âmbito da sua aplicação, nenhuma outra solução assegura esta fiabilidade.

A Daystar Television Network é um gigante do broadcast, que chega a cerca de 5 mil milhões de espectadores em todo o mundo. É um número francamente impressionate. A Daystar é uma organização confessional centrada na divulgação do Evangelho, por todo o mundo, através de todas as plataformas de comunicação existentes. Enquanto rede de broadscast global , a Daystar Television Network necessita de um sistema de intercomunicação sem falhas para as suas produção, activa duariamente, 24h por dia.

Artist mainframe 128

A escolha do sistema de intercomunicação RIEDEL resulta do facto de se tratar de uma solução sem paralelo, que oferece 100% de cobertura de intercomunicação sem fios, por todo o espaço das suas instalações que ocupam uma área de cerca de 8000 m2. Na base da escolha está o facto de nenhuma outra solução existente no mercado hoje oferecer a cobertura, a qualidade e a funcionalidade da que resulta da opção RIEDEL.

1200 series smart panel

A solução acabada de instalar consiste num sistema que um mainframe Artist-128 equipado com AES67, VoIP, Dante, e acesso adicional a intercomunicação analógica; 28 interfaces SmartPanel App-driven e 10 antenas Bolero que servem 20 beltpacks de intercomunicação.

Bolero

Saiba mais sobre esta instalação aqui. Saiba mais sobre as soluções de intercomunicação RIEDEL aqui. Venha falar connosco para ficar a saber mais ainda sobre as diferentes soluções RIEDEl e como elas o poderão servir.


SPL alarga a série ONE

Muito compactos, sólidos, multifuncionais, facilidade de operação, qualidade de som imaculada, estas são algumas das características da linha ONE que a SPL acaba de lançar. Depois do modelo Phonitor One e OneD (de que lhe falámos aqui há pouco tempo), a SPL acrescenta agora os modelos Marc e Control. Leve e eleve o nível de monitorização do seu estúdio a um patamar profissional com estas soluções propostas pela SPL com a sua série ONE. Os modelos incluídos nesta série constituem ferramentas indispensáveis num estúdio moderno.

Marc ONE

Falámos-lhe aqui há pouco do novo modelo Phonitor da SPL. Trata-se de uma solução profissional, muito flexível e de alta qualidade para monitorização através de auscultadores. Os novos Control e Marc One alargam o conceito para as colunas. Trata-se de unidades de controlo de monitorização capazes de controlar até dois sistemas de colunas, incluindo um subwoofer, para além de continuarem a permitir a monitorização através de auscultadores, incorporando a mesma tecnologia do Phonitor.

O Control One proporciona-lhe entradas e saídas analógicas, através das quais poderá ligar o seu equipamento analógico e dirigi-lo ao seus sistemas de monitorização, colunas ou auscultadores. Dispõe ainda de 2 saídas de linha. No caso do Marc One, para além das funções semelhantes ao Control One disporá ainda de uma entrada digital e duas saídas digitais adicionais, via USB, que acedem um conversor AD/DA de 32bit, com capacidade de processar frequências de amostragem de até 768kHz PCM. O que lhe proporciona, por sua vez, a mais alta capacidade de conversão DA e transforma o Marc One num poderoso conversor AD de alta resolução, utilizável com a sua DAW.

Control ONE

A série ONE da SPL oferece-lhe uma solução de monitorização para o seu estúdio, da mais alta qualidade, à medida das suas necessidades e facilmente adaptável às suas condicionantes de funcionamento.

Saiba tudo sobre a nova Série ONE aqui. Veja um video com as características gerais dos novos modelos aqui. Veja aqui uma análise bastante ampla das capacidades do Marc One. Fale connosco para mais informações sobre estes equipamentos.


Correndo para o futuro

A RIEDEL é a empresa de referência na criação de soluções de intercomunicação e transporte de sinal. Os equipamentos da marca alemã são usados em todas as situações em que fiabilidade absoluta, facilidade de operação e qualidade da transmissão do sinal são requisitos essenciais. Estes são ingredientes que dificilmente se conseguem juntar numa única marca, mas que estão presentes nas soluções desenhadas pela RIEDEL. A australiana TRP é uma das principais produtoras de transmissões de eventos desportivos do mundo. A intercomunicação e o transporte de sinal do seu novo carro de exteriores são assegurados por uma solução RIEDEL.

A Thoroughbred Racing Productions (TRP) é uma empresa de topo mundial, que opera numa área muito especial: as corridas de cavalos. A TRP está focada desde a sua criação, de acordo com os seus mentores, na criação de condições que visam transformar a cobertura televisiva das corridas de cavalos australianas num evento de projecção mundial. A empresa, que existe desde 2008, está sediada em Melbourne, no estado de Victoria (Austrália.) Para se ter uma ideia da dimensão desta área, da capacidade de produção e da importância do tipo de programas, cuja cobertura a TRP assegura, bastará referir que estamos a falar da cobertura de mais de 500 eventos e da transmissão de 3500 horas anuais.

A TRP acaba de adicionar mais um carro de exteriores para uma já vasta frota que assegura toda esta actividade. O novo HDOB1 tem cerca de 15m de comprimento, acolhe 22 câmaras e foi desenhado e construído pela Sony. Trata-se de uma presença permanente no Spring Racing Carnival, que inclui uma das corridas mais prestigiadas do mundo, a Melbourne Cup. A infraestrutura de intercomunicação e de distribuição de sinal do HDOB1 assenta num solução RIEDEL e inclui as características avançadas e a capacidade de distribuição descentralizada do MediorNet e do Bolero.

O novo HDOB1 constitui, segundo os seus promotores, um marco, já que se trata do primeiro exemplo, neste campo de actividade, de utilização de soluções baseadas em fluxos de trabalho assentes em tecnologia de base IP, que assegura a norma SMPTE ST 2110 para broadcast.

Saiba mais sobre o novo HDOB1 aqui e aqui. Saiba mais sobre a RIEDEL e as suas soluções aqui. Venha falar connosco para saber ainda mais sobre as soluções RIEDEL que temos para o servir.


SPL series One

A SPL acaba de lançar um notável produto, que os mais exigentes não vão poder dispensar: o Phonitor One. Ligue os seus auscultadores favoritos e tire partido da inultrapassável qualidade desta nova ferramenta para a sua escuta, indispensável as suas tarefas com o som, seja em trabalho, seja em lazer. O Phonitor One é mais do que um novo modelo de equipamento para escuta. É um novo conceito que vai revolucionar seguramente o modo como ouvimos, no estúdio e em casa.

A SPL habituou-nos desde há muito a produtos que se podem agrupar na categoria da excelência. A palavra quer dizer, neste caso, inovação, qualidade, design, fiabilidade e solidez, as caracterísitcas que sempre distinguiram e continuam distinguir a marca alemã. O novo Phonitor One está nessa categoria, mas às características apontadas junta-lhe uma outra: estamos aqui perante um produto produto revolucionário, que vai certamente transformar fluxos de trabalho tradicionais e se vai tornar ferramenta básica para quem escuta, seja profissional, no estúdio, seja um exigente apreciador da mais alta qualidade do som.

O Phonitor One é um amplificador especialmente concebido para ser usado com auscultadores. Com uma diferença: ligue as saídas analógicas directas do seu equipamento analógico ou as saídas digitais directas do seu equipamento digital (leitor de CD/DVD, computador, tablet ou smartphone) ao Phonitor One e os seus circuitos, especialmente desenhados para reconstruir e reproduzir o sinal, vão permitir-lhe desfrutar do melhor som que jamais poderá obter. Indispensável para o profissional, utilizável para uma escuta fiel na mistura ou na masterização do som, mas utilizável também pelo audiófilo exigente, para a sua escuta pessoal. Ouvirá o palco sonoro dos seus registos como não foi possível, até agora, com qualquer outro equipamento. Graças ao revolucionário Phonitor Matrix é possível fazer variar o crossfeed entre canais e obter assim uma reprodução semelhante à que se obtém com um sistema de altifalantes.

Tudo isto graças ao desenho dos circuitos deste novo e revolucionário aparelho. Dois pré-amplificadores Burr-Brown OPA 2134 SoundPlus™ asseguram um estágio de pré-amplificação da mais alta qualidade. Ligue duas fontes analógicas via entradas balanceadas (TSR) ou não balanceadas (RCA), ligue as fontes digitais de um leitor de CD, computador ou do equipamento móvel (tablet ou smartphone.) O conversor DA, 32 bit, Velvet Sound ™ reproduz o som em frequências de amostragem até 768 kHz ou DSD4. O Phonitor One vem em dois modelos. Com as saídas de linha do Phonitor One D dispõe de um conversor DA, state of the art, até 768 kHz.

Mais um triunfo da engenharia da SPL. Consulte toda a informação que necessita sobre o novo Phonitor One aqui e sobre o Phonitor One D aqui. Venha falar connosco para mais informações e demonstrações.


Novas soluções para novos problemas, com a tecnologia LAWO

Uma solução original para a Ópera de Zurique. Em tempos de problemas invulgares, uma grande orquestra, um grande coro e um grande centro de artes encontram uma solução invulgar. Para manter a distância foi concebida uma forma de compatibilizar e viabilizar as actividades artísticas com as determinações ditadas pelas autoridades de saúde relativamente à pandemia. A solução tem por base a engenharia e a tecnologia LAWO, especialmente adaptada para este efeito. Estamos perante uma solução que resolve os vários problemas entre mãos, mas aponta também caminhos futuros e novos modos possíveis de funcionamento.

A Ópera de Zurique é um grande centro de produção artística, com pergaminhos antigos e uma intensa actividade de enorme significativa dimensão. Ópera, opereta, bailado são alguns dos pontos fortes da intensa programação. Com a pandemia e as restrições daí decorrentes, foi necessário implementar regras, não só, para os espectadores, mas adaptar novas regras de trabalho que satisfizessem as condições sanitárias impostas pelas autoridades.

Tendo em conta as dimensões do fosso de orquestra, não era possível manter distâncias de segurança entre os músicos, o mesmo acontecendo com o coro. A solução encontrada foi a de usar o modelo do palco flutuante do Festival de Bregenz (falámos aqui sobre o papel da LAWO neste festival). Esta solução assegurou a reprodução do som da orquestra na sala principal, enquanto o sinal vídeo do maestro era transmitido aos músicos, e a comunicação entre o palco, a sala de ensaios e outros locais tecnicamente relevantes era igualmente assegurada. A solução permitiu a transmissão do sinal áudio e vídeo, sem latência e permitiu novas possibilidades de retransmissão do programa. A solução permite ainda interface fácil em aplicações via broadcast.

No total foram utilizadas nesta solução uma Compact I/O stagebox, uma mesa mc²36 “all-in-one” de 24 vias e, com a utilização de um V__remote4 para converter os sinais AV signals, um interface de 4 canais. bidirectional, de Video-over-IP , com 4 entradas e saídas locais SDI, e outras ferramentas necessárias à WAN. Um V__remote4 adicional foi colocado na ópera, com mais uma mesa LAWO mc²56, instalada em 2018, tendo o seu Nova73HD core sido actualizado para o efeito com um interface RAVENNA e SFPs. Pode ver aqui todos os detalhes técnicos da solução encontrada.

Novos desafios solucionados com a experiência e a tecnologia da LAWO. Contacte-nos para saber mais sobre todas estas soluções.