IP e a revolução no broadcast

Há uma importante alteração nos processos de produção da área do broadcast, que se iniciou há já algum tempo. A pandemia veio acelerá-la. A migração para fluxos de produção baseados no protocolo IP veio para ficar e o ano de 2021 vai ser o ponto definitivo de viragem para muitas empresas. A migração é inevitável, mas pode suscitar dificuldades. Uma forma de operar mais facilmente as mudanças inevitáveis é ter acesso às ferramentas necessárias para minimizar estes problemas e rentabilizar investimentos anteriores, sem diminuir os padrões exigidos. Veja o que a RIEDEL lhe propõe para resolver este problema.

Com o novo ano, há novos desafios que se colocam ao broadcast. Mas há também que proteger investimentos passados.

As modernas organizações que operam no domínio do broadcast são desenhadas à prova de futuro, isto é, constituídas a partir de um núcleo assente na tecnologia IP. Mas é frequente terem de manter ligação com os seus sistemas tradicionais SDI. A consequência disto é que se torna vital recorrem a sistemas de conversão que lhes permitam fazer o interface do seu equipamento tradicional que não se baseia de forma nativa em tecnologia IP. Nada impede que a conversão para as infraestruturas totalmente assentes em tecnologia IP, e o consequente partido que daí seja possível tirar de imediato, se faça, mantendo a infraestrutura tradicional a funcionar.

MuoN

Os custos e as dificuldades de configuração e operação decorrentes da ligação de uma infraestrutura SDI a uma moderna rede óptica são imensos. Mas existem soluções que minimizam enormemente os impactos da ligação de uma infraestrutura tradicional a uma rede moderna assente em IP.

Com a introdução da MediorNet, há mais de de dez anos, a RIEDEL tornou-se pioneira em soluções de infraestruturas de vídeo, ao combinar transporte de sinal, roteamento, processamento e conversão numa rede em tempo real, redundante. Com o tempo, a MediorNet tornou-se o standard da indústria , oferecendo aa mais fiável e versátil solução para infraestruturas AV. Até hoje a MediorNet permanece o único sistema que oferece todas as vantagens de de um sistema de hardware assente em software, actualizável.

O MediorNet é uma estrutura modular à prova de futuro, inovadora que permite que se adapte facilmente às mudanças no mercado: conforme os padrões e expectativas da indústria evoluem, o MediorNet evolui com eles. A resposta mais recente de RIEDEL aos desafios decorrentes da transformação de IP é uma gama de tecnologias inovadoras baseadas em SFP para complementar as interfaces de sinal inteligente MicroN, MicroN UHD e Compact do MediorNet e o switch central MetroN. Apresentando a maior densidade do mercado, os módulos de processamento e hubs de processamento MuoN, FusioN e VirtU completam a oferta para vídeo da RIEDEL com soluções IP completas. Todos esses dispositivos versáteis podem servir a uma ampla gama de funções e aplicativos diferentes, mas distinguem-ser por duas qualidades principais que têm estado na base de nossa filosofia para infraestruturas de mídia por anos: a distributividade e a base de software. As infraestruturas de vídeo distribuídas trazem vários benefícios para a produção, tanto a nível operacional como do sistema. Por um lado, permitem o roteamento de qualquer tipo de sinal de qualquer ponto a outro, sem exigir a reconfiguração de cabos. Pontos únicos de falha são reduzidos e a eficiência operacional resulta da colocação dos I/Os físicos mais próximos do local onde são necessários. Ao mesmo tempo, as topologias distribuídas permitem um alto grau de flexibilidade à escala da arquitetura de sistema.

FusioN

Com o MediorNet, facilmente se adicionam dispositivos únicos a um sistema. Pode-se até redimensionar todo o sistema, transformando-o de uma instalação pequena para uma mais complexa. Dessa flexibilidade e escalabilidade, resulta que as infraestruturas de vídeo da RIEDEL são altamente personalizáveis ​​para atender a praticamente qualquer requisito de produção. Dispositivos de hardware assentes em software, como os MicroNs ou os MuoNs, podem ser reconfigurados rapidamente para executar uma vasta gama de funções, reduzindo a necessidade de dispositivos periféricos de propósito único e, assim, economizar no espaço crítico em rack e nos custos associados. A operação é fácil e flexível. Com apenas alguns cliques, é possível alternar entre os aplicativos, transformando um roteador simples num processador de sinal avançado ou multiviewer, por exemplo. Além disso, as plataformas baseadas em aplicativos como o MuoN permitem que o aumento de I/Os de uma forma linear e orgânica, suportando uma mudança gradual para fluxos de trabalho de IP sem mudanças radicais de hardware. Ao mesmo tempo, os dispositivos baseados em FPGA continuarão evoluindo conforme as necessidades. Com um dispositivo MediorNet baseado em software, não está só a adquirir o que o produto é capaz hoje, mas também como ele irá evoluir no futuro.

Saiba mais sobre este equipamento aqui. Leia aqui e aqui sobre a transição do SDI para o IP. Leia também mais sobre as aplicações no caso específico do broadcast de eventos desportivos e carros de exteriores. Venha falar connosco sobre a RIEDEL e as suas soluções. Estudaremos junto a forma de entrar no futuro, protegendo os seus investimentos passados.