O nascimento de uma nação

A data de 14 de Julho marca o nascimento da nação francesa. O facto é assinalado anualmente com iniciativas que decorrem por todo o país. Uma das mais emblemáticas e espectaculares é o grande concerto, Le Grand Concert, que decorre, no Champ de Mars, junto à não menos emblemática Torre Eiffel. Já diversas vezes falámos aqui no Feedforward destes concertos e da importância que têm, na sua produção e transmissão, as mesas de mistura e outros equipamentos neles usados, fornecido pela LAWO. Fique a saber tudo sobre a edição de 2021 e sobre os seus bastidores técnicos.

As mesas da LAWO são incontestavelmente apontadas como o equipamento de referência, quando falamos de broadcast ou live. É este e outro equipamento que assegura, ano após ano, a qualidade superior de evento especiais, como é o caso deste concerto de comemoração do 14 de Julho, em França. O Concerto de Paris de 14 de Julho, tornou-se, na era pré-pandémica, um dos maiores eventos de música clássica realizado em qualquer parte do mundo> Assiste a ele, no local, cerca de meio milhão de espectadores. Este ano, o concerto contou com a Orquestra Nacional de França e o Coro de Radio France, a que se juntou um conjunto de solistas de renome internacional. O concerto foi seguido no local por 15 000 pessoas e foi retransmitido para uma audiência recorde de 3,5 milhões de telespectadores em França e de 10 milhões na Europa. São números impressionantes.

É particularmente significativo referir que, para satisfazer uma audiência expressiva como esta, o equipamento usado para fazer chegar todo este conteúdo aos ouvidos dos ouvintes e espectadores que o presenciaram, foi fornecido pela LAWO.

A mesa usado na FOH para a mistura da orquestra foi o modelo mc²56, de 48 vias. No controlo dos monitores foi, por sua vez, usada uma outra mc²56, também de 48 vias, com um extensor de 16 vias mc², acrescentado para permitir o distanciamento social entre os dois operadores . O controlo de pré-amplificadores separado, para a FOH e monitores e a separação da mesa mc²66 usado para a mistura da transmissão no carro de exteriores da Radio France permitiu o uso das próprias caixas de palco e pré-amplificadores de microfone DALLIS do sistema de forma integrada. Funcionando no contexto da rede de fibra óptica Optocore instalada pela Radio France para o sistema de som ao vivo, para ligar as mesas de mistura e os sistemas I/O do Concert de Paris, esta complexa operação provou, mais uma vez, que a LAWO se supera no que diz respeito aos padrões de qualidade do sinal áudio e a eficiência operacional.

Saiba mais sobre este evento, sobre as mesas mc²56 e sobre os sistemas de controlo áudio. Venha falar connosco para saber mais ainda sobre estas e outras soluções LAWO.


Intercomunicação e desporto

Os grandes eventos desportivos do presente envolvem grandes equipas, multidisciplinares, cujos membros precisam de estar em constante comunicação. Esta comunicação tem que ser intuitiva, fácil de operar, clara, de qualidade, fiável, sem falhas. Nos grandes palcos do desporto mundial, um sistema de intercomunicação que responda a todas estas exigências passa pelos seus testes mais rigorosos. Por aí se pode avaliar a qualidade de resposta destes sistemas, no caso de situações em que o grau de exigência não seja extremo. Nos principais palcos do desporto mundial, a RiEDEL passa por todos estes testes desde há anos, a ponto de se ter constituído a referência incontornável. É o caso, por exemplo, dos Jogos Olímpicos que decorrem neste momento.

Quando falamos de sistemas de intercomunicação fiáveis, o tamanho único não é, definitivamente, solução possível. Existem diferentes tipos de sistemas de intercomunicação, que devem ser considerados para uso profissional, desde soluções básicas de linha partilhada (partyline) até sistemas matriciais sofisticados.

A RIEDEL, como nesta área de soluções para o broadcast, oferece dois sistemas destinados à intercomunicação. Um baseado no princípio da linha partilhada, como o Performer, que foi concebido para ligar pequenas equipas. Projetos e instalações mais complexas exigem outros sistemas de matriz, como o Artist. Esta plataforma de comunicações escalável, oferece um grau incomparável de flexibilidade, fiabilidade e controlo. O sistema Artist é o mais versátil existente no mercado, fala todos os standards de áudio atuais e é capaz de processar e distribuir qualquer tipo de sinal. Com este sistema de intercomunicação, implementar soluções sem fio, com unidades de rádio ou com o Bolero, é tão fácil como configurar redes de longa distância para produção remota. Uma vez que as infraestruturas do Artist permitem um elevado grau de descentralização e uma colocação flexível de bastidores, podem reduzir consideravelmente os custos de cablagem e configuração de qualquer instalação. As soluções da Artist são soluções à prova de futuro: o sistema é escalonável de 8×8 a 1024×1024 de portas não bloqueadas, permitindo que ele cresça com as exigências de um projeto particular ou a introdução de uma qualquer nova tecnologia.

Este princípio é aplicável a qualquer aplicação profissional. No âmbito do broadcast e, particularmente, no domínio do desporto, os sistemas da RIEDEL revelam-se de uma eficácia, qualidade e precisão inultrapassáveis por qualquer outra solução do mercado. A razão pela qual os maiores acontecimentos desportivos mundiais, aqueles que exigem os padrões mais apertados e 100% de fiabilidade, todos recorrem ao sistemas concebidos pela RIEDEL.

Estamos em pleno período dos Jogos Olímpicos, onde mais uma vez a RIEDEL é parceiro insubstituível. A participação da RIEDEL envolve participação em múltiplos cenários, que habitualmente cobrem áreas como as comunicações locais, a consultoria e projeto, gestão de frequências, cablagem local, bem como o fornecimento de sistemas de rádio convencionais e digitais, de sistemas de intercomunicação de matriz digital, de sistemas de intercomunicação digital partyline, e de sistemas de transmissão de áudio e vídeo, assentes em fibra e sem fio.

A experiência da REDEL, nesta área e com estas funções, inclui participações, directamente ou em associação com os seus parceiros, em eventos como, para além dos já referidos Jogos Olímpicos, os europeus e mundiais de futebol, o circuito da Fórmula 1, Wimbledon ou o circuito Red Bull.

Saiba mais sobre os sistemas de intercomunicação da RIEDEl e venha falar connosco para ficar a saber como esta tecnologia pode ser posta a serviço dos seus projectos.


SmartPanels da RIEDEL, a solução mais flexível

Os novos SmartPanels da série 1200 da RIEDEL representam um salto significativo em flexibilidade de operação, potência e capacidade de ligação. São um exemplo da tecnologia que está por detrás dos interfaces com base em software da marca alemã. Distinguem-se pela incorporação de ecrãs sensíveis ao toque, teclas de alavanca híbridas inovadoras (patenteadas), pela possibilidade de aproveitar aplicações que permitem a multifuncionalidade e a capacidade de se adaptarem facilmente aos vários fluxos de trabalho, habituais hoje. Os novos painéis estão prontos para permitir a operação da forma tradicional, mas abrem possibilidades de funcionamento totalmente novas.

Smart Panel modelo RSP-1232HL

aqui lhe falámos do novo SmartPanel RSP-1216HL da RIEDEL e das suas principais características. A série 1200 incorpora também o modelo RSP-1232HL. A série dos SmartPanels foi desenhada do zero, constituindo os painéis mais inteligentes produzidos até agora! O conceito SmartPanel separa as capacidades do painel de seu hardware e transforma-os em dispositivos genéricos nos quais o ultiizador pode instale aplicativos diferentes que proporcionam recursos diferentes. Com um SmartPanel, o utilizador desfruta, não apenas, do que o painel é capaz de proporcionar hoje, mas também do que ele será capaz de executar no futuro.


Smart Panel modelo RSP-1216HL

O aplicativo Intercom 1200 Series serve vários fluxos de trabalho. Por exemplo, alguns utilizadores
preferem uma lógica de fluxo de trabalho tipo “Falar/Ouvir”, em que cada um escolhe o que ouvir de um
painel inicialmente silencioso. Outros utilizadores preferem um fluxo de trabalho do tipo “Falar/Silenciar” que começa com um painel que transmite tudo, onde cada um seleciona depois quais os sinais que interessam. Os utilizadores podem decidir qual modo que preferem, por aplicação e por painel. As novas características
que aumentam ainda mais a facilidade de uso do painel incluem o conceito da RIEDEL dos novos grupos lógicos. Os grupos lógicos permitem que os utilizadores escolham cores personalizadas para os rótulos das teclas
ou do LED em torno das teclas. Cada etiqueta chave possui uma etiqueta principal de 8 caracteres, um
sub-rótulo de 16 caracteres e ícones definidos previamente. Outros ícones fornecem informações
sobre o estado de cada chave em qualquer momento. O “microfone aberto”, “tecla muda”,
prompts de “sinal de entrada” ou de “porta ocupada” são fáceis de ler e compreensíveis, num simples relance. Os utilizadores podem obter o máximo ou o mínimo de informações sobre qualquer chave fornecida
conforme necessário. exemplos da flexibilidade que os SmartPanels proporcionam.

Em conjunto com outras soluções RIEDEL, os SmartPanels constituem uma ferramenta poderosíssima para uma infraestrutura de produção totalmente digital, flexível e à prova de futuro.

As teclas especiais utilizadas pelos SmartPanels, diga-se a propósito, acabam de ser alvo de atribuição de uma patente. Os SmartPanels constituem uma importantíssima parte do novo carro de exteriores 4K, que a chinesa Shaanxi Broadcasting Corporation acaba de colocar em funcionamento, integrados no conjunto de soluções RIEDEL para esta nova unidade. Leia aqui.

Saiba mais aqui e aqui sobre a série 1200 de SmartPanels da RIEDEL e contacte-nos para saber mais ainda sobre estes produtos.


AoIP: o momento de mudar é agora

A tendência é inescapável, as vantagens são incontroversas, o momento é agora. O broadcast, na rádio e na televisão, vai em direcção inexorável ao digital. As soluções multiplicam-se e o processo vai chegar, mais tarde ou mais cedo, a todos os centros de produção. Quanto mais cedo os produtores apanharem o comboio, mais cedo estarão aptos a dominar a tecnologia, a estabelecer novas e mais vantajosas rotinas de trabalho e a precaver o seu futuro tecnológico. As soluções baseadas na tecnologia AoIP estão disponíveis, oferecendo todo o seu potencial, aqui e já. Um exemplo recente, da Radio Bahrein, proporcionado pela tecnologia LAWO é motivo de reflexão.

O domínio gradual do digital na área do broadcast é um fenómeno que não é de hoje. Nem sempre tem, contudo, sido bem compreendido e as suas implicações não serão sempre valorizadas e tidas em conta. Mas, tranquilamente, a tecnologia digital tem vindo a tomar conta de todos os aspectos da produção. Não é, naturalmente, por acaso. As vantagens são hoje sobejamente conhecidas, a migração de recursos é inevitável. Na área específica da produção áudio, o broadcast beneficia hoje da adopção de standards claros, de que o Audio over IP (AoIP) é um exemplo.

A solução ganha força, por muitos e bons motivos: reduz os custos gerais, melhora os fluxos de trabalho, minimiza as necessidades de equipamento e simplifica e reduz muito a infraestrutura. Além disso, as soluções AoIP alavancam novas possibilidades, permitindo a introdução gradual de ilhas de AoIP conforme a necessidade ou o orçamento. Tudo isso aumenta muito a eficiência geral de custos do investimento em tecnologia AoIP, com economias significativas. Uma outra vantagem significativa da tecnologia AoIP é que oferece suporte a soluções a um nível empresarial integrado. Como a maioria das instalações de transmissão e produção foram há muito convertidas do analógico ao digital e empregam já redes internas, faz sentido que a próxima etapa seja a transição para o áudio sobre IP. Isso aplica-se a uma ampla base de operações, críticas nas instalações de transmissão e produção de TV, incluindo: distribuição de sinal descentralizada, a utilização de hardware e software de mistura, a ligação de site a site, a gestão de chamadas de várias linhas, a distribuição de sinal e conversão de formato, o processamento de áudio em tempo real, a medição e monitorização de sinal, a intercomunicação e a comunicação via IP.

A Rádio Bahrain é um exemplo recente de inovação e atenção ao futuro. Construída em 1980, a rádio do Bahrein, consiste em sete estações de rádio, estava há muito tempo para uma reformulação. O recente projeto concluído é a primeira fase que lança esta instalação no reino digital. Toda a instalação foi remodelada, desde nove rádios estúdios e salas de controle até ao MCR (Master Control Room) e CAR (Central Apparatus Room), com a renovação paralela de mobiliário, equipamento, sistemas de automação, rádio-biblioteca e acústica. Uma estrutura construída em 1980, estava permanentemente sujeita ao desgaste que o tempo lhe impôs. Alguns colapsos ocasionais, para os quais não havia suporte disponível, dificultavam as operações. Todas as estações de FM e AM são processadas nos estúdios e passam pelo MCR; os canais de rádio também estão disponíveis por satélite e OTT. Com este projeto, toda a tecnologia de rádio foi transferida para uma plataforma digital.

No centro desta estrutura está uma arquitetura MADI da LAWO, que cobre todos os sete estúdios no ar e permite que a sala de controlo sirva como um estúdio autônomo. Os estúdios também podem ser ligados a dois dos estúdios de produção de música ou drama. Um terceiro estúdio de produção foi redesenhado para a mistura. Todos os sete estúdios no ar são projetados de forma a permitir que qualquer estação FM faça o login e vá para o ar de qualquer estúdio. O MCR, o coração da estação, inclui um sistema de automação das 15 estações FM com redundância total, permitindo que o departamento se expanda no futuro e adicione outras seis estações FM. Inclui ainda quatro paredes de LED de 80”, o novíssimo Vistool para controlo de áudio e uma solução VSM.

Saiba mais aqui sobre este grande projecto e contacte-nos para saber mais ainda sobre as soluções LAWO que temos para si.


Mesas LAWO asseguram qualidade do som do FESTIVAL EUROVISÃO 2021

O vencedor do Festival Eurovisão 2021 foi, como é sabido, a banda italiana Måneskin. Mas há um nome que venceu antes de todas as canções terem sido apresentadas: a LAWO. Com as suas mesas mc²56 a constituirem o eixo da qualidade do som do Festival, a LAWO ganhou em todas as frentes, assegurando que todas as canções que disputavam o galardão máximo chegavam aos ouvidos dos milhões de espectadores que assistem ao evento com a máxima qualidade sonora que a tecnologia LAWO oferece.

O Festival da Eurovisão 2021 foi a 65ª edição deste popular certame. O concurso foi realizado em Roterdão, na Holanda. O troféu foi arrecadado, como é sabido, pela banda italiana Måneskin. As emissoras holandesas NPO, NOS, AVROTROS, bem como as empresas de OB com sede na Holanda, NEP e United (EMG), juntaram forças para cobrir o evento.

O Festival da Eurovisão chega a todo o mundo e alcança os ouvidos de um vastíssimo número de espectadores. Para garantir a qualidade superior de som que chega a estes milhões e milhões de espectadores, e a fiabilidade da operação, a NEP equipou os seus carros de exteriores UHD1 e UHD2 com mesas mc²56 de 64 vias, a chave para garantir esta qualidade de som. Foram também utilizadas unidades de roteamento Nova e o sistema de controlo de transmissão VSM da LAWO. Com este equipamento garantiu-se uma operação intuitiva e suave da cadeia de transmissão e a máxima qualidade. Os dois carros de exteriores são desenhados de modo a assegurar uma função principal e de backup para comutação imediata em caso de avaria.

Duas mesas adicionais mc²56 de 48 vias, junto com o equipamento de monitorização e equipamento externo fornecidos pela LAWO Rental, estavam instalados numa sala de música separada, onde o produtor musical Tijmen Zinkhaan misturava as actuações das delegações e o intervalo. Enquanto todas as ligações de transmissão de áudio eram transmitidas via RAVENNA / AES67, os sinais de áudio para o PA no local eram proporcionados por placas Dante dentro das unidades de roteamento Nova.

A seleção do equipamento LAWO não foi obra do acaso. Tratou-se de uma escolha deliberada do responsável pelo sector de áudio do ESC 2021, Thijs Peters: “Nunca houve dúvidas de que as mesas LAWO constituem a combinação perfeita para esta tarefa de prestígio. Para além da qualidade do som, as suas capacidades de roteamento são infinitas. Esta configuração garante uma integração perfeita e pode ser conveniente e intuitivamente controlada por meio do sistema de operação de transmissão VSM de LAWO.”

Este elenco de estrelas tornou mais fácil o trabalho do engenheiro de mistura da emissão Andre Swart, o engenheiro FX Marcel Korfage e o produtor musical Tijmen Zinkhaan. Foi este o equipamento que permitiu estabelecer o padrão de qualidade da base áudio, que deu acesso a que todos os finalistas brilhassem na grande final.

Uma operação complexa, como pode testemunhar aqui. Saiba como tratámos o ESC de Viena (Áustria) em 2015 e o de Lisboa em 2018. Em 2018 falámos-lhe, sobretudo, de um outro dos pilares que asseguram esta grande operação técnica que é o ESC, a nossa representada RIEDEL, presente mais uma vez este ano. Saiba mais sobre as mesas LAWO modelo mc²56. Venha saber mais ainda sobre a LAWO, marque uma conversa connosco para saber como o poderemos servir.

Muitas tarefas, uma solução: RIEDEL

O que é que um importante grupo de comunicação, um líder no fornecimento de equipamento audiovisual para broadcast e uma série de televisão de sucesso mundial têm em comum? A resposta: uma infraestrutura baseada no protocolo IP. Para que serve? Para garantir a distribuição de sinal audio, video e de dados e a intercomunicação entre todas as partes e pessoal que a opera. Qual é o denominador comum desta infraestrutura? A RIEDEL. Na distribuição do sinal dentro da respectiva rede ou a providenciar uma intercomunicação sem compromisso entre os membros das equipas, a tecnologia RIEDEL está na vanguarda absoluta e assegura o funcionamento das estruturas de broadcast e entretenimento de topo em todo o mundo.

SmartStage da White Light

Criado em 1987 em torno do canal M6, o M6 Group é hoje um poderoso grupo multimédia francês. Com a força das suas marcas e dos seus conteúdos, o Grupo tem expandido gradualmente as suas atividades, assegurando sempre a complementaridade dos seus programas e respondendo às expectativas e aos novos padrões de consumo dos seus diferentes públicos. O M6 Group surge assim como uma editora de conteúdos com uma fortíssima presença, nesta era das novas tecnologias. O M6 é uma das redes de televisão mais populares no mundo francófono, oferecendo uma ampla e variada programação.

A anterior arquitetura de distribuição de sinal vídeo do canal M6 consistia em várias ilhas de produção executando os seus próprios roteadores ligadas por meio de linhas de vídeo, uma infraestrutura de configuração que tipificou as operações de transmissão nas últimas duas décadas. A popular rede de TV francesa Metropole Television (pertencente ao M6 Group) acaba de atualizar a sua infraestrutura de roteamento de vídeo de produção para a topologia de rede de vídeo em tempo real com base na tecnologia MediorNet da RIEDEL. O MediorNet substitui vários sistemas de roteamento distintos implantados nas instalações de transmissão M6 em Neuilly-sur-Seine, trazendo uma abordagem descentralizada, consistente e preparada para o futuro, i.e., para a operação de vídeo da rede.

Grupo M6

A White Light é a especialista em soluções técnicas completas para diversos mercados como teatros, eventos corporativos, broadcast, música ao vivo, parques temáticos, educação, comércio e lazer. Desde a sua formação em 1971, a White Light centrou a sua acção no fornecimento de soluções técnicas, incluindo iluminação, áudio, vídeo e montagem de projetos, dentro das áreas referidas, de todos os tamanhos, primeiro no Reino Unido, depois na Europa e por todo o mundo.

A White Light adoptou agora o sistema Bolero, para cobrir as suas necessidades de intercomunicação. O sistema funciona numa variedade de eventos, incluindo uma recente conferência financeira global. Além disso, a White Light adotou o Bolero como o sistema de comunicação principal do SmartStage®, o estúdio de realidade expandida da empresa. O SmartStage foi mais recentemente implantado em The Mermaid, uma conferência de luxo e local de eventos na zona de Blackfriars em Londres, para fornecer uma alternativa segura COVID-19 na produção de eventos virtuais.

The Expanse

The Expanse é uma série de ficção científica americana, estreada em 2015 e criada por Mark Fergus e Hawk Ostby, baseada na série de romances de mesmo nome de James S. A. Corey. A série decorre num futuro em que a humanidade colonizou o Sistema Solar. Os diferentes personagens estão no centro de uma conspiração que ameaça o estado frágil do sistema de guerra fria. O director de fotografia da série, o galardoado Jeremy Benning, adoptou o sistema de intercomunicação sem fios Bolero, uma referência da indústria. Uma opção tomada para garantir a intercomunicação da equipa no set da popular série, disponível na Amazon Prime Video. O Bolero fornece comunicações multicanal flexíveis, claras e fiáveis ​​para todos os membros da equipa de produção, permitindo a máxima produtividade em qualquer local.

Anteriormente, cada equipa de produção da série The Expanse usava os seus próprios métodos de comunicação, que variavam dos intercomunicadores sem fio HME, a walkie-talkies e, claro, conversas presenciais. Ao combinar todos esses métodos numa única e unificada solução, o Bolero permite que os membros da equipa maximizem o seu trabalho no set, eliminando mal-entendidos e atrasos.

São três casos recentes de adopção de soluções RIEDEL, que poderá conhecer melhor aqui, aqui e aqui. Saiba, entretanto, mais sobre o que a marca propõe em matéria de redes de distribuição de sinal vídeo e sobre o Bolero. Saiba mais ainda falando e descobrindo connosco soluções RIEDEL para as suas necessidades de produção. Faça da RIEDEL a sua opção.


Precisão e sincronismo no coração da Islândia

Um grande centro de congressos e de concertos, eis o Harpa Concert Hall And Convention Centre de Reykjavík, na Islândia. Diferentes salas, diferentes aplicações, uma infraestrutura técnica única e muito complexa para as servir, preparada também para funcionar em tempos difíceis, como é o caso presente da crise pandémica. A dirigir toda esta operação, um maestro especial: o Leader Clock, Modelo 5401A, da Studio Technologies, uma unidade de sincronismo que provou ser essencial, enquanto o Harpa Center se ajustava para os eventos virtuais ditados pela pandemia. Uma experiência que veio para ficar.

O Harpa Concert Hall And Convention Centre é um local muito especial, situado no coração da capital da Islândia. O nome foi escolhido por consulta popular, que optou por uma designação que deveria ser em islandês, mas facilmente articulado na maioria dos idiomas. O nome Harpa tem mais de um significado. É uma palavra islandesa antiga que se refere a uma época do ano, na verdade, é um mês no antigo calendário nórdico. O Centro abriga salas de concertos e um complexo centro de conferências. O Harpa é um dos maiores e mais prestigiados marcos de Reykjavik. É um centro cultural e social no coração da cidade que oferece vistas deslumbrantes sobre as montanhas circundantes e o Oceano Atlântico Norte e atraiu mais de 10 milhões de visitantes desde sua inauguração, em 4 de maio de 2011.

De acordo com o Diretor Técnico do Harpa Center, Andri Guðmundsson, trata-se de um “um balcão único,” dotado de instalações onde pontifica uma infraestrutura de som, iluminação, vídeo e catering de primeira classe. Devido à COVID-19, o Harpa foi forçado a ajustar-se para eventos virtuais, usando um ambiente de áudio avançado baseado na norma Dante®. Para manter um sincronismo preciso, exigido pela norma, Guðmundsson e sua equipe recorreram ao gerador de sincronismo Dante® Leader Clock Modelo 5401A da Studio Technologies.

“Ao longo da pandemia, mudamos a nossa infraestrutura para Dante a fim de atendermos ao aumento de eventos virtuais e transmitidos”, disse Guðmundsson. “O gerador de sincronismo Leader Clock Modelo 5401A da Studio Technologies proporcionou-nos uma fonte sólida de suporte a todas as necessidades de sincronismo, para todas as nossas operações que envolvem tecnologia baseada na norma Dante.”

“Ao longo da pandemia, mudamos a nossa infraestrutura para Dante para corresponder ao aumento de eventos virtuais e transmitidos”, disse Guðmundsson. “O Leader Clock Modelo 5401A da Studio Technologies proporciona um sinal de sincronismo sólido, que apoiai todas as necessidades de sincronismo nas operações que envolvem Dante.”

“Recentemente, decorreu uma conferência da Sociedade Médica da Islândia, que transmitiu oito horas por dia de quatro de nossos locais durante cinco dias consecutivos”, disse Guðmundsson. “Ter recursos de sincronismo fiáveis ​​era imprescindível, e o Leader Clock Modelo 5401A foi capaz de fornecer isso durante toda a conferência.”
Guðmundsson também destacou que a unidade oferece suporte à aplicação Dante Domain Manager ™, com a qual Harpa Center aproveita para coordenar seu fluxo de trabalho geral Dante.

O Leader Clock Modelo 5401A implementa um servidor de protocolo de sincronismo de precisão (PTP) IEEE® 1588 de alto desempenho, compatível com os requisitos de Dante, capaz de suportar simultaneamente as necessidades de temporização de até centenas de dispositivos compatíveis com Dante. Como esperado, o Modelo 5401A fornece a compatibilidade PTP v1 (IEEE 1588-2002) exigida pela norma Dante. Além disso, a unidade suporta PTP v2 (IEEE 1588-2008) para aplicações AES67. Uma saída de wordclock fornece uma referência de sincronismo geral para uso por dispositivos externos. O Modelo 5401A também gera oito sinais áudio nos canais do transmissor (saída) Dante, que podem ser úteis durante a instalação, manutenção e operação da rede de áudio. Uma ligação de entrada de sincronização permite que o oscilador interno do Modelo 5401A seja sincronizado com uma variedade de sinais de sincronismo de referência. De salientar ainda a capacidade de proporcionar energia dupla e vários recursos Ethernet GigE, essenciais para o caso do Haroa, já que apenas é requerida a potência e uma, duas ou três conexões de rede Ethernet, para a operação total.

Leia aqui mais sobre o Leader Clock Modelo 5401A. Saiba mais sobre este e outros produtos da Studio Technologies e contacte-nos para estudarmos juntos a melhor forma de servir as suas necessidades nesta área.


Nova mc²36, o excepcional tornado melhor

Como superar o que já era o melhor? Tornando-o ainda melhor. A LAWO lançou a mesa de mistura áudio mc²36 em 2014 e o modelo depressa se tornou uma referência incontestada no broadcast, vivo, e todas as áreas onde se exigia qualidade de topo, operação transparente e fiabilidade total. Com um longo registo de excelência, o modelo mc²36 de segunda geração é agora uma mesa ainda mais poderosa, juntando mais canais, mais poder de processamento, mais ligações e garantia de maior integração com desenvolvimentos futuros. Tudo isto numa unidade muito compacta e mais poderosa do que nunca. A LAWO tornou o excepcional, simplesmente, ainda melhor.

A nova mc²36. O excepcional tornou-se ainda melhor

A nova mesa mc²36 de segunda geração da LAWO, é uma poderosíssima ferramenta, incrivelmente versátil e compacta. A sofisticada solução de engenharia por detrás desta nova mesa, permite agora dispor de 48 vias no mesmo espaço de 32 da sua predecessora. Isso torna a nova mc²36 ainda mais versátil para aplicações em teatros, templos religiosos, eventos, vivo ou qualquer outro tipo de aplicação em áudio, onde seja necessário um desempenho de áudio qualidade de topo em espaços de dimensões reduzidas.

Com a capacidade de DSP mais que duplicada, em relação à sua antecessora, a nova mc²36, integra a tecnologia A__UHD Core , o que significa que todos os desenvolvimentos no futuro serão integrados numa plataforma única e que a LAWO continua a fornecer compatibilidade de dados de produção entre todas as mesas mc². A nova mesa oferece 256 canais de processamento, disponíveis em 48 e 96 kHz, e oferece suporte nativo para as normas ST2110, AES67, RAVENNA e Ember +. A mesa tem uma capacidade de I/O de 864 canais, com ligações locais que incluem 3 interfaces de rede IP redundantes, 16 entradas de mic/linha respeitando a especificação LAWO, 16 saídas de linha, 8 entradas e saídas AES3, 8 ligações GPIO e uma porta SFP MADI . No que respeita a operação, os recursos incluem o Button-Glow, controladores rotativos, sensíveis ao toque, visores TFT com faixa de fader colorida, mini ecrãs de vídeo LiveView ™ e controladores de super precisão, via ecrã sensível ao toque, Full HD. O controlo de volume total integrado é compatível com o padrão ITU 1770 (EBU / R128 ou ATSC / A85), que dispõe de medição de pico e volume que pode exibir canais individuais, bem como barramentos de soma.

A nova mc²36 oferece integração perfeita com equipamento externo, como sejam sistemas de gravação, unidades de efeitos e outros recursos processados externamente por computador. As aplicações são mostradas diretamente no ecrã da mesa, e são controláveis directamente da mesa pelo seu teclado, o touchpad e os ecrãs sensíveis ao toque.

Uma outra característica, não menos importante: a nova mc²36 oferece a melhor integração com a Waves SuperRack SoundGrid, proporcionando ao utilizador acesso à uma ampla seleção de plug-ins de processamento de sinal em tempo real desenvolvida pela Waves. Tudo isto em conjunto com o mecanismo de processamento interno da mesa, sem ecrãs ou dispositivos de controlo adicionais.

A nova mesa mc²36 de segunda geração da LAWO representa uma fortíssima aposta que introduz significativas melhorias num modelo que se tornou uma incontestada referência na área da produção áudio de topo. Saiba mais sobre esta nova mesa aqui. Veja aqui um video com uma síntese das principais características do novo modelo e aqui sobre o A__UHD Core.

Entretanto, venha falar connosco para ficar a conhecer ainda melhor o que a LAWO desenvolveu para si e que soluções se adaptam às suas necessidades.


Intercomunicação na era digital

Intercomunicação é a palavra-chave deste século. É-o, quer estejamos a falar de broadcast (televisão ou rádio), de vivo (teatro ou concerto) ou de outras situações com necessidades de intercomunicação específicas. Mas IP é a palavra-chave quando falamos de intercomunicação. O Audio over IP (AoIP) veio abrir uma nova era à intercomunicação. Enorme flexibilidade de operação, sistemas mais compactos e eficientes, maior qualidade de sinal. A STUDIO TECHNOLOGIES oferece-lhe sistemas com estas características. Totalmente configuráveis por forma a responder a necessidades de intercomunicação específicas e com um custo extremamente vantajoso. O Modelo 5421 juntamente com o Modelo 371A, é uma destas possibilidades, que lhe proporciona uma base extremamente potente, de qualidade máxima, que constitui um investimento à prova de futuro.

Modelo 5421 STUDIO TECHNOLOGIES

Quando junta o Dante Intercom Audio Engine, Modelo 5421 com os Intercom Beltpack Modelo 371A, passa a dispor de um sistema de intercomunicação extremamente potente e eficaz, que obedece às mais recentes normas do AoIP, aplicável em todas a situações de broadcast, teatro, vivo e intercomunicação em geral, preparado para o futuro, que constitui um investimento sólido e muito atractivo.

O Modelo 5421 proporciona um mecanismo de áudio de 16 canais, que pode ser configurado para fornecer de um a quatro circuitos de intercomunicação “virtuais”. A expressão “mecanismo de áudio” foi escolhida para descrever um conjunto de recursos de entrada, processamento, ligação e saída de áudio que pode ser configurado para garantir os mais apertados requisitos de intercomunicação. Ao contrário de dispositivos de matriz digital Dante de utilização geral, o Modelo 5421 é otimizado para permitir suporte directo para teatro, pequenas transmissões e aplicações gerais de intercomunicação. Os 16 canais oferecidos pelo Modelo 5421 são configurados em grupos. Tecnicamente, cada grupo oferece suporte à operação party-line, criando uma série de saídas exclusivas “mix-minus”, uma para cada canal do grupo. Essas saídas especializadas permitem que cada utilizador atribuído a um grupo específico (uma linha partilhada) ouça todos os membros desse grupo, excepto a si próprio. Usando o aplicativo de software STcontroller, pode criar uma configuração que lhe permite segmentar os 16 canais que o Modelo 5421 lhe proporciona. Isso proporciona-lhe o uso eficiente dos canais Dante para atender às necessidades decorrentes de cada aplicação específica. Como todos os beltpacks de intercomunicação Dante são essencialmente dispositivos de 4 fios (tendo canais independentes de recepção (entrada) e transmissão (saída)), a funcionalidade de linha partilhada “virtual” (simulada) é criada dentro dos recursos de processamento digital do Modelo 5421. Definido o número máximo de utilizadores em qualquer linha partilhada, em cada caso específico, e usando o aplicativo Dante Controller, cada grupo pode receber um nome exclusivo. Esses nomes normalmente refletem como cada grupo específico será utilizado. Nomes como Produção, Iluminação, Contra-regra, seriam as que, por exemplo, uma aplicação em intercomunicação para teatro poderia requerer.

Modelo 371A

O modelo 5421 é compatível com muitos dispositivos que obedecem à norma Dante, incluindo a ampla gama de beltpacks da STUDIO TECHNOLOGIES. Incluem-se o Modelo 372A e o Modelo 373A de canal único/escuta dupla, o Modelo 370A, o Modelo 371A de 2 canais e o Modelo 374A de 4 canais. O Modelo 5421 também funciona directamente com outros dispositivos Dante, como a Unidade de Intercomunicação Modelo 348 e a Unidade de Alerta Dante Modelo 391. Além disso, o Modelo 5421 pode funcionar com sistemas de intercomunicação de matriz, mesas de mistura de áudio e estações base de intercomunicação sem fios.

Os dados de áudio associados ao Modelo 5421 são enviados e recebidos usando a tecnologia de rede de áudio sobre Ethernet Dante, SR 48 kHz/16, 24 e 32 bit . Até 16 receptores Dante (entrada) e 16 canais transmissores (saída) estão disponíveis para implementar circuitos de intercomunicação virtual party-line (PL).

Usando o já referido aplicativo de software Dante Controller, a interface Dante do Modelo 5421 pode ser configurada para suportar, ou não, sinais de áudio digital AES67. A unidade também é compatível com o aplicativo de software Dante Domain Manager (DDM). O DDM oferece um conjunto optimizado de recursos de controlo e monitorização de rede, tornando-o ideal em situações com requisitos especiais de segurança e permite que os canais de áudio do Modelo 5421 sejam compatíveis com ST 2110-30.

O circuito de áudio do Modelo 5421 foi projectado para atender às exigências do áudio profissional, garantindo uma qualidade superior. O processamento de áudio é realizado no domínio digital usando um circuito integrado FPGA (field-programmable gate array) de alta velocidade. A função Auto Mix do Modelo 5421 utiliza um algoritmo sofisticado baseado no FPGA para fornecer inteligibilidade de áudio optimizada.

O Modelo 5421 liga-se a uma rede local (LAN) usando um sinal Ethernet (1000 Mb/s) standard. A energia operacional do Modelo 5421 é fornecida por um sinal Ethernet compatível com Power-over-Ethernet (PoE).

Importante factor a ter em conta: o Modelo 5421 foi projetado para que seu desempenho e recursos possam ser melhorados no futuro. Uma porta USB tipo A, acessível no painel traseiro da unidade, permite que o firmware principal seja atualizado usando uma unidade flash USB standard.

O sistema funciona, como foi referido, com os beltpacks da linha STUDIO TECHNOLOGIES. O modelo 371A, por exemplo, é baseado em tecnologia de áudio sobre Ethernet Dante e oferece-lhe dois canais independentes talk/listen, função de chamada integrada, possibilidade de utilização de microfones dinâmicos ou eletreto, ligação de auscultador, com XLR macho de 4 pinos, uma qualidade de áudio superior (para manter a compatibilidade e a familiaridade do utilizado, os auscultadores com XLR fêmea de 4 pinos são diretamente compatíveis). O modelo 371A é configurável através do já mencionados STcontroller, é compatível com AES67 e Dante Domain Manager ™
e é alimentado também através do Power-over-Ethernet (PoE).

A Fundação Gulbenkian fez a sua opção de entrada na era da intercomunicação digital com base Dante, ao acabar de instalar estes sistemas para o seu complexo de salas.

Se quiser saber mais sobre estes produtos da STUDIO TECHNOLOGIES veja aqui e aqui. Saiba mais sobre o software de configuração STcontroller aqui. Já aqui lhe falámos sobre outros produtos da baseados no protocolo Dante. Pode lê-los aqui, aqui, aqui, aqui ou aqui. Para saber mais ainda, consulte-nos. Estudaremos juntos a solução mais adequada às suas necessidades.


V__pro8 da LAWO, o processador completo

A metáfora possível para o V__pro8 da LAWO é esta: um construtor de pontes. Um processador de vídeo compacto, totalmente digital, de 8 canais, que inclui todos os recursos geralmente envolvidos nos fluxos de trabalho normais de produção, na área vídeo de broadcast. Combinar o processamento de vídeo e áudio num único dispositivo garante a máxima eficiência e maior segurança operacional, com as necessidades de espaço, de cablagem e os custos significativamente reduzidos. Em resumo, o V__pro8 da LAWO é isto. Mas há muito mais.

V__pro8 da LAWO

Construir uma ponte entre o áudio e o vídeo. Eis um dos grandes predicados do V__pro8. Mas há mais. O V__pro8 é a ferramenta perfeita para ligar diferentes formatos de vídeo e também para ligar áudio e vídeo. Conversão de formato de alta qualidade, correção de cor, bem como incorporação ou extracção de áudio tornam o V__pro8 um processador compacto e poderoso que constrói pontes entre mundos e formatos diferentes.

Duas portas de áudio MADI de alta densidade fornecem uma ponte eficiente de vídeo para áudio dentro da infraestrutura do estúdio. O V__pro 8 funciona como um sistema de matriz flexível. Usando a matriz de vídeo 8 x 8 e matriz de áudio 384 x 384, é possível comutar qualquer sinal para outro.

Uma interface gráfica moderna, baseada em HTML5, é tudo quanto é necessário para lidar de forma fácil com o trabalho diário. Funciona assim: oito de-embedders SDI 3G, de alta qualidade, e um número correspondente de embedders podem ser inseridos aplicados a oito sinais de vídeo, de acordo com as suas necessidades. Isto permite que os sinais de áudio (em qualquer número) possam ser extraídos do vídeo e novos sinais de áudio sejam incorporados ao sinal de vídeo. Uma solução simples, fiável e eficiente.

Em súmula rápida, o V__pro 8 da LAWO proporciona-lhe sincronização de frames, mais delays variável de áudio e vídeo, e também correção de cor RGB e Proc Amp por cada canal. Tem dois conversores de surround para estéreo por embedder, modos frame phaser e line phaser, embedder e de-embedder, incluindo SRC por canal, conversão Up/Down/Cross e AR por cada dois canais e uma matriz, 8×8 vídeo e 384×384 áudio, interna. Mas, como dissemos, há mais ainda!

Para saber mais sobre o V__pro8 da LAWO veja aqui. Veja aqui, aqui e aqui vídeos que lhe descrevem algumas das capacidades deste equipamento. Leia aqui e aqui análises ao produto. Se quiser saber mais ainda ou pretender uma demonstração, contacte-nos, por favor.