Intercomunicação na era digital

Intercomunicação é a palavra-chave deste século. É-o, quer estejamos a falar de broadcast (televisão ou rádio), de vivo (teatro ou concerto) ou de outras situações com necessidades de intercomunicação específicas. Mas IP é a palavra-chave quando falamos de intercomunicação. O Audio over IP (AoIP) veio abrir uma nova era à intercomunicação. Enorme flexibilidade de operação, sistemas mais compactos e eficientes, maior qualidade de sinal. A STUDIO TECHNOLOGIES oferece-lhe sistemas com estas características. Totalmente configuráveis por forma a responder a necessidades de intercomunicação específicas e com um custo extremamente vantajoso. O Modelo 5421 juntamente com o Modelo 371A, é uma destas possibilidades, que lhe proporciona uma base extremamente potente, de qualidade máxima, que constitui um investimento à prova de futuro.

Modelo 5421 STUDIO TECHNOLOGIES

Quando junta o Dante Intercom Audio Engine, Modelo 5421 com os Intercom Beltpack Modelo 371A, passa a dispor de um sistema de intercomunicação extremamente potente e eficaz, que obedece às mais recentes normas do AoIP, aplicável em todas a situações de broadcast, teatro, vivo e intercomunicação em geral, preparado para o futuro, que constitui um investimento sólido e muito atractivo.

O Modelo 5421 proporciona um mecanismo de áudio de 16 canais, que pode ser configurado para fornecer de um a quatro circuitos de intercomunicação “virtuais”. A expressão “mecanismo de áudio” foi escolhida para descrever um conjunto de recursos de entrada, processamento, ligação e saída de áudio que pode ser configurado para garantir os mais apertados requisitos de intercomunicação. Ao contrário de dispositivos de matriz digital Dante de utilização geral, o Modelo 5421 é otimizado para permitir suporte directo para teatro, pequenas transmissões e aplicações gerais de intercomunicação. Os 16 canais oferecidos pelo Modelo 5421 são configurados em grupos. Tecnicamente, cada grupo oferece suporte à operação party-line, criando uma série de saídas exclusivas “mix-minus”, uma para cada canal do grupo. Essas saídas especializadas permitem que cada utilizador atribuído a um grupo específico (uma linha partilhada) ouça todos os membros desse grupo, excepto a si próprio. Usando o aplicativo de software STcontroller, pode criar uma configuração que lhe permite segmentar os 16 canais que o Modelo 5421 lhe proporciona. Isso proporciona-lhe o uso eficiente dos canais Dante para atender às necessidades decorrentes de cada aplicação específica. Como todos os beltpacks de intercomunicação Dante são essencialmente dispositivos de 4 fios (tendo canais independentes de recepção (entrada) e transmissão (saída)), a funcionalidade de linha partilhada “virtual” (simulada) é criada dentro dos recursos de processamento digital do Modelo 5421. Definido o número máximo de utilizadores em qualquer linha partilhada, em cada caso específico, e usando o aplicativo Dante Controller, cada grupo pode receber um nome exclusivo. Esses nomes normalmente refletem como cada grupo específico será utilizado. Nomes como Produção, Iluminação, Contra-regra, seriam as que, por exemplo, uma aplicação em intercomunicação para teatro poderia requerer.

Modelo 371A

O modelo 5421 é compatível com muitos dispositivos que obedecem à norma Dante, incluindo a ampla gama de beltpacks da STUDIO TECHNOLOGIES. Incluem-se o Modelo 372A e o Modelo 373A de canal único/escuta dupla, o Modelo 370A, o Modelo 371A de 2 canais e o Modelo 374A de 4 canais. O Modelo 5421 também funciona directamente com outros dispositivos Dante, como a Unidade de Intercomunicação Modelo 348 e a Unidade de Alerta Dante Modelo 391. Além disso, o Modelo 5421 pode funcionar com sistemas de intercomunicação de matriz, mesas de mistura de áudio e estações base de intercomunicação sem fios.

Os dados de áudio associados ao Modelo 5421 são enviados e recebidos usando a tecnologia de rede de áudio sobre Ethernet Dante, SR 48 kHz/16, 24 e 32 bit . Até 16 receptores Dante (entrada) e 16 canais transmissores (saída) estão disponíveis para implementar circuitos de intercomunicação virtual party-line (PL).

Usando o já referido aplicativo de software Dante Controller, a interface Dante do Modelo 5421 pode ser configurada para suportar, ou não, sinais de áudio digital AES67. A unidade também é compatível com o aplicativo de software Dante Domain Manager (DDM). O DDM oferece um conjunto optimizado de recursos de controlo e monitorização de rede, tornando-o ideal em situações com requisitos especiais de segurança e permite que os canais de áudio do Modelo 5421 sejam compatíveis com ST 2110-30.

O circuito de áudio do Modelo 5421 foi projectado para atender às exigências do áudio profissional, garantindo uma qualidade superior. O processamento de áudio é realizado no domínio digital usando um circuito integrado FPGA (field-programmable gate array) de alta velocidade. A função Auto Mix do Modelo 5421 utiliza um algoritmo sofisticado baseado no FPGA para fornecer inteligibilidade de áudio optimizada.

O Modelo 5421 liga-se a uma rede local (LAN) usando um sinal Ethernet (1000 Mb/s) standard. A energia operacional do Modelo 5421 é fornecida por um sinal Ethernet compatível com Power-over-Ethernet (PoE).

Importante factor a ter em conta: o Modelo 5421 foi projetado para que seu desempenho e recursos possam ser melhorados no futuro. Uma porta USB tipo A, acessível no painel traseiro da unidade, permite que o firmware principal seja atualizado usando uma unidade flash USB standard.

O sistema funciona, como foi referido, com os beltpacks da linha STUDIO TECHNOLOGIES. O modelo 371A, por exemplo, é baseado em tecnologia de áudio sobre Ethernet Dante e oferece-lhe dois canais independentes talk/listen, função de chamada integrada, possibilidade de utilização de microfones dinâmicos ou eletreto, ligação de auscultador, com XLR macho de 4 pinos, uma qualidade de áudio superior (para manter a compatibilidade e a familiaridade do utilizado, os auscultadores com XLR fêmea de 4 pinos são diretamente compatíveis). O modelo 371A é configurável através do já mencionados STcontroller, é compatível com AES67 e Dante Domain Manager ™
e é alimentado também através do Power-over-Ethernet (PoE).

A Fundação Gulbenkian fez a sua opção de entrada na era da intercomunicação digital com base Dante, ao acabar de instalar estes sistemas para o seu complexo de salas.

Se quiser saber mais sobre estes produtos da STUDIO TECHNOLOGIES veja aqui e aqui. Saiba mais sobre o software de configuração STcontroller aqui. Já aqui lhe falámos sobre outros produtos da baseados no protocolo Dante. Pode lê-los aqui, aqui, aqui, aqui ou aqui. Para saber mais ainda, consulte-nos. Estudaremos juntos a solução mais adequada às suas necessidades.


V__pro8 da LAWO, o processador completo

A metáfora possível para o V__pro8 da LAWO é esta: um construtor de pontes. Um processador de vídeo compacto, totalmente digital, de 8 canais, que inclui todos os recursos geralmente envolvidos nos fluxos de trabalho normais de produção, na área vídeo de broadcast. Combinar o processamento de vídeo e áudio num único dispositivo garante a máxima eficiência e maior segurança operacional, com as necessidades de espaço, de cablagem e os custos significativamente reduzidos. Em resumo, o V__pro8 da LAWO é isto. Mas há muito mais.

V__pro8 da LAWO

Construir uma ponte entre o áudio e o vídeo. Eis um dos grandes predicados do V__pro8. Mas há mais. O V__pro8 é a ferramenta perfeita para ligar diferentes formatos de vídeo e também para ligar áudio e vídeo. Conversão de formato de alta qualidade, correção de cor, bem como incorporação ou extracção de áudio tornam o V__pro8 um processador compacto e poderoso que constrói pontes entre mundos e formatos diferentes.

Duas portas de áudio MADI de alta densidade fornecem uma ponte eficiente de vídeo para áudio dentro da infraestrutura do estúdio. O V__pro 8 funciona como um sistema de matriz flexível. Usando a matriz de vídeo 8 x 8 e matriz de áudio 384 x 384, é possível comutar qualquer sinal para outro.

Uma interface gráfica moderna, baseada em HTML5, é tudo quanto é necessário para lidar de forma fácil com o trabalho diário. Funciona assim: oito de-embedders SDI 3G, de alta qualidade, e um número correspondente de embedders podem ser inseridos aplicados a oito sinais de vídeo, de acordo com as suas necessidades. Isto permite que os sinais de áudio (em qualquer número) possam ser extraídos do vídeo e novos sinais de áudio sejam incorporados ao sinal de vídeo. Uma solução simples, fiável e eficiente.

Em súmula rápida, o V__pro 8 da LAWO proporciona-lhe sincronização de frames, mais delays variável de áudio e vídeo, e também correção de cor RGB e Proc Amp por cada canal. Tem dois conversores de surround para estéreo por embedder, modos frame phaser e line phaser, embedder e de-embedder, incluindo SRC por canal, conversão Up/Down/Cross e AR por cada dois canais e uma matriz, 8×8 vídeo e 384×384 áudio, interna. Mas, como dissemos, há mais ainda!

Para saber mais sobre o V__pro8 da LAWO veja aqui. Veja aqui, aqui e aqui vídeos que lhe descrevem algumas das capacidades deste equipamento. Leia aqui e aqui análises ao produto. Se quiser saber mais ainda ou pretender uma demonstração, contacte-nos, por favor.


Madison, mais que um conversor AD-DA

A SPL oferece ferramentas únicas para o profissional do som. Assentes numa tecnologia única, distinguem-se pela sua precisão e pela extrema robustez. Não há estúdio nem profissional de som de referência que não disponham de um modelo da SPL no seu arsenal. O Madison é um destes modelos do fabricante alemão, que exibe características únicas, que nenhum outro fabricante disponibiliza. Razões que justificam ficar a conhecer melhor esta ferramenta, imprescindível no mundo do áudio profissional.

O modelo Madison é um conversor AD/DA de 16+16 canais e interface MADI. Este modelo oferece o que quase nenhum outro fabricante, neste segmento de preço, tem para oferecer: 16 conversores AD/DA. Se lhe juntar o SmartMADI e o Madicon, o conjunto torna-se uma interface de estúdio multicanal, expansível, de primeira ordem.

Quando adquire um Madison passa a dispor de um interface que lhe proporciona:

Distância de transmissão MADI até 2 km
Latência MADI I/O: 1 sample
Porta óptica MADI, tipo SC
Modos Hi/Lo de 56 e 64 canais
Varispeed até +/- 12,5%
Sincronização para MADI, Wordclock ou Interna
ID do dispositivo para encadeamento
Conversores 16 AD e 16 DA
24 bits / até 192 kHz
LED de nível por canal em blocos de quatro facilmente legíveis
O dBfs: 15, 18, 22 ou 24 dBu
Unidade de fonte de alimentação redundante opcional

Sem ventoinha o Madison é particularmente adequado a ambientes sensíveis ao ruído.

Se lhe juntar o Madicom ficará a dispor de um interface MADI mais fácil de operar, simples e moderno.
Ao ligar o Madicon e o Madison ficará a dispor de um dispositivo de áudio sobre IP, mais fácil de configurar e mais fiável.
Não necessita de um roteador MADI adicional para mais de dois dispositivos MADI. A sample rate é transmitida via fluxo MADI que, de forma muito prática, o Madison segue automaticamente.

Veja aqui as características detalhadas destes produtos. Confira também os esquemas que lhe descrevem as configurações possíveis, videos e algumas análises da imprensa especializada. Contacte-nos para mais informações sobre estes e outros produtos da SPL.


A LAWO a oriente, com a Jiangsu TV

Uma das empresas de broadcasting mais influentes da China, a Jiangsu TV, acaba de distinguir a LAWO para o fornecimento do seu novo carro de exteriores 4K. A LAWO foi uma escolha fácil, pois três dos seus carros de exteriores usam já mesas da marca. Esta é a primeira fase para uma transformação total em direcção a uma solução totalmente assente em tecnologia IP.

A familiaridade com esses equipamentos, uma vez que três outros carros de exteriores da utilizam já mesas LAWO, tornou a decisão óbvia. O desempenho, a fiabilidade e a operação intuitiva deste equipamento LAWO superaram, segundo os responsáveis técnicos da Jiangsu TV, todas as outras opções, o que veio tornar a decisão ainda mais óbvia. A Jiangsu TV compreende um conjunto de 11 canais incluindo notícias, cultura, filmes, desporto, internacional, etc.. É o terceiro broadcaster do país e tem sede em Nanjing.

as novas mc²56 e ruby

O novo carro de exteriores contém uma mesa modelo mc²56 de 48 vias como a mesa principal. O seu processamento avançado e o núcleo de roteamento oferecem 256 canais DSP, uma capacidade de 5120 × 5120 canais mono, 12 portas RAVENNA, 8 portas MADI e 32 entradas AES e saídas com ligações D-Sub e BNC. Compacta, flexível e versátil, a mc²56 é otimizada para o ambiente de produção de vídeo IP nos dias de hoje. A solução foi projectada, desde o início, para se integrar numa rede de infraestruturas para produções complexas. Pensada de raíz para fluxos de áudio SMPTE 2110, AES67 / RAVENNA, DANTE e MADI, a nova solução incorpora a tecnologia LiveView ™ de LAWO que permite mostrar visualizações em miniatura dos fluxos de vídeo nos faders, aumentando a precisão de operação em situações de produção em ritmo acelerado.

Adicionalmente, é também usada uma mesa de broadcast modelo ruby ​​de 12 vias. Esta segunda mesa é utilizada como backup para todo o sistema de áudio. O sistema compreende ainda duas stageboxes integradas. Uma A__stage 64 com 32 Mic / Line-in e 16 Line out, mais 8 AES in / out e GPI in / out, e MADI I / O, são usadas com uma stagebox A__stage 48, idêntica à A__stage 64, mas com 16 Mic / Line-ins. Essa combinação permite grande flexibilidade na integração dos fluxos de sinal. A mesa ruby ​​tornou-se uma das favoritas dos broadcasters de todo o mundo, graças ao seu design elegante e bem organizado e à sua capacidade de se adaptar facilmente a fluxos de trabalho muito dinâmicos.

Construir um sistema com base IP, verdadeiro e elegante, evitando cabos e mais unidades de rack, é um grande benefício para os cliente LAWO. Economiza espaço no carro de exteriores, mas, mais importante, funde o sistema de vídeo e o sistema de áudio de forma totalmente integrada. É este conceito que a Jiangsu TV pretende alargar, para além do sistemas usados nos carros de exteriores, a todo o sistema de produção.

Saiba mais sobre esta escolha da Jiangsu TV. Saiba mais sobre a LAWO e saiba mais ainda sobre estes e outros produtos consultando-nos.


Monitorizar em rede

A RTW é a marca de referência absoluta quando falamos de monitorização de sinal áudio. A empresa começou a construir este seu estatuto há mais de 50 anos, presente desde então em todas as revoluções pelas quais tem passado o áudio profissional. O salto para o digital foi acompanhado pela criação de uma série de produtos novos que visaram adaptar a área da monitorização de sinal de alta resolução às mudanças tecnológicas profundas que o acompanharam. O desafio hoje é o de integrar a tecnologia digital com a tecnologia de base IP. A RTW oferece-lhe agora uma nova linha de produtos, que estão em sintonia com o que de mais avançado o mercado hoje exige. Combine então o mais avançado com a fiabilidade tradicional e segura da RTW.

Desde há 50 anos que a RTW vem acompanhando o constante progresso tecnológico na indústria de áudio profissional, com instrumentos e tecnologias inovadores para monitorização de áudio na área do broadcast, produção, pós-produção e controlo de qualidade. Quer se trate de medição de sinal áudio, medição de intensidade ou monitorização de sinal, os sistemas de última geração do RTW são o resultado de uma abordagem estratégica orientada para o futuro, que se traduz num desenvolvimento contínuo e na máxima atenção dada à fiabilidade e à proteção dos investimentos dos seus clientes. Depois da revolução digital o desafio que se colocou à empresa foi o de conceber produtos que permitissem integrar a tecnologia digital com a tecnologia que está na base da nova revolução que se opera no domínio do áudio profissional: a tecnologia de base IP. Pelo caminho, a RTW não suspendeu a introdução de melhorias significativas no modo de funcionamento e no interface com o utilizador dos seus produtos. Bem-vindo ao mundo do áudio digital com base na tecnologia IP.

Áudio sobre IP e ecrãs sensíveis ao tacto, eis o segredo. A linha TouchMonitor marca realmente uma mudança de paradigma de monitorização e medição de volume de sinal de áudio. Os modelos TM7 e TM9 são o reflexo de muitos anos de experiência. Os dois modelos combinam a máxima flexibilidade e modularidade, com uma superfície activada por toque intuitiva e análise de sinal multicanal. O novo conceito ergonómico TouchMonitor é baseado num ecrã sensível ao toque e oferece liberdade sem precedentes na organização e dimensionamento dos controles do interface do utilizador. Hoje, praticamente todos os principais fornecedores de mesas de mistura implementam versões OEM do TM7 ou TM9 nos seus produtos. E o TM3 abre novos mercados para RTW: este produto de nível básico, com um preço muito atraente, baseia-se num ecrã sensível de 4,3″, com volume pró-grau, pico real e funções de medição PPM. O TM3 permite aplicar o conceito do TouchMonitor numa solução de medição mais compacta, ideal para cabines de jornalistas, de edição e pequenas salas de controlo. Qualquer que seja o standard do seu equipamento os novos produtos da série TouchMonitor “falam” todas as linguagens: Dante, Ravenna, AES67, ou SMPTE ST2110.

Ao escolher RTW , está a optar por até 32 canais a 96 kHz, visualização instantânea do estado da rede, suporte de rede redundante, fácil roteamento, latência e sincronização praticamente zero.

Ao escolher RTW, para além de dispôr do equipamento mais preciso e fiável do mercado, um verdadeiro standard, está a apostar numa marca de futuro, com presença no mercado há mais de 50 anos.

Saiba mais sobre os novos produtos da linha TouchMonitor aqui. Venha falar connosco e fique a saber qual o modelo mais adequado às suas necessidades.


MicroN UHD: solução de futuro

O MediorNet MicroN da RIEDEL é um interface de sinal de alta densidade, que oferece um amplo conjunto de entradas e saídas para áudio, vídeo e dados. Trata-se de uma tecnologia altamente versátil que pode ser usado em produções de diferentes dimensões e graus de complexidade. O MediorNet MicroN UHD da RIEDEL é um equipamento assente em software, que pode ser muitas coisas diferentes: um processador de sinal, um link ponto a ponto simples para até 12 sinais HD bidirecionais ou parte de um grande roteador descentralizado. Mas pode até servir como um MultiViewer ou uma ponte entre redes MediorNet e redes IP. É esta a solução escolhida pela Betamobil, a empresa de Berlim especializada em instalações e serviços avançados de produção para carros de exteriores.

aqui lhe falámos do MediorNet MicroN da RIEDEL. Trata-se de um interface de sinal de alta densidade, que oferece um amplo conjunto de entradas e saídas para áudio, vídeo e dados. A sua característica principal é a sua enorme versatilidade, que lhe permite ser usado em grandes e pequenas produções e crescer com as exigências do seu volume de trabalho. Para redes maiores de mídia, construídas em dispositivos de transporte MediorNet, o MicroN pode servir como uma breakout box para um roteador MetroN e estender a conectividade além das entradas e saídas de fibra, e qualquer tipo de I / O de vídeo e áudio. Além disso, o MicroN pode simplesmente trabalhar com um roteador MetroN, com outras unidades MicroN ou incluído numa configuração ponto a ponto autónoma que fornece uma solução económica em produções de pequena a média dimensão. Quando adicionado a outros dispositivos MediorNet, o MicroN oferece a vantagem de possuir poderosos recursos de processamento de sinal integrado, que praticamente eliminam a necessidade de dispositivos externos.

MediorNet MicroN UHD

A Betamobil é uma produtora de instalações e serviços avançados de carros de exteriores. Tem sede em Berlim. Trata-se de um dos poucos fornecedores no campo da produção de TV que pode realmente oferecer TUDO, desde a equipa EB até carros com até 20 câmaras, e realizar produções complexas e exigentes de uma única fonte.
Trabalha na área da TV, eventos, shows e eventos desportivos, disponibilizando equipas de câmara, SNG, produção de carros de exteriores de pequeno a grande porte, em formatos 4K / UHD e HD.

A Betamobil é o mais recente cliente europeu a adotar a nova solução de processamento e distribuição de mídia MediorNet MicroN UHD da RIEDEL, juntamente com um sistema Bolero. Para apoiar a sua migração contínua para operações baseadas em IP, a Betamobil instalou 14 dispositivos MicroN UHD para garantir o roteamento descentralizado de sinal a bordo do seu principal carro de exteriores, o UHD5, cujo nome reflecte a atualização das suas capacidades avançadas de produção UHD.

Saiba todos os detalhes sobre este projecto aqui. Saiba mais sobre o MediorNet MicroN e outras soluções de distribuição de sinal video da RIEDEL aqui. Venha saber mais ainda sobre estas e outras soluções RIEDEL, venha falar connosco.


Voando no mar com a RIEDEL

A America’s Cup é o mais velho troféu desportivo, iniciado em 1851, 45 anos antes dos primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna. É a prova rainha de yachting. Diferentes cenários, diferentes formatos ao longo das suas 35 edições, o mesmo objectivo: o exercício da excelência, uma prova de resistência e perícia, que envolve sempre as equipas mais capazes, usando as embarcações e os meios mais sofisticados. Um laboratório também, exemplo de utilização das tecnologias mais avançadas para este tipo de provas. Para esta 36ª edição do troféu, foi criado um novo conceito de cobertura do evento, descrito como 360º. Só possível com a tecnologia de ponta da RIEDEL.

A America’s Cup é uma prova emblemática, que consubstancia um casamento feliz entre espírito desportivo, cooperação e inovação tecnológica, revelando, ao mesmo tempo, algumas das mais empolgantes cenas que o desporto a este nível nos proporciona. Raros são os eventos desportivos que conseguem atingir este pleno. Os que o atingem constituem um exemplo que há que destacar. Para que tudo isto seja possível, o evento conta o contributo muito diversificado que vai de uma equipa de qualidade de topo a estruturas especiais que ajudam a elevar o nível de ambição da prova, manifesto desde a primeira hora, nos anos idos do século XIX. Nesta sua 36ª edição, a America’s Cup conta com o contributo de uma empresa, que, pode-se dizer, está num patamar absolutamente equivalente em ambição, capacidade de congregação de esforços, desejo de inovar e exigência de manutenção dos mais elevados padrões: a RIEDEL. O objectivo é o de atingir uma cobertura de 360º do evento.

Para o efeito, foram desenvolvidas soluções de câmara inovadoras, novas tecnologias de áudio e tecnologia de sensor incorporada numa infraestrutura técnica abrangente. Tudo apoiado numa equipe local de 30 membros, que asseguram a gestão de todos os sistemas de áudio, vídeo, comunicação, rastreamento e transmissão de dados, incluindo os sinais das câmaras de bordo, dos barcos de perseguição e dos helicópteros. Uma vez que todos os sistemas de câmara, microfone e transmissão devem suportar condições marítimas extremas, a RIEDEL forneceu equipamentos à medida para cada embarcação em competição.

Para conseguir isso, a empresa alemã aproveitou a potência combinada da família RIEDEL de fornecedores de soluções, que vão desde antenas e sistemas de radar de Pidso, assentes tecnologias de rastreamento GPS de Igtimi, até know-how náutico altamente especializado do centro de P&D da RIEDEL no Porto Confiada para apoiar o conceito de tecnologia abrangente usado na cobertura da Copa América. A RIEDEL também integrou serviços e tecnologias de outros parceiros tecnológicos na extensa infraestrutura de produção, incluindo fabricantes respeitados como iXblue, Sennheiser e da nossa representada LAWO.

Além de ter feito deslocar engenheiros ao local, a RIEDEL também fornece amplo suporte remoto de seu galardoado Centro de Operações Remotas (ROC) em Wuppertal, Alemanha. O ROC serve como um hub de monitorização e engenharia, por meio do qual os operadores podem aceder remotamente a toda a configuração do sistema em Auckland, incluindo vídeo, áudio e sinais de intercomunicação. Isso permite que a equipe ROC monitorize e controle parâmetros essenciais do equipamento a bordo dos iates de corrida, incluindo controlo de câmaras, configuração de áudio, transmissão de dados GPS e gestão de baterias, para além de suporte à equipe local na otimização do desempenho do sistema.

Saiba mais sobre este evento e sobre o papel da RIEDEL aqui. Veja reportagens sobre o que fica aqui sumarizado aqui, aqui e aqui. Saiba mais sobre a RIEDEL e as suas soluções aqui.

Venha falar connosco para saber ainda mais sobre a RIEDEL e como estas soluções o poderão ajudar.


VSM, a solução LAWO para a Asharq News

A Asharq News é um novo canal noticioso, com cobertura mundial, mas especialmente apontado à chamada região MENA (Médio Oriente e Norte de África.) O novo canal começou a operar em Novembro do ano passado e tem uma associação à Bloomberg. Na concepção dos novos estúdios foi tida em conta uma solução da LAWO, o VSM, que funciona como sistema de controlo de todos os sinais vídeo e áudio sobre IP. Um projecto muito ambicioso, para o qual a solução proposta pela LAWO dá um contributo decisivo.

A Asharq News é um serviço de notícias multi-plataforma a funcionar 24 horas por dia, 7 dias por semana. Tem cobertura mundial, focando-se na chamada região MENA, Médio Oriente e Norte de África. Esta cobertura é assegurada por um canal de televisão dedicado, para além várias plataformas digitais e o conteúdo conta com um acordo de conteúdo exclusivo com a Bloomberg. O novo serviço é já líder na área das notícias, centrando a sua actividade nos assuntos económicos e políticos. O novo canal foi lançado em novembro do ano passado.

A Asharq News tem metas ambiciosas para todos os aspectos do desenvolvimento de seu centro de produção. Para a sua criação a Asharq contou com uma equipe de especialistas composta por uma empresa internacional de arquitectura, empresas de construção locais e o integrador Qvest Media, para a ajudar em todas as questões ligadas à tecnologia, desde o próprio conceito de design, ao planeamento do espaço do edifício. De mãos dadas, foi desenvolvida uma simbiose perfeita e moderna de design de espaço de interiores e de trabalho, bem como um conceito arquitectónico funcional, que junta o trabalho editorial, criativo e técnico ao design do cenário e do estúdio.

O Virtual Studio Manager (VSM) da LAWO, foi escolhido como o nível de controlo superior para a produção sobre IP. Controla a infraestrutura de vídeo e gere os fluxos de IP de áudio. 34 painéis de hardware e várias GUIs de software que constituem a interface do sistema para um fluxo de trabalho uniforme e padronizado. O VSM integra-se perfeitamente com o equipamento de transmissão, incluindo roteadores e switchers de vídeo, roteadores de áudio, consolas de áudio, multiviewers, intercomunicadores, equipamento modular e muitos dispositivos especiais da mais diversa natureza. Comunicando através de protocolos nativos sempre que possível, os equipamentos de diferentes fabricantes funcionam perfeitamente, de forma síncrona, oferecendo possibilidades incomparáveis ​​de recall e controlo lógico ao longo de todo o sistema. Com uma infraestrutura TCP/IP moderna, o VSM utiliza equipamento TI standard, aumentando-lhe a fiabilidade e a redundância através de software sofisticado de redundância.

Leia mais sobre esta solução para a Asharq News aqui. Saiba sobre o VSM da LAWO aqui e aqui. Se desejar saber mais ainda, fale connosco. Tentaremos estudar consigo o modo de satisfazer totalmente as necessidades do seu serviço broadcast.


RƎLAY Virtual Patch Bay, a rádio da nova era

O AoIP (Audio over IP) é o destino para o qual toda a área do broadcast, incluindo a rádio, caminha. As possibilidades que a nova tecnologia oferece tornam o seu uso incontestável. As suas vantagens, quer sob o ponto de vista técnico quer financeiro, tornam a sua escolha inevitável. Fazer assentar toda a sua produção numa infraestrutra concebida à volta de uma solução de base AoIP é, pois, um caminho tão inevitável, como é inevitável a noite suceder ao dia. Resta saber como e quando tomar essa decisão. As ferramentas para que essa transição se faça de maneira suave existem. A LAWO é pioneira em soluções para a rádio assentes na tecnologia AoIP. Um novo produto, o RƎLAY Virtual Patch Bay, é uma solução de software que transforma a sua estação numa poderosa infraestrutura de comunicação. Assente em tecnologia que, muito provavelmente, já possui. A pensar em si, no seu investimento passado, mas, sobretudo, projectando a sua capacidade de produção para o futuro. Sempre dentro dos mais elevados padrões de qualidade broadcast. É tão simples como clicar, ligar e emitir.

O processamento de áudio de um PC é muito limitado. Permitir a ligação entre aplicações de áudio, placas de som e hardware de transmissão era quase impossível. Até ao aparecimento deste RƎLAY Virtual Patch Bay da LAWO, o software que constitui o elo que faltava à sua estação.

Com o novo produto é agora possível fazer circular, como toda a simplicidade, o sinal áudio entre aplicações de áudio do seu PC e entre os dispositivos externos de áudio em hardware. É também possível ligar fluxos AoIP de maneira nativa. O RƎLAY VPB exibe-os numa matriz intuitiva, que permite modificar ou corrigir origens e destinos através de um simples clique. É possível misturar e combinar várias fontes. É também possível criar mapas de roteamento personalizados. O RƎLAY Virtual Patch Bay inclui o Processing Suite, um conjunto de plug-ins em formato VST, baseados nas mesmas ferramentas usadas nas mesas de mistura da série mc², como esta, por exemplo. Mas o novo RƎLAY VPB permite criar também loops de processamento com plug-ins VST desenvolvidos por terceiros.

O RƎLAY VPB em conjunto com o seu software de playout equivale a um servidor de playout. Pode ser ligado à sua consola de mistura ou ao patchbay usando o protocolo AES67 / RAVENNA. É possível correr outros tipos de aplicações, como software de gravação ou edição, ao mesmo tempo, ligando as suas saídas através do RƎLAY VPB para distribuir os sinais através da sua rede AoIP. É possível instalar uma placa de som de hardware no seu servidor PC e correr em paralelo o VPB para monitorização local ou para saídas duplas redundantes. Pode usar o RƎLAY VPB num servidor para ligar várias instâncias do codificador de fluxo de software. Os sinais de entrada de áudio podem ser processados ​​por plug-ins do Audio Processing Suite da LAWO (ou seu VST favorito) antes da distribuição para vários codificadores. Os extensos recursos de medição do RƎLAY VPB podem mostrar os níveis de pico e volume para todos os sinais de uma vez. Quer gravar verificações de ar de streams codificados? Fácil: basta encaminhar o áudio para as aplicações de codificação e gravação simultaneamente. É possível correr o RƎLAY VPB no PC de playout do seu estúdio. É possível adicionar outras aplicações de operação como codecs remotos, clientes VoIP ou de processamento de áudio. Um estúdio inteiro virtual. Os poderosos PCs COTS de hoje podem podem correr várias aplicações simultaneamente. Isto permite economizar os custos associados ao hardware de estúdio e aproveitar totalmente o poder do seu PC playout. Usando os recursos de comando Ember+ do RƎLAY VPB, essas aplicações de áudio podem ser iniciadas automaticamente sempre que for necessário, e as suas saídas dirigidas para qualquer terminal da sua rede AES67 / RAVENNA.

O RƎLAY VPB pode ser ligado a praticamente todos os tipos de hardware e software de áudio disponíveis, tanto a ferramentas profissionais dedicadas como a soluções de consumo.
A compatibilidade com a norma RAVENNA / AES67 é nativa, permitindo o uso de fluxos RAVENNA AoIP por meio de placas de interface de rede prontas a ser usadas. O RƎLAY VPB pode processar sinais de áudio usando os aplicativos da Processing Suite de alta qualidade ou plug-ins VST2 de outros fabricantes. As amplas capacidades de medição incluem pico, volume EBU R128 e ATSC A/85 e medição de correlação. A operação é feita como num patchbay, de forma muito intuitiva. As configurações completas – incluindo todos os parâmetros de processamento – podem ser guardadas e recuperadas com o clique do rato. O RƎLAY VPB pode executar scripts para controlar outros aplicativos de software usando o protocolo de código-fonte aberto Ember + e pode ser controlado remotamente via Ember +.
A integração de hardware de áudio é total, com drivers WDM, WASAPI e MME. Os clientes RƎLAY VPB ASIO e WDM estão disponíveis para outras aplicações, em paralelo e sem restrições. O RƎLAY VPB ASIO suporta até 8 dispositivos de hardware ASIO, que podem ser usados ​​ao mesmo tempo.
Suporta ainda até 64 canais de áudio RAVENNA / AES67.A Audio Processing Suite incluída compreende equalizador paramétrico, equalizador gráfico, compressor com e sem filtro, limitador, expansor, Image X e hyperpanning.
O RƎLAY VPB suporta plug-ins de áudio VST fabricados por terceiros.

Se não ficou impressionado com as capacidades do novo RƎLAY VPB da LAWO, leia aqui mais sobre este produto, obtenha a brochura sobre o conceito RƎLAY de Virtual Radio Software e fique a conhecer os outros produtos da linha RƎLAY, como o VRX Virtual Radio Mixer, o VSC Virtual Sound Card ou o AoIP Stream Monitor. Poderá ainda obter uma cópia de avaliação do RƎLAY. Aproveite para ficar a conhecer também as mesas de mistura concebidas para a rádio da LAWO.

Se preferir, fale connosco, para saber mais informações ainda sobre estes produtos e para avaliarmos juntos as suas vantagens face às suas necessidades específicas de produção.


Studio Technologies apresenta novidades

Ao migrar as suas operações de broadcast ou live para tirar partido da tecnologia AoIP (Audio over IP,) está a entrar num novo capítulo e num novo universo de possibilidades, que lhe vai trazer múltiplos benefícios. O AoIP é uma tendência em marcha, que inaugura uma nova era, em plena expansão e sem retrocesso. O áudio profissional, seja qual for área em que situe, está “condenado” a beneficiar dos novos padrões e das tecnologias neles baseadas e das vantagens que daí advêm. A Studio Technologies oferece-lhe um série de soluções que lhe permitirão entrar nesta nova era, tirando partido de todo seu potencial, de uma forma muito vantajosa, quer sob o ponto de vista tecnológico quer financeiro. Uma série de novos produtos foi, entretanto, anunciada pela empresa.

Modelo 5401A

Novos processos de produção, uma maior maior flexibilidade de operação e produtividade, uma redução de espaço, uma instalação mais compacta e uma significativa redução de custos. Tudo isto e muito mais pode ser esperado no seguimento da opção pelo AoIP. A Studio Technologies trabalha, desde há muito tempo, no desenvolvimento de produtos que lhe permitirão entrar nesta nova era da produção broadcast, de forma muito mais eficaz, flexível e com uma redução significativa de custos. Com significativas vantagens tecnológicas, operacionais e redução de custos.

Model 5421 Intercom Audio Engine

A passagem para esta nova era é um processo incontornável. A revolução tecnológica que lhe está na origem não é uma tendência de mercado. Não significa um mero retoque do make up. É uma revolução e uma realidade em plena explosão. O adiamento da entrada nesta nova realidade significa atrasos que poderão ser fatais. A Studio Technologies é uma das empresas mais empenhada em fornecer soluções que lhe proporcionarão entrar nesta nova era de forma segura, sólida e muito acessível. Sobre os produtos da empresa destinados a esta nova fase da produção de que já lhe falámos aqui, aqui e aqui. A linha de produtos AoIP/DANTE da marca viu-se, entretanto, recentemente reforçada com excitantes actualizações.

Model 5422A Intercom Audio Engine

Novo nesta sua actualização é o Modelo 5401A Dante Leader Clock, fornece sinal de sincronismo preciso, para aplicações que utilizam uma rede de áudio sobre IP Dante®. Outro dos novos produtos é o Modelo 5422A Intercom Audio Engine with Auto Mix. Uma solução flexível, económica e de alto desempenho, para a criação de circuitos de intercomunicação de linha partilhada (Party Line). A versão A adiciona uma função Auto Mix de alto desempenho, uma terceira porta GbE para controlo e outra USB para atualizações de firmware. Finalmente, o Modelo 5421 Intercom Audio Engine com Auto Mix. Trata-se de uma solução flexível, económica e de alto desempenho para a criação de circuitos de intercomunicação de linha partilhada (Party Line). É diretamente compatível com a variedade de unidades portáteis de cinto, com Dante, de 1, 2 e 4 canais. A unidade é adequada para uso em instalações de transmissão fixas e móveis, estúdios de pós-produção, ambientes de sala de espectáculo, educacional e eventos.

Saiba mais sobre a Studio Technologies. Se a sua actividade se situa no domínio do broadcast, rádio ou no live, ou qualquer outra com necessidades de intercomunicação, transmissão ou distribuição de sinal áudio, venha falar connosco para que possamos encontrar a solução Studio Technologies mais adequada às suas necessidades.