O nascimento de uma nação

A data de 14 de Julho marca o nascimento da nação francesa. O facto é assinalado anualmente com iniciativas que decorrem por todo o país. Uma das mais emblemáticas e espectaculares é o grande concerto, Le Grand Concert, que decorre, no Champ de Mars, junto à não menos emblemática Torre Eiffel. Já diversas vezes falámos aqui no Feedforward destes concertos e da importância que têm, na sua produção e transmissão, as mesas de mistura e outros equipamentos neles usados, fornecido pela LAWO. Fique a saber tudo sobre a edição de 2021 e sobre os seus bastidores técnicos.

As mesas da LAWO são incontestavelmente apontadas como o equipamento de referência, quando falamos de broadcast ou live. É este e outro equipamento que assegura, ano após ano, a qualidade superior de evento especiais, como é o caso deste concerto de comemoração do 14 de Julho, em França. O Concerto de Paris de 14 de Julho, tornou-se, na era pré-pandémica, um dos maiores eventos de música clássica realizado em qualquer parte do mundo> Assiste a ele, no local, cerca de meio milhão de espectadores. Este ano, o concerto contou com a Orquestra Nacional de França e o Coro de Radio France, a que se juntou um conjunto de solistas de renome internacional. O concerto foi seguido no local por 15 000 pessoas e foi retransmitido para uma audiência recorde de 3,5 milhões de telespectadores em França e de 10 milhões na Europa. São números impressionantes.

É particularmente significativo referir que, para satisfazer uma audiência expressiva como esta, o equipamento usado para fazer chegar todo este conteúdo aos ouvidos dos ouvintes e espectadores que o presenciaram, foi fornecido pela LAWO.

A mesa usado na FOH para a mistura da orquestra foi o modelo mc²56, de 48 vias. No controlo dos monitores foi, por sua vez, usada uma outra mc²56, também de 48 vias, com um extensor de 16 vias mc², acrescentado para permitir o distanciamento social entre os dois operadores . O controlo de pré-amplificadores separado, para a FOH e monitores e a separação da mesa mc²66 usado para a mistura da transmissão no carro de exteriores da Radio France permitiu o uso das próprias caixas de palco e pré-amplificadores de microfone DALLIS do sistema de forma integrada. Funcionando no contexto da rede de fibra óptica Optocore instalada pela Radio France para o sistema de som ao vivo, para ligar as mesas de mistura e os sistemas I/O do Concert de Paris, esta complexa operação provou, mais uma vez, que a LAWO se supera no que diz respeito aos padrões de qualidade do sinal áudio e a eficiência operacional.

Saiba mais sobre este evento, sobre as mesas mc²56 e sobre os sistemas de controlo áudio. Venha falar connosco para saber mais ainda sobre estas e outras soluções LAWO.


Intercomunicação e desporto

Os grandes eventos desportivos do presente envolvem grandes equipas, multidisciplinares, cujos membros precisam de estar em constante comunicação. Esta comunicação tem que ser intuitiva, fácil de operar, clara, de qualidade, fiável, sem falhas. Nos grandes palcos do desporto mundial, um sistema de intercomunicação que responda a todas estas exigências passa pelos seus testes mais rigorosos. Por aí se pode avaliar a qualidade de resposta destes sistemas, no caso de situações em que o grau de exigência não seja extremo. Nos principais palcos do desporto mundial, a RiEDEL passa por todos estes testes desde há anos, a ponto de se ter constituído a referência incontornável. É o caso, por exemplo, dos Jogos Olímpicos que decorrem neste momento.

Quando falamos de sistemas de intercomunicação fiáveis, o tamanho único não é, definitivamente, solução possível. Existem diferentes tipos de sistemas de intercomunicação, que devem ser considerados para uso profissional, desde soluções básicas de linha partilhada (partyline) até sistemas matriciais sofisticados.

A RIEDEL, como nesta área de soluções para o broadcast, oferece dois sistemas destinados à intercomunicação. Um baseado no princípio da linha partilhada, como o Performer, que foi concebido para ligar pequenas equipas. Projetos e instalações mais complexas exigem outros sistemas de matriz, como o Artist. Esta plataforma de comunicações escalável, oferece um grau incomparável de flexibilidade, fiabilidade e controlo. O sistema Artist é o mais versátil existente no mercado, fala todos os standards de áudio atuais e é capaz de processar e distribuir qualquer tipo de sinal. Com este sistema de intercomunicação, implementar soluções sem fio, com unidades de rádio ou com o Bolero, é tão fácil como configurar redes de longa distância para produção remota. Uma vez que as infraestruturas do Artist permitem um elevado grau de descentralização e uma colocação flexível de bastidores, podem reduzir consideravelmente os custos de cablagem e configuração de qualquer instalação. As soluções da Artist são soluções à prova de futuro: o sistema é escalonável de 8×8 a 1024×1024 de portas não bloqueadas, permitindo que ele cresça com as exigências de um projeto particular ou a introdução de uma qualquer nova tecnologia.

Este princípio é aplicável a qualquer aplicação profissional. No âmbito do broadcast e, particularmente, no domínio do desporto, os sistemas da RIEDEL revelam-se de uma eficácia, qualidade e precisão inultrapassáveis por qualquer outra solução do mercado. A razão pela qual os maiores acontecimentos desportivos mundiais, aqueles que exigem os padrões mais apertados e 100% de fiabilidade, todos recorrem ao sistemas concebidos pela RIEDEL.

Estamos em pleno período dos Jogos Olímpicos, onde mais uma vez a RIEDEL é parceiro insubstituível. A participação da RIEDEL envolve participação em múltiplos cenários, que habitualmente cobrem áreas como as comunicações locais, a consultoria e projeto, gestão de frequências, cablagem local, bem como o fornecimento de sistemas de rádio convencionais e digitais, de sistemas de intercomunicação de matriz digital, de sistemas de intercomunicação digital partyline, e de sistemas de transmissão de áudio e vídeo, assentes em fibra e sem fio.

A experiência da REDEL, nesta área e com estas funções, inclui participações, directamente ou em associação com os seus parceiros, em eventos como, para além dos já referidos Jogos Olímpicos, os europeus e mundiais de futebol, o circuito da Fórmula 1, Wimbledon ou o circuito Red Bull.

Saiba mais sobre os sistemas de intercomunicação da RIEDEl e venha falar connosco para ficar a saber como esta tecnologia pode ser posta a serviço dos seus projectos.


SmartPanels da RIEDEL, a solução mais flexível

Os novos SmartPanels da série 1200 da RIEDEL representam um salto significativo em flexibilidade de operação, potência e capacidade de ligação. São um exemplo da tecnologia que está por detrás dos interfaces com base em software da marca alemã. Distinguem-se pela incorporação de ecrãs sensíveis ao toque, teclas de alavanca híbridas inovadoras (patenteadas), pela possibilidade de aproveitar aplicações que permitem a multifuncionalidade e a capacidade de se adaptarem facilmente aos vários fluxos de trabalho, habituais hoje. Os novos painéis estão prontos para permitir a operação da forma tradicional, mas abrem possibilidades de funcionamento totalmente novas.

Smart Panel modelo RSP-1232HL

aqui lhe falámos do novo SmartPanel RSP-1216HL da RIEDEL e das suas principais características. A série 1200 incorpora também o modelo RSP-1232HL. A série dos SmartPanels foi desenhada do zero, constituindo os painéis mais inteligentes produzidos até agora! O conceito SmartPanel separa as capacidades do painel de seu hardware e transforma-os em dispositivos genéricos nos quais o ultiizador pode instale aplicativos diferentes que proporcionam recursos diferentes. Com um SmartPanel, o utilizador desfruta, não apenas, do que o painel é capaz de proporcionar hoje, mas também do que ele será capaz de executar no futuro.


Smart Panel modelo RSP-1216HL

O aplicativo Intercom 1200 Series serve vários fluxos de trabalho. Por exemplo, alguns utilizadores
preferem uma lógica de fluxo de trabalho tipo “Falar/Ouvir”, em que cada um escolhe o que ouvir de um
painel inicialmente silencioso. Outros utilizadores preferem um fluxo de trabalho do tipo “Falar/Silenciar” que começa com um painel que transmite tudo, onde cada um seleciona depois quais os sinais que interessam. Os utilizadores podem decidir qual modo que preferem, por aplicação e por painel. As novas características
que aumentam ainda mais a facilidade de uso do painel incluem o conceito da RIEDEL dos novos grupos lógicos. Os grupos lógicos permitem que os utilizadores escolham cores personalizadas para os rótulos das teclas
ou do LED em torno das teclas. Cada etiqueta chave possui uma etiqueta principal de 8 caracteres, um
sub-rótulo de 16 caracteres e ícones definidos previamente. Outros ícones fornecem informações
sobre o estado de cada chave em qualquer momento. O “microfone aberto”, “tecla muda”,
prompts de “sinal de entrada” ou de “porta ocupada” são fáceis de ler e compreensíveis, num simples relance. Os utilizadores podem obter o máximo ou o mínimo de informações sobre qualquer chave fornecida
conforme necessário. exemplos da flexibilidade que os SmartPanels proporcionam.

Em conjunto com outras soluções RIEDEL, os SmartPanels constituem uma ferramenta poderosíssima para uma infraestrutura de produção totalmente digital, flexível e à prova de futuro.

As teclas especiais utilizadas pelos SmartPanels, diga-se a propósito, acabam de ser alvo de atribuição de uma patente. Os SmartPanels constituem uma importantíssima parte do novo carro de exteriores 4K, que a chinesa Shaanxi Broadcasting Corporation acaba de colocar em funcionamento, integrados no conjunto de soluções RIEDEL para esta nova unidade. Leia aqui.

Saiba mais aqui e aqui sobre a série 1200 de SmartPanels da RIEDEL e contacte-nos para saber mais ainda sobre estes produtos.


AoIP: o momento de mudar é agora

A tendência é inescapável, as vantagens são incontroversas, o momento é agora. O broadcast, na rádio e na televisão, vai em direcção inexorável ao digital. As soluções multiplicam-se e o processo vai chegar, mais tarde ou mais cedo, a todos os centros de produção. Quanto mais cedo os produtores apanharem o comboio, mais cedo estarão aptos a dominar a tecnologia, a estabelecer novas e mais vantajosas rotinas de trabalho e a precaver o seu futuro tecnológico. As soluções baseadas na tecnologia AoIP estão disponíveis, oferecendo todo o seu potencial, aqui e já. Um exemplo recente, da Radio Bahrein, proporcionado pela tecnologia LAWO é motivo de reflexão.

O domínio gradual do digital na área do broadcast é um fenómeno que não é de hoje. Nem sempre tem, contudo, sido bem compreendido e as suas implicações não serão sempre valorizadas e tidas em conta. Mas, tranquilamente, a tecnologia digital tem vindo a tomar conta de todos os aspectos da produção. Não é, naturalmente, por acaso. As vantagens são hoje sobejamente conhecidas, a migração de recursos é inevitável. Na área específica da produção áudio, o broadcast beneficia hoje da adopção de standards claros, de que o Audio over IP (AoIP) é um exemplo.

A solução ganha força, por muitos e bons motivos: reduz os custos gerais, melhora os fluxos de trabalho, minimiza as necessidades de equipamento e simplifica e reduz muito a infraestrutura. Além disso, as soluções AoIP alavancam novas possibilidades, permitindo a introdução gradual de ilhas de AoIP conforme a necessidade ou o orçamento. Tudo isso aumenta muito a eficiência geral de custos do investimento em tecnologia AoIP, com economias significativas. Uma outra vantagem significativa da tecnologia AoIP é que oferece suporte a soluções a um nível empresarial integrado. Como a maioria das instalações de transmissão e produção foram há muito convertidas do analógico ao digital e empregam já redes internas, faz sentido que a próxima etapa seja a transição para o áudio sobre IP. Isso aplica-se a uma ampla base de operações, críticas nas instalações de transmissão e produção de TV, incluindo: distribuição de sinal descentralizada, a utilização de hardware e software de mistura, a ligação de site a site, a gestão de chamadas de várias linhas, a distribuição de sinal e conversão de formato, o processamento de áudio em tempo real, a medição e monitorização de sinal, a intercomunicação e a comunicação via IP.

A Rádio Bahrain é um exemplo recente de inovação e atenção ao futuro. Construída em 1980, a rádio do Bahrein, consiste em sete estações de rádio, estava há muito tempo para uma reformulação. O recente projeto concluído é a primeira fase que lança esta instalação no reino digital. Toda a instalação foi remodelada, desde nove rádios estúdios e salas de controle até ao MCR (Master Control Room) e CAR (Central Apparatus Room), com a renovação paralela de mobiliário, equipamento, sistemas de automação, rádio-biblioteca e acústica. Uma estrutura construída em 1980, estava permanentemente sujeita ao desgaste que o tempo lhe impôs. Alguns colapsos ocasionais, para os quais não havia suporte disponível, dificultavam as operações. Todas as estações de FM e AM são processadas nos estúdios e passam pelo MCR; os canais de rádio também estão disponíveis por satélite e OTT. Com este projeto, toda a tecnologia de rádio foi transferida para uma plataforma digital.

No centro desta estrutura está uma arquitetura MADI da LAWO, que cobre todos os sete estúdios no ar e permite que a sala de controlo sirva como um estúdio autônomo. Os estúdios também podem ser ligados a dois dos estúdios de produção de música ou drama. Um terceiro estúdio de produção foi redesenhado para a mistura. Todos os sete estúdios no ar são projetados de forma a permitir que qualquer estação FM faça o login e vá para o ar de qualquer estúdio. O MCR, o coração da estação, inclui um sistema de automação das 15 estações FM com redundância total, permitindo que o departamento se expanda no futuro e adicione outras seis estações FM. Inclui ainda quatro paredes de LED de 80”, o novíssimo Vistool para controlo de áudio e uma solução VSM.

Saiba mais aqui sobre este grande projecto e contacte-nos para saber mais ainda sobre as soluções LAWO que temos para si.


MediorNet: o seu desafio para o futuro

Com a introdução do MediorNet há mais de uma década, a RIEDEL foi pioneira na criação de infraestruturas de vídeo, combinando transporte, distribuição, processamento e conversão de sinal numa rede redundante, em tempo real. Desde a altura da sua introdução, o MediorNet cresceu e tornou-se a espinha dorsal da rede AV mais versátil e fiável do mercado. Até hoje, o MediorNet continua a ser o único sistema que oferece todas as vantagens do conceito hardware distribuído, controlado por software. Um conceito que tem enfrentado com total sucesso e eficácia os desafios do tempo.

O MediorNet é uma criação da RIEDEL, uma estrutura modular, destinada ao domínio da indústria do audiovisual, à prova de futuro . A solução do hardware controlado por aplicações em software permite que o MediorNet se adapte facilmente às mudanças que vão ocorrendo no mercado: À medida que os padrões e expectativas da indústria evoluem, o MediorNet evolui com eles. A resposta mais recente de RIEDEL aos desafios decorrentes das transformações introduzidas pelo protocolo IP é a criação de uma gama de tecnologias inovadoras baseadas em SFP para complementar as interfaces de sinal inteligente MicroN, MicroN UHD e Compact do MediorNet e o switch central MetroN. Com a maior densidade do mercado, os módulos de processamento e núcleos de processamento MuoN, FusioN e VirtU completam o portfólio de vídeo da RIEDEL com soluções IP completas. Todos esses dispositivos versáteis podem servir uma ampla gama de diferentes funções e aplicações, mas estão unidos por duas qualidades principais que têm estado, desde há anos, na base da filosofia da RIEDEL para a criação de infraestruturas de mídia: o conceito de hardware distribuído e o seu controlo por software.

MEDIORNET COMPACT

No âmbito da família MediorNet alargada, é possível encontrar todas as ferramentas necessárias à produção – seja ela centrada em SDI, centrada em IP ou em qualquer coisa entre os dois. A E é o parceiro certo para guiá-lo neste momento desafiador, fornecendo-lhe um caminho de transição perfeito do SDI tradicional para IP completo, ao seu próprio ritmo e dentro de suas restrições de orçamento.

MEDIORNET METRON

Nas várias soluções disponíveis vai encontrar a ferramenta adequada. Eis algumas. O MediorNet MicroN é uma solução de hardware baseada numa aplicação que pode ser muitas coisas diferentes. Pode ser um processador de sinal, um link ponto a ponto simples para até 12 sinais HD bidirecionais ou parte de um grande roteador descentralizado – mas pode até servir como um MultiViewer ou uma ponte entre redes MediorNet e redes IP! O roteador MediorNet MetroN Core de grande escala 2-RU oferece intensa capacidade de roteamento de sinal em tempo real (portas 32x10G / 32×4.25G) e oferece comutação sem bloqueamentos. O MediorNet Modular proporciona ao utilizador a possibilidade de configurar o mainframe de acordo com os seus requisitos. O chassis pode ser preenchido com vários cartões de mídia e link, conforme necessário a cada aplicação específica. O MuoN é um SFP (Small Form Factor Pluggable) muito versátil, disponível como gateway e dispositivo de processamento, idealmente utilizável em frames VirtU ou switches COTS IP (MuoN série A). O hardware definido por software suporta uma variedade de configurações de entrada e saída, incluindo BNC, fibra ou HDMI (1.4 e 2.0). O MuoN SFP pode ser configurado com uma ampla gama de aplicações diferentes: uma simples mudança da licença do software transforma o dispositivo num conversor up/down/cross, codificador ou decodificador JPEG-2000 / XS, um roteador de áudio ou até mesmo um multiviewer 16×1 .

MicroN UHD

O design versátil da série FusioN de conversores IP autónomos permite satisfazer vários cenários de conectividade entre SDI/HDMI e fibra óptica, para formatos IP ST2110. Podem também ser aplicados em formatos compactados, como JPEG-2000 ou JPEG-XS. Permite a conversão de sinais e pode ser transformado também num multiviewer IP ST2110 de 16 imagens. A plataforma VirtU IP pode acolher uma matriz extremamente densa de processadores MuoN SFP em apenas 1RU. O chassis pode ser usado como um grande gateway, como uma unidade de processamento muito densa ou para qualquer combinação de gateway e processamento. Esta plataforma modular permite que o utilizador construa gradualmente o seu gateway avançado principal, aumentando o poder de processamento conforme as suas necessidades vão também aumentando. Por sua vez, a série 2300 marca o início de uma nova era no capítulo dos painéis de teclas: a era do SmartPanel multifuncional. Finalmente, o software de configuração intuitivo MediorWorks permite o controlo e monitorização em tempo real das redes MediorNet. Saiba aqui sobre algumas questões técnicas pertinentes relacionadas com a série MediorNet e as suas vantagens.

Exemplos de aplicações

Uma poderosíssima solução, esta linha MediorNet, que constitui a mais fiável, a mais avançada e a mais à prova de futuro do mercado. Com a garantia RIEDEL.

Saiba mais sobre a série MediorNet da RIEDEL e leia aqui um artigo importante sobre algumas questões técnicas pertinentes. Saiba mais ainda consultando-nos, para avaliar connosco como esta poderosa solução poderá estar ao seu serviço.


Gerir uma infraestrutura áudio sobre IP

Mais do que uma tecnologia concebida para assegurar fluxos de trabalho e cumprir tarefas técnicas específicas, o que não seria pouco, as soluções LAWO baseadas em IP foram pensadas como espinha dorsal de uma infraestrutura global de média, capaz de assegurar a produção, processamento, distribuição e gestão de sinal em qualquer unidade de produção. A flexibilidade, fiabilidade e o poder de operação que oferecem não tem paralelo com algo que se tenha passado antes, na história da tecnologia aplicada aos média. A diversidade de aplicações e a riqueza de opções contidas numa solução constituída por uma mesa da série mc²56, equipada com o A__UHD Core, por exemplo, tal como foi instalada recentemente pela LAWO na STV plc, o canal principal da Escócia, é disso um exemplo.

O projecto demonstrou “a flexibilidade da tecnologia sobre IP para criar infraestruturas,” como refere Devin Workman, o director de vendas da LAWO para o RU e Irlanda. Originalmente pensado como uma actualização técnica e cosmética das movimentadas salas de produção e controlo de som da STV, o projecto transformou-se numa ambiciosa exploração da área do áudio sobre IP com vista melhorar fluxos de trabalho, que permitisse, ao mesmo tempo, explorar um caminho de expansão futura em toda a instalação. A equipa STV foi atraída pela flexibilidade do novo mesa de produção de áudio mc²56 (MKIII) da LAWO e pelas oportunidades proporcionadas pela sua arquitetura baseada em IP. Trata-se da primeira instalação para transmissão ao vivo do Reino Unido do A_UHD Core (Fase 2) da mesa de 48 vias mc²56 MKIII. O canal de transmissão da STV atinge 3,2 milhões de espectadores a cada mês, constituindo com o serviço de streaming, STV Player e STV Studios, a maior produtora da Escócia.

A__UHD Core

Para além da mc²56 MKIII, foi instalada uma unidade A__UHD Core, o que proporciono à STV a capacidade de gerir e distribuir sinal via IP, ao mesmo tempo que permitiu uma enorme redução de espaço e economia na cablagem. Essa economia de espaço e uso de energia, juntamente com os recursos de configuração Easy IP incluídos na nova plataforma de gestão do sinal IP HOME, optimizou uma mudança em direção à infraestrutura de áudio sobre IP. Adicionalmente a LAWO também forneceu uma configuração Mix Kitchen para aumentar a flexibilidade do sistema e permitir o controlo remoto de hardware da mesa.

Para completar a configuração, a STV escolheu as stage boxes A__mic8 para os estúdios. Várias A_mic8 foram instalados em caixas de parede distribuídas igualmente pelo estúdio, em vez de uma unidade A__stage64, maior, localizada centralmente para ajudar a reduzir a cablagem de microfone. O R3LAY Virtual Patchbay (VPB) foi implantado de modo a permitir correr o software de reprodução SpotOn.

Stage boxes, série A

Para além de beneficiar das características únicas da mc²56 MKIII, que poderá ver aqui, a unidade A__UHD Core (IP nativa – em que UHD significa “densidade ultra-alta”) constitui um elemento fulcral para as mesas da LAWO da série mc², que oferece uns impressionantes 1024 canais de processamento de áudio com qualidade mc² em apenas 1RU, enquanto reduz drasticamente o consumo de energia. O A__UHD Core fornece vários conjuntos de matrizes de monitorização, downmixing e upmixing, e está pronto para formatos de áudio de última geração, como Dolby Atmos® e MPEG-H. O novo A__UHD Core da LAWO é um dispositivo IP nativo, projectado desde o início para funcionar em redes IP e gerir dispositivos em rede. Como tal, é totalmente baseado em padrões abertos como ST2110-30 / -31, AES67, RAVENNA, Ember + e NMOS. E é projetado para operação em 48 kHz e 96 kHz. Pode saber tudo sobre o A__UHD Core aqui.

Venha saber mais sobre a LAWO e as suas soluções falando connosco.


A nova mc²36 (MKII) da LAWO em Itália

A BH Audio é uma importante empresa italiana de prestação de serviços áudio. A novíssima mesa mc²36 (MKII) da LAWO faz agora parte do seu arsenal de equipamento. É na qualidade de produtos como a nova mc²36 (MKII) que empresas como a BH Audio constroem a sua reputação e é destas importantes ferramentas que dependem para assegurar a excelência da sua prestação e a regularidade da sua actividade.
Herdeira de uma tradição de qualidade apenas ultrapassável por si própria, a nova mc²36 (MKII), lançada há pouco tempo, é a nova mesa da LAWO, carregada de um enorme conjunto de capacidades, mais compacta e mais poderosa do que nunca.

A italiana BH Audio, especializada em produções clássicas, contemporâneas e jazz, tornou-se o primeiro cliente mundial da nova mesa de produção áudio mc²36 (MKII) da LAWO. Lançada no final de 2020, a BH recebeu a entrega das suas duas novas mc²36 em Abril de 2021, ficando imediatamente disponíveis para uso nos festivais de música mais ilustres, dos quais a BH Audio assegura a qualidade lendária.

A operar na área da amplificação desde 1979, inicialmente lidando com vários tipos de música, posteriormente especializando-se em Música Clássica, Jazz e Música Contemporânea e Ópera, a BH busca a mais alta qualidade em todos os aspectos da sua actividade: amplificação, difusão sonora e gravação. Tudo assegurado pela sua capacidade de inovação e pesquisa, que inclui a utilização das mais novas tecnologias. Um conceito sempre central na filosofia da empresa.

BH Audio foto de Giulia Artemisia Nicosia

É neste contexto que surge na empresa, desde 2013, o áudio 3D, por exemplo, uma área onde, por sinal, a nova mc²36 tem um importante e especial papel a desempenhar. Oferecer ao público a mesma experiência auditiva foi sempre, segundo a empresa italiana, o objetivo mais importante e através dos muitos anos de experiência é ponto de enorme distinção a obtenção de um som homogêneo que abraça o público com naturalidade e harmonia, além de oferecer aos designers de som capacidades únicas do ponto de vista criativo.

Power CoreRP
IP Audio I/O & DSP unidade para produção remota

Utilizando as mc²36 para eventos musicais altamente respeitados que atraem o público mais exigente, como é o caso do prestigiadíssimo festival de Ravenna, a empresa sempre buscou tecnologia avançada de áudio sobre IP que fornecesse um som cristalino e flexibilidade em termos de otimização do fluxo de trabalho e a fiabilidade que é crucial para todo engenheiro de som em configurações de música ao vivo. As mesas da série mc² são a melhor combinação para as diferentes actividades de produções como gravação e mistura ao vivo. A qualidade de áudio dos pré-amplificadores da LAWO é um dos destaques que as recomendam para estas tarefas. Extremamente silenciosos com uma qualidade sonora e dinâmica não ouvidos noutros consoles. Outra coisa que diferencia LAWO é a simplicidade de preparação na logística necessária para concertos complexos ou grandes orquestras.

A__line
Unidade WAN-Capable Audio-over-IP

O novo mc²36 é alimentado pela tecnologia A__UHD Core e oferece um número total de 256 canais DSP. Este aumento de potência do DSP é vital para empresas como a BH Audio, tendo em vista os regulamentos de pandemia que exigem um microfone por músico. Antes da pandemia de Covid-19, 60 a 80 canais eram necessários para produções musicais orquestradas, agora até 100 canais e mais podem ser facilmente requeridos.

Lembre-se ainda que a mc²36 oferece suporte nativo para SMPTE ST2110-30, AES67 e RAVENNA e oferece capacidade de I/O de 864 canais, incluindo ligações locais. Para operação e visualização, a mesa apresenta controlos iluminados, giratórios sensíveis ao toque, visores TFT com faixa de fader colorida, miniaturas de vídeo LiveView ™ e controlo touchscreen full HD.

Saiba mais sobre a nova aquisição da BH Audio aqui e aqui mais sobre a mc²36. Contacte-nos para saber mais informação ainda.

RIEDEL: uma solução técnica forte, um parceiro sólido

O Théâtre du Châtelet de Paris é, porventura, um dos marcos mais significativos da vida cultural da capital francesa. Ópera, música clássica e, mais recentemente, teatro musical, preenchem a programação da icónica sala, inaugurada em 1862. Um local que acolhe mais de 250 000 espectadores por ano, que assistem à sua exigente programação. Números tão impressionantes obrigam à adopção de soluções técnicas para o seu funcionamento que garantam 100% de fiabilidade. Recentemente, o Teatro du Chatelêt adoptou um conjunto completo das galardoadas soluções de distribuição de sinal de vídeo e de intercomunicação da RIEDEL. À altura dos pergaminhos e das apertadas exigências da sala.

O Théâtre du Châtelet é uma referência absoluta da vida cultural de Paris. Inaugurado em 1862, foi objecto de uma profunda renovação, no que respeita às suas condições de funcionamento, em particular, da sua acústica e equipamento. As alterações operadas neste lugar histórico visaram proporcionar aos 2038 espectadores que a sala acolhe as melhores condições para que possa desfrutar condignamente das centenas de produções que a sala programa. A renovação obedeceu a critérios apertados que garantam o funcionamento exigente da casa, com vista ao futuro e foi objecto de uma consulta exigente.

Sem surpresa, para a distribuição do sinal vídeo e para o sistema de intercomunicação a escolha recaiu sobre a RIEDEL. não apenas porque suas soluções tiveram o melhor desempenho nos testes efectuados, mas também porque a gestão do Teatro procurava um parceiro sólido. Depois de visitar a sede na Alemanha e ter um diálogo muito aberto e construtivo com o seu pessoal criativo, a equipa do Châtelet ficou com a certeza que de que uma parceria com a RIEDEL era a solução que procuravam.

A nova instalação da RIEDEL no Théâtre du Châtelet está baseada numa central de intercomunicação Artist-128, que permite ligações perfeitas AES67 e Dante sobre a rede IP do teatro, para o sistema de intercomunicação sem fio Bolero, com soluções de linha digital Performer adicionais. A série SmartPanel 1200 de interfaces inteligentes, desempenha um papel importante na instalação; na verdade, o Théâtre du Châtelet representa a primeira instalação em teatro do mundo do novo SmartPanel RSP-1216HL, oferecendo funcionalidade SmartPanel completa e facilidade de uso num formato compacto de 1RU. O teatro gere o seu sistema de intercomunicação usando 15 painéis RSP-1216HL e cinco painéis RSP-1232HL. O sistema de intercomunicação sem fios Bolero, baseado no DECT, fornece a solução de comunicação para a equipa, ideal para uma instalação histórica como o Théâtre du Châtelet, em que o sistema UHF tradicional já não funciona satisfatoriamente. Além disso, o Théâtre du Châtelet instalou três dispositivos de rede de distribuição de mídia de alta densidade MediorNet MicroN, que podem ser usados ​​em configurações ilimitadas para suportar o processamento contínuo de sinal de vídeo e transporte por fibra. Atualmente, o teatro usa os dispositivos MicroN para permitir a distribuição e a monitorização de produções de vídeo internas.

Saiba mais sobre a RIEDEL e sobre esta instalação aqui. Consulte-nos para mais informações e outras soluções RIEDEL.


Mesas LAWO asseguram qualidade do som do FESTIVAL EUROVISÃO 2021

O vencedor do Festival Eurovisão 2021 foi, como é sabido, a banda italiana Måneskin. Mas há um nome que venceu antes de todas as canções terem sido apresentadas: a LAWO. Com as suas mesas mc²56 a constituirem o eixo da qualidade do som do Festival, a LAWO ganhou em todas as frentes, assegurando que todas as canções que disputavam o galardão máximo chegavam aos ouvidos dos milhões de espectadores que assistem ao evento com a máxima qualidade sonora que a tecnologia LAWO oferece.

O Festival da Eurovisão 2021 foi a 65ª edição deste popular certame. O concurso foi realizado em Roterdão, na Holanda. O troféu foi arrecadado, como é sabido, pela banda italiana Måneskin. As emissoras holandesas NPO, NOS, AVROTROS, bem como as empresas de OB com sede na Holanda, NEP e United (EMG), juntaram forças para cobrir o evento.

O Festival da Eurovisão chega a todo o mundo e alcança os ouvidos de um vastíssimo número de espectadores. Para garantir a qualidade superior de som que chega a estes milhões e milhões de espectadores, e a fiabilidade da operação, a NEP equipou os seus carros de exteriores UHD1 e UHD2 com mesas mc²56 de 64 vias, a chave para garantir esta qualidade de som. Foram também utilizadas unidades de roteamento Nova e o sistema de controlo de transmissão VSM da LAWO. Com este equipamento garantiu-se uma operação intuitiva e suave da cadeia de transmissão e a máxima qualidade. Os dois carros de exteriores são desenhados de modo a assegurar uma função principal e de backup para comutação imediata em caso de avaria.

Duas mesas adicionais mc²56 de 48 vias, junto com o equipamento de monitorização e equipamento externo fornecidos pela LAWO Rental, estavam instalados numa sala de música separada, onde o produtor musical Tijmen Zinkhaan misturava as actuações das delegações e o intervalo. Enquanto todas as ligações de transmissão de áudio eram transmitidas via RAVENNA / AES67, os sinais de áudio para o PA no local eram proporcionados por placas Dante dentro das unidades de roteamento Nova.

A seleção do equipamento LAWO não foi obra do acaso. Tratou-se de uma escolha deliberada do responsável pelo sector de áudio do ESC 2021, Thijs Peters: “Nunca houve dúvidas de que as mesas LAWO constituem a combinação perfeita para esta tarefa de prestígio. Para além da qualidade do som, as suas capacidades de roteamento são infinitas. Esta configuração garante uma integração perfeita e pode ser conveniente e intuitivamente controlada por meio do sistema de operação de transmissão VSM de LAWO.”

Este elenco de estrelas tornou mais fácil o trabalho do engenheiro de mistura da emissão Andre Swart, o engenheiro FX Marcel Korfage e o produtor musical Tijmen Zinkhaan. Foi este o equipamento que permitiu estabelecer o padrão de qualidade da base áudio, que deu acesso a que todos os finalistas brilhassem na grande final.

Uma operação complexa, como pode testemunhar aqui. Saiba como tratámos o ESC de Viena (Áustria) em 2015 e o de Lisboa em 2018. Em 2018 falámos-lhe, sobretudo, de um outro dos pilares que asseguram esta grande operação técnica que é o ESC, a nossa representada RIEDEL, presente mais uma vez este ano. Saiba mais sobre as mesas LAWO modelo mc²56. Venha saber mais ainda sobre a LAWO, marque uma conversa connosco para saber como o poderemos servir.

Muitas tarefas, uma solução: RIEDEL

O que é que um importante grupo de comunicação, um líder no fornecimento de equipamento audiovisual para broadcast e uma série de televisão de sucesso mundial têm em comum? A resposta: uma infraestrutura baseada no protocolo IP. Para que serve? Para garantir a distribuição de sinal audio, video e de dados e a intercomunicação entre todas as partes e pessoal que a opera. Qual é o denominador comum desta infraestrutura? A RIEDEL. Na distribuição do sinal dentro da respectiva rede ou a providenciar uma intercomunicação sem compromisso entre os membros das equipas, a tecnologia RIEDEL está na vanguarda absoluta e assegura o funcionamento das estruturas de broadcast e entretenimento de topo em todo o mundo.

SmartStage da White Light

Criado em 1987 em torno do canal M6, o M6 Group é hoje um poderoso grupo multimédia francês. Com a força das suas marcas e dos seus conteúdos, o Grupo tem expandido gradualmente as suas atividades, assegurando sempre a complementaridade dos seus programas e respondendo às expectativas e aos novos padrões de consumo dos seus diferentes públicos. O M6 Group surge assim como uma editora de conteúdos com uma fortíssima presença, nesta era das novas tecnologias. O M6 é uma das redes de televisão mais populares no mundo francófono, oferecendo uma ampla e variada programação.

A anterior arquitetura de distribuição de sinal vídeo do canal M6 consistia em várias ilhas de produção executando os seus próprios roteadores ligadas por meio de linhas de vídeo, uma infraestrutura de configuração que tipificou as operações de transmissão nas últimas duas décadas. A popular rede de TV francesa Metropole Television (pertencente ao M6 Group) acaba de atualizar a sua infraestrutura de roteamento de vídeo de produção para a topologia de rede de vídeo em tempo real com base na tecnologia MediorNet da RIEDEL. O MediorNet substitui vários sistemas de roteamento distintos implantados nas instalações de transmissão M6 em Neuilly-sur-Seine, trazendo uma abordagem descentralizada, consistente e preparada para o futuro, i.e., para a operação de vídeo da rede.

Grupo M6

A White Light é a especialista em soluções técnicas completas para diversos mercados como teatros, eventos corporativos, broadcast, música ao vivo, parques temáticos, educação, comércio e lazer. Desde a sua formação em 1971, a White Light centrou a sua acção no fornecimento de soluções técnicas, incluindo iluminação, áudio, vídeo e montagem de projetos, dentro das áreas referidas, de todos os tamanhos, primeiro no Reino Unido, depois na Europa e por todo o mundo.

A White Light adoptou agora o sistema Bolero, para cobrir as suas necessidades de intercomunicação. O sistema funciona numa variedade de eventos, incluindo uma recente conferência financeira global. Além disso, a White Light adotou o Bolero como o sistema de comunicação principal do SmartStage®, o estúdio de realidade expandida da empresa. O SmartStage foi mais recentemente implantado em The Mermaid, uma conferência de luxo e local de eventos na zona de Blackfriars em Londres, para fornecer uma alternativa segura COVID-19 na produção de eventos virtuais.

The Expanse

The Expanse é uma série de ficção científica americana, estreada em 2015 e criada por Mark Fergus e Hawk Ostby, baseada na série de romances de mesmo nome de James S. A. Corey. A série decorre num futuro em que a humanidade colonizou o Sistema Solar. Os diferentes personagens estão no centro de uma conspiração que ameaça o estado frágil do sistema de guerra fria. O director de fotografia da série, o galardoado Jeremy Benning, adoptou o sistema de intercomunicação sem fios Bolero, uma referência da indústria. Uma opção tomada para garantir a intercomunicação da equipa no set da popular série, disponível na Amazon Prime Video. O Bolero fornece comunicações multicanal flexíveis, claras e fiáveis ​​para todos os membros da equipa de produção, permitindo a máxima produtividade em qualquer local.

Anteriormente, cada equipa de produção da série The Expanse usava os seus próprios métodos de comunicação, que variavam dos intercomunicadores sem fio HME, a walkie-talkies e, claro, conversas presenciais. Ao combinar todos esses métodos numa única e unificada solução, o Bolero permite que os membros da equipa maximizem o seu trabalho no set, eliminando mal-entendidos e atrasos.

São três casos recentes de adopção de soluções RIEDEL, que poderá conhecer melhor aqui, aqui e aqui. Saiba, entretanto, mais sobre o que a marca propõe em matéria de redes de distribuição de sinal vídeo e sobre o Bolero. Saiba mais ainda falando e descobrindo connosco soluções RIEDEL para as suas necessidades de produção. Faça da RIEDEL a sua opção.