O nascimento de uma nação

A data de 14 de Julho marca o nascimento da nação francesa. O facto é assinalado anualmente com iniciativas que decorrem por todo o país. Uma das mais emblemáticas e espectaculares é o grande concerto, Le Grand Concert, que decorre, no Champ de Mars, junto à não menos emblemática Torre Eiffel. Já diversas vezes falámos aqui no Feedforward destes concertos e da importância que têm, na sua produção e transmissão, as mesas de mistura e outros equipamentos neles usados, fornecido pela LAWO. Fique a saber tudo sobre a edição de 2021 e sobre os seus bastidores técnicos.

As mesas da LAWO são incontestavelmente apontadas como o equipamento de referência, quando falamos de broadcast ou live. É este e outro equipamento que assegura, ano após ano, a qualidade superior de evento especiais, como é o caso deste concerto de comemoração do 14 de Julho, em França. O Concerto de Paris de 14 de Julho, tornou-se, na era pré-pandémica, um dos maiores eventos de música clássica realizado em qualquer parte do mundo> Assiste a ele, no local, cerca de meio milhão de espectadores. Este ano, o concerto contou com a Orquestra Nacional de França e o Coro de Radio France, a que se juntou um conjunto de solistas de renome internacional. O concerto foi seguido no local por 15 000 pessoas e foi retransmitido para uma audiência recorde de 3,5 milhões de telespectadores em França e de 10 milhões na Europa. São números impressionantes.

É particularmente significativo referir que, para satisfazer uma audiência expressiva como esta, o equipamento usado para fazer chegar todo este conteúdo aos ouvidos dos ouvintes e espectadores que o presenciaram, foi fornecido pela LAWO.

A mesa usado na FOH para a mistura da orquestra foi o modelo mc²56, de 48 vias. No controlo dos monitores foi, por sua vez, usada uma outra mc²56, também de 48 vias, com um extensor de 16 vias mc², acrescentado para permitir o distanciamento social entre os dois operadores . O controlo de pré-amplificadores separado, para a FOH e monitores e a separação da mesa mc²66 usado para a mistura da transmissão no carro de exteriores da Radio France permitiu o uso das próprias caixas de palco e pré-amplificadores de microfone DALLIS do sistema de forma integrada. Funcionando no contexto da rede de fibra óptica Optocore instalada pela Radio France para o sistema de som ao vivo, para ligar as mesas de mistura e os sistemas I/O do Concert de Paris, esta complexa operação provou, mais uma vez, que a LAWO se supera no que diz respeito aos padrões de qualidade do sinal áudio e a eficiência operacional.

Saiba mais sobre este evento, sobre as mesas mc²56 e sobre os sistemas de controlo áudio. Venha falar connosco para saber mais ainda sobre estas e outras soluções LAWO.


AoIP: o momento de mudar é agora

A tendência é inescapável, as vantagens são incontroversas, o momento é agora. O broadcast, na rádio e na televisão, vai em direcção inexorável ao digital. As soluções multiplicam-se e o processo vai chegar, mais tarde ou mais cedo, a todos os centros de produção. Quanto mais cedo os produtores apanharem o comboio, mais cedo estarão aptos a dominar a tecnologia, a estabelecer novas e mais vantajosas rotinas de trabalho e a precaver o seu futuro tecnológico. As soluções baseadas na tecnologia AoIP estão disponíveis, oferecendo todo o seu potencial, aqui e já. Um exemplo recente, da Radio Bahrein, proporcionado pela tecnologia LAWO é motivo de reflexão.

O domínio gradual do digital na área do broadcast é um fenómeno que não é de hoje. Nem sempre tem, contudo, sido bem compreendido e as suas implicações não serão sempre valorizadas e tidas em conta. Mas, tranquilamente, a tecnologia digital tem vindo a tomar conta de todos os aspectos da produção. Não é, naturalmente, por acaso. As vantagens são hoje sobejamente conhecidas, a migração de recursos é inevitável. Na área específica da produção áudio, o broadcast beneficia hoje da adopção de standards claros, de que o Audio over IP (AoIP) é um exemplo.

A solução ganha força, por muitos e bons motivos: reduz os custos gerais, melhora os fluxos de trabalho, minimiza as necessidades de equipamento e simplifica e reduz muito a infraestrutura. Além disso, as soluções AoIP alavancam novas possibilidades, permitindo a introdução gradual de ilhas de AoIP conforme a necessidade ou o orçamento. Tudo isso aumenta muito a eficiência geral de custos do investimento em tecnologia AoIP, com economias significativas. Uma outra vantagem significativa da tecnologia AoIP é que oferece suporte a soluções a um nível empresarial integrado. Como a maioria das instalações de transmissão e produção foram há muito convertidas do analógico ao digital e empregam já redes internas, faz sentido que a próxima etapa seja a transição para o áudio sobre IP. Isso aplica-se a uma ampla base de operações, críticas nas instalações de transmissão e produção de TV, incluindo: distribuição de sinal descentralizada, a utilização de hardware e software de mistura, a ligação de site a site, a gestão de chamadas de várias linhas, a distribuição de sinal e conversão de formato, o processamento de áudio em tempo real, a medição e monitorização de sinal, a intercomunicação e a comunicação via IP.

A Rádio Bahrain é um exemplo recente de inovação e atenção ao futuro. Construída em 1980, a rádio do Bahrein, consiste em sete estações de rádio, estava há muito tempo para uma reformulação. O recente projeto concluído é a primeira fase que lança esta instalação no reino digital. Toda a instalação foi remodelada, desde nove rádios estúdios e salas de controle até ao MCR (Master Control Room) e CAR (Central Apparatus Room), com a renovação paralela de mobiliário, equipamento, sistemas de automação, rádio-biblioteca e acústica. Uma estrutura construída em 1980, estava permanentemente sujeita ao desgaste que o tempo lhe impôs. Alguns colapsos ocasionais, para os quais não havia suporte disponível, dificultavam as operações. Todas as estações de FM e AM são processadas nos estúdios e passam pelo MCR; os canais de rádio também estão disponíveis por satélite e OTT. Com este projeto, toda a tecnologia de rádio foi transferida para uma plataforma digital.

No centro desta estrutura está uma arquitetura MADI da LAWO, que cobre todos os sete estúdios no ar e permite que a sala de controlo sirva como um estúdio autônomo. Os estúdios também podem ser ligados a dois dos estúdios de produção de música ou drama. Um terceiro estúdio de produção foi redesenhado para a mistura. Todos os sete estúdios no ar são projetados de forma a permitir que qualquer estação FM faça o login e vá para o ar de qualquer estúdio. O MCR, o coração da estação, inclui um sistema de automação das 15 estações FM com redundância total, permitindo que o departamento se expanda no futuro e adicione outras seis estações FM. Inclui ainda quatro paredes de LED de 80”, o novíssimo Vistool para controlo de áudio e uma solução VSM.

Saiba mais aqui sobre este grande projecto e contacte-nos para saber mais ainda sobre as soluções LAWO que temos para si.


Gerir uma infraestrutura áudio sobre IP

Mais do que uma tecnologia concebida para assegurar fluxos de trabalho e cumprir tarefas técnicas específicas, o que não seria pouco, as soluções LAWO baseadas em IP foram pensadas como espinha dorsal de uma infraestrutura global de média, capaz de assegurar a produção, processamento, distribuição e gestão de sinal em qualquer unidade de produção. A flexibilidade, fiabilidade e o poder de operação que oferecem não tem paralelo com algo que se tenha passado antes, na história da tecnologia aplicada aos média. A diversidade de aplicações e a riqueza de opções contidas numa solução constituída por uma mesa da série mc²56, equipada com o A__UHD Core, por exemplo, tal como foi instalada recentemente pela LAWO na STV plc, o canal principal da Escócia, é disso um exemplo.

O projecto demonstrou “a flexibilidade da tecnologia sobre IP para criar infraestruturas,” como refere Devin Workman, o director de vendas da LAWO para o RU e Irlanda. Originalmente pensado como uma actualização técnica e cosmética das movimentadas salas de produção e controlo de som da STV, o projecto transformou-se numa ambiciosa exploração da área do áudio sobre IP com vista melhorar fluxos de trabalho, que permitisse, ao mesmo tempo, explorar um caminho de expansão futura em toda a instalação. A equipa STV foi atraída pela flexibilidade do novo mesa de produção de áudio mc²56 (MKIII) da LAWO e pelas oportunidades proporcionadas pela sua arquitetura baseada em IP. Trata-se da primeira instalação para transmissão ao vivo do Reino Unido do A_UHD Core (Fase 2) da mesa de 48 vias mc²56 MKIII. O canal de transmissão da STV atinge 3,2 milhões de espectadores a cada mês, constituindo com o serviço de streaming, STV Player e STV Studios, a maior produtora da Escócia.

A__UHD Core

Para além da mc²56 MKIII, foi instalada uma unidade A__UHD Core, o que proporciono à STV a capacidade de gerir e distribuir sinal via IP, ao mesmo tempo que permitiu uma enorme redução de espaço e economia na cablagem. Essa economia de espaço e uso de energia, juntamente com os recursos de configuração Easy IP incluídos na nova plataforma de gestão do sinal IP HOME, optimizou uma mudança em direção à infraestrutura de áudio sobre IP. Adicionalmente a LAWO também forneceu uma configuração Mix Kitchen para aumentar a flexibilidade do sistema e permitir o controlo remoto de hardware da mesa.

Para completar a configuração, a STV escolheu as stage boxes A__mic8 para os estúdios. Várias A_mic8 foram instalados em caixas de parede distribuídas igualmente pelo estúdio, em vez de uma unidade A__stage64, maior, localizada centralmente para ajudar a reduzir a cablagem de microfone. O R3LAY Virtual Patchbay (VPB) foi implantado de modo a permitir correr o software de reprodução SpotOn.

Stage boxes, série A

Para além de beneficiar das características únicas da mc²56 MKIII, que poderá ver aqui, a unidade A__UHD Core (IP nativa – em que UHD significa “densidade ultra-alta”) constitui um elemento fulcral para as mesas da LAWO da série mc², que oferece uns impressionantes 1024 canais de processamento de áudio com qualidade mc² em apenas 1RU, enquanto reduz drasticamente o consumo de energia. O A__UHD Core fornece vários conjuntos de matrizes de monitorização, downmixing e upmixing, e está pronto para formatos de áudio de última geração, como Dolby Atmos® e MPEG-H. O novo A__UHD Core da LAWO é um dispositivo IP nativo, projectado desde o início para funcionar em redes IP e gerir dispositivos em rede. Como tal, é totalmente baseado em padrões abertos como ST2110-30 / -31, AES67, RAVENNA, Ember + e NMOS. E é projetado para operação em 48 kHz e 96 kHz. Pode saber tudo sobre o A__UHD Core aqui.

Venha saber mais sobre a LAWO e as suas soluções falando connosco.


Precisão e sincronismo no coração da Islândia

Um grande centro de congressos e de concertos, eis o Harpa Concert Hall And Convention Centre de Reykjavík, na Islândia. Diferentes salas, diferentes aplicações, uma infraestrutura técnica única e muito complexa para as servir, preparada também para funcionar em tempos difíceis, como é o caso presente da crise pandémica. A dirigir toda esta operação, um maestro especial: o Leader Clock, Modelo 5401A, da Studio Technologies, uma unidade de sincronismo que provou ser essencial, enquanto o Harpa Center se ajustava para os eventos virtuais ditados pela pandemia. Uma experiência que veio para ficar.

O Harpa Concert Hall And Convention Centre é um local muito especial, situado no coração da capital da Islândia. O nome foi escolhido por consulta popular, que optou por uma designação que deveria ser em islandês, mas facilmente articulado na maioria dos idiomas. O nome Harpa tem mais de um significado. É uma palavra islandesa antiga que se refere a uma época do ano, na verdade, é um mês no antigo calendário nórdico. O Centro abriga salas de concertos e um complexo centro de conferências. O Harpa é um dos maiores e mais prestigiados marcos de Reykjavik. É um centro cultural e social no coração da cidade que oferece vistas deslumbrantes sobre as montanhas circundantes e o Oceano Atlântico Norte e atraiu mais de 10 milhões de visitantes desde sua inauguração, em 4 de maio de 2011.

De acordo com o Diretor Técnico do Harpa Center, Andri Guðmundsson, trata-se de um “um balcão único,” dotado de instalações onde pontifica uma infraestrutura de som, iluminação, vídeo e catering de primeira classe. Devido à COVID-19, o Harpa foi forçado a ajustar-se para eventos virtuais, usando um ambiente de áudio avançado baseado na norma Dante®. Para manter um sincronismo preciso, exigido pela norma, Guðmundsson e sua equipe recorreram ao gerador de sincronismo Dante® Leader Clock Modelo 5401A da Studio Technologies.

“Ao longo da pandemia, mudamos a nossa infraestrutura para Dante a fim de atendermos ao aumento de eventos virtuais e transmitidos”, disse Guðmundsson. “O gerador de sincronismo Leader Clock Modelo 5401A da Studio Technologies proporcionou-nos uma fonte sólida de suporte a todas as necessidades de sincronismo, para todas as nossas operações que envolvem tecnologia baseada na norma Dante.”

“Ao longo da pandemia, mudamos a nossa infraestrutura para Dante para corresponder ao aumento de eventos virtuais e transmitidos”, disse Guðmundsson. “O Leader Clock Modelo 5401A da Studio Technologies proporciona um sinal de sincronismo sólido, que apoiai todas as necessidades de sincronismo nas operações que envolvem Dante.”

“Recentemente, decorreu uma conferência da Sociedade Médica da Islândia, que transmitiu oito horas por dia de quatro de nossos locais durante cinco dias consecutivos”, disse Guðmundsson. “Ter recursos de sincronismo fiáveis ​​era imprescindível, e o Leader Clock Modelo 5401A foi capaz de fornecer isso durante toda a conferência.”
Guðmundsson também destacou que a unidade oferece suporte à aplicação Dante Domain Manager ™, com a qual Harpa Center aproveita para coordenar seu fluxo de trabalho geral Dante.

O Leader Clock Modelo 5401A implementa um servidor de protocolo de sincronismo de precisão (PTP) IEEE® 1588 de alto desempenho, compatível com os requisitos de Dante, capaz de suportar simultaneamente as necessidades de temporização de até centenas de dispositivos compatíveis com Dante. Como esperado, o Modelo 5401A fornece a compatibilidade PTP v1 (IEEE 1588-2002) exigida pela norma Dante. Além disso, a unidade suporta PTP v2 (IEEE 1588-2008) para aplicações AES67. Uma saída de wordclock fornece uma referência de sincronismo geral para uso por dispositivos externos. O Modelo 5401A também gera oito sinais áudio nos canais do transmissor (saída) Dante, que podem ser úteis durante a instalação, manutenção e operação da rede de áudio. Uma ligação de entrada de sincronização permite que o oscilador interno do Modelo 5401A seja sincronizado com uma variedade de sinais de sincronismo de referência. De salientar ainda a capacidade de proporcionar energia dupla e vários recursos Ethernet GigE, essenciais para o caso do Haroa, já que apenas é requerida a potência e uma, duas ou três conexões de rede Ethernet, para a operação total.

Leia aqui mais sobre o Leader Clock Modelo 5401A. Saiba mais sobre este e outros produtos da Studio Technologies e contacte-nos para estudarmos juntos a melhor forma de servir as suas necessidades nesta área.


Intercomunicação na era digital

Intercomunicação é a palavra-chave deste século. É-o, quer estejamos a falar de broadcast (televisão ou rádio), de vivo (teatro ou concerto) ou de outras situações com necessidades de intercomunicação específicas. Mas IP é a palavra-chave quando falamos de intercomunicação. O Audio over IP (AoIP) veio abrir uma nova era à intercomunicação. Enorme flexibilidade de operação, sistemas mais compactos e eficientes, maior qualidade de sinal. A STUDIO TECHNOLOGIES oferece-lhe sistemas com estas características. Totalmente configuráveis por forma a responder a necessidades de intercomunicação específicas e com um custo extremamente vantajoso. O Modelo 5421 juntamente com o Modelo 371A, é uma destas possibilidades, que lhe proporciona uma base extremamente potente, de qualidade máxima, que constitui um investimento à prova de futuro.

Modelo 5421 STUDIO TECHNOLOGIES

Quando junta o Dante Intercom Audio Engine, Modelo 5421 com os Intercom Beltpack Modelo 371A, passa a dispor de um sistema de intercomunicação extremamente potente e eficaz, que obedece às mais recentes normas do AoIP, aplicável em todas a situações de broadcast, teatro, vivo e intercomunicação em geral, preparado para o futuro, que constitui um investimento sólido e muito atractivo.

O Modelo 5421 proporciona um mecanismo de áudio de 16 canais, que pode ser configurado para fornecer de um a quatro circuitos de intercomunicação “virtuais”. A expressão “mecanismo de áudio” foi escolhida para descrever um conjunto de recursos de entrada, processamento, ligação e saída de áudio que pode ser configurado para garantir os mais apertados requisitos de intercomunicação. Ao contrário de dispositivos de matriz digital Dante de utilização geral, o Modelo 5421 é otimizado para permitir suporte directo para teatro, pequenas transmissões e aplicações gerais de intercomunicação. Os 16 canais oferecidos pelo Modelo 5421 são configurados em grupos. Tecnicamente, cada grupo oferece suporte à operação party-line, criando uma série de saídas exclusivas “mix-minus”, uma para cada canal do grupo. Essas saídas especializadas permitem que cada utilizador atribuído a um grupo específico (uma linha partilhada) ouça todos os membros desse grupo, excepto a si próprio. Usando o aplicativo de software STcontroller, pode criar uma configuração que lhe permite segmentar os 16 canais que o Modelo 5421 lhe proporciona. Isso proporciona-lhe o uso eficiente dos canais Dante para atender às necessidades decorrentes de cada aplicação específica. Como todos os beltpacks de intercomunicação Dante são essencialmente dispositivos de 4 fios (tendo canais independentes de recepção (entrada) e transmissão (saída)), a funcionalidade de linha partilhada “virtual” (simulada) é criada dentro dos recursos de processamento digital do Modelo 5421. Definido o número máximo de utilizadores em qualquer linha partilhada, em cada caso específico, e usando o aplicativo Dante Controller, cada grupo pode receber um nome exclusivo. Esses nomes normalmente refletem como cada grupo específico será utilizado. Nomes como Produção, Iluminação, Contra-regra, seriam as que, por exemplo, uma aplicação em intercomunicação para teatro poderia requerer.

Modelo 371A

O modelo 5421 é compatível com muitos dispositivos que obedecem à norma Dante, incluindo a ampla gama de beltpacks da STUDIO TECHNOLOGIES. Incluem-se o Modelo 372A e o Modelo 373A de canal único/escuta dupla, o Modelo 370A, o Modelo 371A de 2 canais e o Modelo 374A de 4 canais. O Modelo 5421 também funciona directamente com outros dispositivos Dante, como a Unidade de Intercomunicação Modelo 348 e a Unidade de Alerta Dante Modelo 391. Além disso, o Modelo 5421 pode funcionar com sistemas de intercomunicação de matriz, mesas de mistura de áudio e estações base de intercomunicação sem fios.

Os dados de áudio associados ao Modelo 5421 são enviados e recebidos usando a tecnologia de rede de áudio sobre Ethernet Dante, SR 48 kHz/16, 24 e 32 bit . Até 16 receptores Dante (entrada) e 16 canais transmissores (saída) estão disponíveis para implementar circuitos de intercomunicação virtual party-line (PL).

Usando o já referido aplicativo de software Dante Controller, a interface Dante do Modelo 5421 pode ser configurada para suportar, ou não, sinais de áudio digital AES67. A unidade também é compatível com o aplicativo de software Dante Domain Manager (DDM). O DDM oferece um conjunto optimizado de recursos de controlo e monitorização de rede, tornando-o ideal em situações com requisitos especiais de segurança e permite que os canais de áudio do Modelo 5421 sejam compatíveis com ST 2110-30.

O circuito de áudio do Modelo 5421 foi projectado para atender às exigências do áudio profissional, garantindo uma qualidade superior. O processamento de áudio é realizado no domínio digital usando um circuito integrado FPGA (field-programmable gate array) de alta velocidade. A função Auto Mix do Modelo 5421 utiliza um algoritmo sofisticado baseado no FPGA para fornecer inteligibilidade de áudio optimizada.

O Modelo 5421 liga-se a uma rede local (LAN) usando um sinal Ethernet (1000 Mb/s) standard. A energia operacional do Modelo 5421 é fornecida por um sinal Ethernet compatível com Power-over-Ethernet (PoE).

Importante factor a ter em conta: o Modelo 5421 foi projetado para que seu desempenho e recursos possam ser melhorados no futuro. Uma porta USB tipo A, acessível no painel traseiro da unidade, permite que o firmware principal seja atualizado usando uma unidade flash USB standard.

O sistema funciona, como foi referido, com os beltpacks da linha STUDIO TECHNOLOGIES. O modelo 371A, por exemplo, é baseado em tecnologia de áudio sobre Ethernet Dante e oferece-lhe dois canais independentes talk/listen, função de chamada integrada, possibilidade de utilização de microfones dinâmicos ou eletreto, ligação de auscultador, com XLR macho de 4 pinos, uma qualidade de áudio superior (para manter a compatibilidade e a familiaridade do utilizado, os auscultadores com XLR fêmea de 4 pinos são diretamente compatíveis). O modelo 371A é configurável através do já mencionados STcontroller, é compatível com AES67 e Dante Domain Manager ™
e é alimentado também através do Power-over-Ethernet (PoE).

A Fundação Gulbenkian fez a sua opção de entrada na era da intercomunicação digital com base Dante, ao acabar de instalar estes sistemas para o seu complexo de salas.

Se quiser saber mais sobre estes produtos da STUDIO TECHNOLOGIES veja aqui e aqui. Saiba mais sobre o software de configuração STcontroller aqui. Já aqui lhe falámos sobre outros produtos da baseados no protocolo Dante. Pode lê-los aqui, aqui, aqui, aqui ou aqui. Para saber mais ainda, consulte-nos. Estudaremos juntos a solução mais adequada às suas necessidades.


A LAWO a oriente, com a Jiangsu TV

Uma das empresas de broadcasting mais influentes da China, a Jiangsu TV, acaba de distinguir a LAWO para o fornecimento do seu novo carro de exteriores 4K. A LAWO foi uma escolha fácil, pois três dos seus carros de exteriores usam já mesas da marca. Esta é a primeira fase para uma transformação total em direcção a uma solução totalmente assente em tecnologia IP.

A familiaridade com esses equipamentos, uma vez que três outros carros de exteriores da utilizam já mesas LAWO, tornou a decisão óbvia. O desempenho, a fiabilidade e a operação intuitiva deste equipamento LAWO superaram, segundo os responsáveis técnicos da Jiangsu TV, todas as outras opções, o que veio tornar a decisão ainda mais óbvia. A Jiangsu TV compreende um conjunto de 11 canais incluindo notícias, cultura, filmes, desporto, internacional, etc.. É o terceiro broadcaster do país e tem sede em Nanjing.

as novas mc²56 e ruby

O novo carro de exteriores contém uma mesa modelo mc²56 de 48 vias como a mesa principal. O seu processamento avançado e o núcleo de roteamento oferecem 256 canais DSP, uma capacidade de 5120 × 5120 canais mono, 12 portas RAVENNA, 8 portas MADI e 32 entradas AES e saídas com ligações D-Sub e BNC. Compacta, flexível e versátil, a mc²56 é otimizada para o ambiente de produção de vídeo IP nos dias de hoje. A solução foi projectada, desde o início, para se integrar numa rede de infraestruturas para produções complexas. Pensada de raíz para fluxos de áudio SMPTE 2110, AES67 / RAVENNA, DANTE e MADI, a nova solução incorpora a tecnologia LiveView ™ de LAWO que permite mostrar visualizações em miniatura dos fluxos de vídeo nos faders, aumentando a precisão de operação em situações de produção em ritmo acelerado.

Adicionalmente, é também usada uma mesa de broadcast modelo ruby ​​de 12 vias. Esta segunda mesa é utilizada como backup para todo o sistema de áudio. O sistema compreende ainda duas stageboxes integradas. Uma A__stage 64 com 32 Mic / Line-in e 16 Line out, mais 8 AES in / out e GPI in / out, e MADI I / O, são usadas com uma stagebox A__stage 48, idêntica à A__stage 64, mas com 16 Mic / Line-ins. Essa combinação permite grande flexibilidade na integração dos fluxos de sinal. A mesa ruby ​​tornou-se uma das favoritas dos broadcasters de todo o mundo, graças ao seu design elegante e bem organizado e à sua capacidade de se adaptar facilmente a fluxos de trabalho muito dinâmicos.

Construir um sistema com base IP, verdadeiro e elegante, evitando cabos e mais unidades de rack, é um grande benefício para os cliente LAWO. Economiza espaço no carro de exteriores, mas, mais importante, funde o sistema de vídeo e o sistema de áudio de forma totalmente integrada. É este conceito que a Jiangsu TV pretende alargar, para além do sistemas usados nos carros de exteriores, a todo o sistema de produção.

Saiba mais sobre esta escolha da Jiangsu TV. Saiba mais sobre a LAWO e saiba mais ainda sobre estes e outros produtos consultando-nos.


Monitorizar em rede

A RTW é a marca de referência absoluta quando falamos de monitorização de sinal áudio. A empresa começou a construir este seu estatuto há mais de 50 anos, presente desde então em todas as revoluções pelas quais tem passado o áudio profissional. O salto para o digital foi acompanhado pela criação de uma série de produtos novos que visaram adaptar a área da monitorização de sinal de alta resolução às mudanças tecnológicas profundas que o acompanharam. O desafio hoje é o de integrar a tecnologia digital com a tecnologia de base IP. A RTW oferece-lhe agora uma nova linha de produtos, que estão em sintonia com o que de mais avançado o mercado hoje exige. Combine então o mais avançado com a fiabilidade tradicional e segura da RTW.

Desde há 50 anos que a RTW vem acompanhando o constante progresso tecnológico na indústria de áudio profissional, com instrumentos e tecnologias inovadores para monitorização de áudio na área do broadcast, produção, pós-produção e controlo de qualidade. Quer se trate de medição de sinal áudio, medição de intensidade ou monitorização de sinal, os sistemas de última geração do RTW são o resultado de uma abordagem estratégica orientada para o futuro, que se traduz num desenvolvimento contínuo e na máxima atenção dada à fiabilidade e à proteção dos investimentos dos seus clientes. Depois da revolução digital o desafio que se colocou à empresa foi o de conceber produtos que permitissem integrar a tecnologia digital com a tecnologia que está na base da nova revolução que se opera no domínio do áudio profissional: a tecnologia de base IP. Pelo caminho, a RTW não suspendeu a introdução de melhorias significativas no modo de funcionamento e no interface com o utilizador dos seus produtos. Bem-vindo ao mundo do áudio digital com base na tecnologia IP.

Áudio sobre IP e ecrãs sensíveis ao tacto, eis o segredo. A linha TouchMonitor marca realmente uma mudança de paradigma de monitorização e medição de volume de sinal de áudio. Os modelos TM7 e TM9 são o reflexo de muitos anos de experiência. Os dois modelos combinam a máxima flexibilidade e modularidade, com uma superfície activada por toque intuitiva e análise de sinal multicanal. O novo conceito ergonómico TouchMonitor é baseado num ecrã sensível ao toque e oferece liberdade sem precedentes na organização e dimensionamento dos controles do interface do utilizador. Hoje, praticamente todos os principais fornecedores de mesas de mistura implementam versões OEM do TM7 ou TM9 nos seus produtos. E o TM3 abre novos mercados para RTW: este produto de nível básico, com um preço muito atraente, baseia-se num ecrã sensível de 4,3″, com volume pró-grau, pico real e funções de medição PPM. O TM3 permite aplicar o conceito do TouchMonitor numa solução de medição mais compacta, ideal para cabines de jornalistas, de edição e pequenas salas de controlo. Qualquer que seja o standard do seu equipamento os novos produtos da série TouchMonitor “falam” todas as linguagens: Dante, Ravenna, AES67, ou SMPTE ST2110.

Ao escolher RTW , está a optar por até 32 canais a 96 kHz, visualização instantânea do estado da rede, suporte de rede redundante, fácil roteamento, latência e sincronização praticamente zero.

Ao escolher RTW, para além de dispôr do equipamento mais preciso e fiável do mercado, um verdadeiro standard, está a apostar numa marca de futuro, com presença no mercado há mais de 50 anos.

Saiba mais sobre os novos produtos da linha TouchMonitor aqui. Venha falar connosco e fique a saber qual o modelo mais adequado às suas necessidades.


VSM, a solução LAWO para a Asharq News

A Asharq News é um novo canal noticioso, com cobertura mundial, mas especialmente apontado à chamada região MENA (Médio Oriente e Norte de África.) O novo canal começou a operar em Novembro do ano passado e tem uma associação à Bloomberg. Na concepção dos novos estúdios foi tida em conta uma solução da LAWO, o VSM, que funciona como sistema de controlo de todos os sinais vídeo e áudio sobre IP. Um projecto muito ambicioso, para o qual a solução proposta pela LAWO dá um contributo decisivo.

A Asharq News é um serviço de notícias multi-plataforma a funcionar 24 horas por dia, 7 dias por semana. Tem cobertura mundial, focando-se na chamada região MENA, Médio Oriente e Norte de África. Esta cobertura é assegurada por um canal de televisão dedicado, para além várias plataformas digitais e o conteúdo conta com um acordo de conteúdo exclusivo com a Bloomberg. O novo serviço é já líder na área das notícias, centrando a sua actividade nos assuntos económicos e políticos. O novo canal foi lançado em novembro do ano passado.

A Asharq News tem metas ambiciosas para todos os aspectos do desenvolvimento de seu centro de produção. Para a sua criação a Asharq contou com uma equipe de especialistas composta por uma empresa internacional de arquitectura, empresas de construção locais e o integrador Qvest Media, para a ajudar em todas as questões ligadas à tecnologia, desde o próprio conceito de design, ao planeamento do espaço do edifício. De mãos dadas, foi desenvolvida uma simbiose perfeita e moderna de design de espaço de interiores e de trabalho, bem como um conceito arquitectónico funcional, que junta o trabalho editorial, criativo e técnico ao design do cenário e do estúdio.

O Virtual Studio Manager (VSM) da LAWO, foi escolhido como o nível de controlo superior para a produção sobre IP. Controla a infraestrutura de vídeo e gere os fluxos de IP de áudio. 34 painéis de hardware e várias GUIs de software que constituem a interface do sistema para um fluxo de trabalho uniforme e padronizado. O VSM integra-se perfeitamente com o equipamento de transmissão, incluindo roteadores e switchers de vídeo, roteadores de áudio, consolas de áudio, multiviewers, intercomunicadores, equipamento modular e muitos dispositivos especiais da mais diversa natureza. Comunicando através de protocolos nativos sempre que possível, os equipamentos de diferentes fabricantes funcionam perfeitamente, de forma síncrona, oferecendo possibilidades incomparáveis ​​de recall e controlo lógico ao longo de todo o sistema. Com uma infraestrutura TCP/IP moderna, o VSM utiliza equipamento TI standard, aumentando-lhe a fiabilidade e a redundância através de software sofisticado de redundância.

Leia mais sobre esta solução para a Asharq News aqui. Saiba sobre o VSM da LAWO aqui e aqui. Se desejar saber mais ainda, fale connosco. Tentaremos estudar consigo o modo de satisfazer totalmente as necessidades do seu serviço broadcast.


RƎLAY Virtual Patch Bay, a rádio da nova era

O AoIP (Audio over IP) é o destino para o qual toda a área do broadcast, incluindo a rádio, caminha. As possibilidades que a nova tecnologia oferece tornam o seu uso incontestável. As suas vantagens, quer sob o ponto de vista técnico quer financeiro, tornam a sua escolha inevitável. Fazer assentar toda a sua produção numa infraestrutra concebida à volta de uma solução de base AoIP é, pois, um caminho tão inevitável, como é inevitável a noite suceder ao dia. Resta saber como e quando tomar essa decisão. As ferramentas para que essa transição se faça de maneira suave existem. A LAWO é pioneira em soluções para a rádio assentes na tecnologia AoIP. Um novo produto, o RƎLAY Virtual Patch Bay, é uma solução de software que transforma a sua estação numa poderosa infraestrutura de comunicação. Assente em tecnologia que, muito provavelmente, já possui. A pensar em si, no seu investimento passado, mas, sobretudo, projectando a sua capacidade de produção para o futuro. Sempre dentro dos mais elevados padrões de qualidade broadcast. É tão simples como clicar, ligar e emitir.

O processamento de áudio de um PC é muito limitado. Permitir a ligação entre aplicações de áudio, placas de som e hardware de transmissão era quase impossível. Até ao aparecimento deste RƎLAY Virtual Patch Bay da LAWO, o software que constitui o elo que faltava à sua estação.

Com o novo produto é agora possível fazer circular, como toda a simplicidade, o sinal áudio entre aplicações de áudio do seu PC e entre os dispositivos externos de áudio em hardware. É também possível ligar fluxos AoIP de maneira nativa. O RƎLAY VPB exibe-os numa matriz intuitiva, que permite modificar ou corrigir origens e destinos através de um simples clique. É possível misturar e combinar várias fontes. É também possível criar mapas de roteamento personalizados. O RƎLAY Virtual Patch Bay inclui o Processing Suite, um conjunto de plug-ins em formato VST, baseados nas mesmas ferramentas usadas nas mesas de mistura da série mc², como esta, por exemplo. Mas o novo RƎLAY VPB permite criar também loops de processamento com plug-ins VST desenvolvidos por terceiros.

O RƎLAY VPB em conjunto com o seu software de playout equivale a um servidor de playout. Pode ser ligado à sua consola de mistura ou ao patchbay usando o protocolo AES67 / RAVENNA. É possível correr outros tipos de aplicações, como software de gravação ou edição, ao mesmo tempo, ligando as suas saídas através do RƎLAY VPB para distribuir os sinais através da sua rede AoIP. É possível instalar uma placa de som de hardware no seu servidor PC e correr em paralelo o VPB para monitorização local ou para saídas duplas redundantes. Pode usar o RƎLAY VPB num servidor para ligar várias instâncias do codificador de fluxo de software. Os sinais de entrada de áudio podem ser processados ​​por plug-ins do Audio Processing Suite da LAWO (ou seu VST favorito) antes da distribuição para vários codificadores. Os extensos recursos de medição do RƎLAY VPB podem mostrar os níveis de pico e volume para todos os sinais de uma vez. Quer gravar verificações de ar de streams codificados? Fácil: basta encaminhar o áudio para as aplicações de codificação e gravação simultaneamente. É possível correr o RƎLAY VPB no PC de playout do seu estúdio. É possível adicionar outras aplicações de operação como codecs remotos, clientes VoIP ou de processamento de áudio. Um estúdio inteiro virtual. Os poderosos PCs COTS de hoje podem podem correr várias aplicações simultaneamente. Isto permite economizar os custos associados ao hardware de estúdio e aproveitar totalmente o poder do seu PC playout. Usando os recursos de comando Ember+ do RƎLAY VPB, essas aplicações de áudio podem ser iniciadas automaticamente sempre que for necessário, e as suas saídas dirigidas para qualquer terminal da sua rede AES67 / RAVENNA.

O RƎLAY VPB pode ser ligado a praticamente todos os tipos de hardware e software de áudio disponíveis, tanto a ferramentas profissionais dedicadas como a soluções de consumo.
A compatibilidade com a norma RAVENNA / AES67 é nativa, permitindo o uso de fluxos RAVENNA AoIP por meio de placas de interface de rede prontas a ser usadas. O RƎLAY VPB pode processar sinais de áudio usando os aplicativos da Processing Suite de alta qualidade ou plug-ins VST2 de outros fabricantes. As amplas capacidades de medição incluem pico, volume EBU R128 e ATSC A/85 e medição de correlação. A operação é feita como num patchbay, de forma muito intuitiva. As configurações completas – incluindo todos os parâmetros de processamento – podem ser guardadas e recuperadas com o clique do rato. O RƎLAY VPB pode executar scripts para controlar outros aplicativos de software usando o protocolo de código-fonte aberto Ember + e pode ser controlado remotamente via Ember +.
A integração de hardware de áudio é total, com drivers WDM, WASAPI e MME. Os clientes RƎLAY VPB ASIO e WDM estão disponíveis para outras aplicações, em paralelo e sem restrições. O RƎLAY VPB ASIO suporta até 8 dispositivos de hardware ASIO, que podem ser usados ​​ao mesmo tempo.
Suporta ainda até 64 canais de áudio RAVENNA / AES67.A Audio Processing Suite incluída compreende equalizador paramétrico, equalizador gráfico, compressor com e sem filtro, limitador, expansor, Image X e hyperpanning.
O RƎLAY VPB suporta plug-ins de áudio VST fabricados por terceiros.

Se não ficou impressionado com as capacidades do novo RƎLAY VPB da LAWO, leia aqui mais sobre este produto, obtenha a brochura sobre o conceito RƎLAY de Virtual Radio Software e fique a conhecer os outros produtos da linha RƎLAY, como o VRX Virtual Radio Mixer, o VSC Virtual Sound Card ou o AoIP Stream Monitor. Poderá ainda obter uma cópia de avaliação do RƎLAY. Aproveite para ficar a conhecer também as mesas de mistura concebidas para a rádio da LAWO.

Se preferir, fale connosco, para saber mais informações ainda sobre estes produtos e para avaliarmos juntos as suas vantagens face às suas necessidades específicas de produção.


Studio Technologies apresenta novidades

Ao migrar as suas operações de broadcast ou live para tirar partido da tecnologia AoIP (Audio over IP,) está a entrar num novo capítulo e num novo universo de possibilidades, que lhe vai trazer múltiplos benefícios. O AoIP é uma tendência em marcha, que inaugura uma nova era, em plena expansão e sem retrocesso. O áudio profissional, seja qual for área em que situe, está “condenado” a beneficiar dos novos padrões e das tecnologias neles baseadas e das vantagens que daí advêm. A Studio Technologies oferece-lhe um série de soluções que lhe permitirão entrar nesta nova era, tirando partido de todo seu potencial, de uma forma muito vantajosa, quer sob o ponto de vista tecnológico quer financeiro. Uma série de novos produtos foi, entretanto, anunciada pela empresa.

Modelo 5401A

Novos processos de produção, uma maior maior flexibilidade de operação e produtividade, uma redução de espaço, uma instalação mais compacta e uma significativa redução de custos. Tudo isto e muito mais pode ser esperado no seguimento da opção pelo AoIP. A Studio Technologies trabalha, desde há muito tempo, no desenvolvimento de produtos que lhe permitirão entrar nesta nova era da produção broadcast, de forma muito mais eficaz, flexível e com uma redução significativa de custos. Com significativas vantagens tecnológicas, operacionais e redução de custos.

Model 5421 Intercom Audio Engine

A passagem para esta nova era é um processo incontornável. A revolução tecnológica que lhe está na origem não é uma tendência de mercado. Não significa um mero retoque do make up. É uma revolução e uma realidade em plena explosão. O adiamento da entrada nesta nova realidade significa atrasos que poderão ser fatais. A Studio Technologies é uma das empresas mais empenhada em fornecer soluções que lhe proporcionarão entrar nesta nova era de forma segura, sólida e muito acessível. Sobre os produtos da empresa destinados a esta nova fase da produção de que já lhe falámos aqui, aqui e aqui. A linha de produtos AoIP/DANTE da marca viu-se, entretanto, recentemente reforçada com excitantes actualizações.

Model 5422A Intercom Audio Engine

Novo nesta sua actualização é o Modelo 5401A Dante Leader Clock, fornece sinal de sincronismo preciso, para aplicações que utilizam uma rede de áudio sobre IP Dante®. Outro dos novos produtos é o Modelo 5422A Intercom Audio Engine with Auto Mix. Uma solução flexível, económica e de alto desempenho, para a criação de circuitos de intercomunicação de linha partilhada (Party Line). A versão A adiciona uma função Auto Mix de alto desempenho, uma terceira porta GbE para controlo e outra USB para atualizações de firmware. Finalmente, o Modelo 5421 Intercom Audio Engine com Auto Mix. Trata-se de uma solução flexível, económica e de alto desempenho para a criação de circuitos de intercomunicação de linha partilhada (Party Line). É diretamente compatível com a variedade de unidades portáteis de cinto, com Dante, de 1, 2 e 4 canais. A unidade é adequada para uso em instalações de transmissão fixas e móveis, estúdios de pós-produção, ambientes de sala de espectáculo, educacional e eventos.

Saiba mais sobre a Studio Technologies. Se a sua actividade se situa no domínio do broadcast, rádio ou no live, ou qualquer outra com necessidades de intercomunicação, transmissão ou distribuição de sinal áudio, venha falar connosco para que possamos encontrar a solução Studio Technologies mais adequada às suas necessidades.