Mesas LAWO asseguram qualidade do som do FESTIVAL EUROVISÃO 2021

O vencedor do Festival Eurovisão 2021 foi, como é sabido, a banda italiana Måneskin. Mas há um nome que venceu antes de todas as canções terem sido apresentadas: a LAWO. Com as suas mesas mc²56 a constituirem o eixo da qualidade do som do Festival, a LAWO ganhou em todas as frentes, assegurando que todas as canções que disputavam o galardão máximo chegavam aos ouvidos dos milhões de espectadores que assistem ao evento com a máxima qualidade sonora que a tecnologia LAWO oferece.

O Festival da Eurovisão 2021 foi a 65ª edição deste popular certame. O concurso foi realizado em Roterdão, na Holanda. O troféu foi arrecadado, como é sabido, pela banda italiana Måneskin. As emissoras holandesas NPO, NOS, AVROTROS, bem como as empresas de OB com sede na Holanda, NEP e United (EMG), juntaram forças para cobrir o evento.

O Festival da Eurovisão chega a todo o mundo e alcança os ouvidos de um vastíssimo número de espectadores. Para garantir a qualidade superior de som que chega a estes milhões e milhões de espectadores, e a fiabilidade da operação, a NEP equipou os seus carros de exteriores UHD1 e UHD2 com mesas mc²56 de 64 vias, a chave para garantir esta qualidade de som. Foram também utilizadas unidades de roteamento Nova e o sistema de controlo de transmissão VSM da LAWO. Com este equipamento garantiu-se uma operação intuitiva e suave da cadeia de transmissão e a máxima qualidade. Os dois carros de exteriores são desenhados de modo a assegurar uma função principal e de backup para comutação imediata em caso de avaria.

Duas mesas adicionais mc²56 de 48 vias, junto com o equipamento de monitorização e equipamento externo fornecidos pela LAWO Rental, estavam instalados numa sala de música separada, onde o produtor musical Tijmen Zinkhaan misturava as actuações das delegações e o intervalo. Enquanto todas as ligações de transmissão de áudio eram transmitidas via RAVENNA / AES67, os sinais de áudio para o PA no local eram proporcionados por placas Dante dentro das unidades de roteamento Nova.

A seleção do equipamento LAWO não foi obra do acaso. Tratou-se de uma escolha deliberada do responsável pelo sector de áudio do ESC 2021, Thijs Peters: “Nunca houve dúvidas de que as mesas LAWO constituem a combinação perfeita para esta tarefa de prestígio. Para além da qualidade do som, as suas capacidades de roteamento são infinitas. Esta configuração garante uma integração perfeita e pode ser conveniente e intuitivamente controlada por meio do sistema de operação de transmissão VSM de LAWO.”

Este elenco de estrelas tornou mais fácil o trabalho do engenheiro de mistura da emissão Andre Swart, o engenheiro FX Marcel Korfage e o produtor musical Tijmen Zinkhaan. Foi este o equipamento que permitiu estabelecer o padrão de qualidade da base áudio, que deu acesso a que todos os finalistas brilhassem na grande final.

Uma operação complexa, como pode testemunhar aqui. Saiba como tratámos o ESC de Viena (Áustria) em 2015 e o de Lisboa em 2018. Em 2018 falámos-lhe, sobretudo, de um outro dos pilares que asseguram esta grande operação técnica que é o ESC, a nossa representada RIEDEL, presente mais uma vez este ano. Saiba mais sobre as mesas LAWO modelo mc²56. Venha saber mais ainda sobre a LAWO, marque uma conversa connosco para saber como o poderemos servir.

Muitas tarefas, uma solução: RIEDEL

O que é que um importante grupo de comunicação, um líder no fornecimento de equipamento audiovisual para broadcast e uma série de televisão de sucesso mundial têm em comum? A resposta: uma infraestrutura baseada no protocolo IP. Para que serve? Para garantir a distribuição de sinal audio, video e de dados e a intercomunicação entre todas as partes e pessoal que a opera. Qual é o denominador comum desta infraestrutura? A RIEDEL. Na distribuição do sinal dentro da respectiva rede ou a providenciar uma intercomunicação sem compromisso entre os membros das equipas, a tecnologia RIEDEL está na vanguarda absoluta e assegura o funcionamento das estruturas de broadcast e entretenimento de topo em todo o mundo.

SmartStage da White Light

Criado em 1987 em torno do canal M6, o M6 Group é hoje um poderoso grupo multimédia francês. Com a força das suas marcas e dos seus conteúdos, o Grupo tem expandido gradualmente as suas atividades, assegurando sempre a complementaridade dos seus programas e respondendo às expectativas e aos novos padrões de consumo dos seus diferentes públicos. O M6 Group surge assim como uma editora de conteúdos com uma fortíssima presença, nesta era das novas tecnologias. O M6 é uma das redes de televisão mais populares no mundo francófono, oferecendo uma ampla e variada programação.

A anterior arquitetura de distribuição de sinal vídeo do canal M6 consistia em várias ilhas de produção executando os seus próprios roteadores ligadas por meio de linhas de vídeo, uma infraestrutura de configuração que tipificou as operações de transmissão nas últimas duas décadas. A popular rede de TV francesa Metropole Television (pertencente ao M6 Group) acaba de atualizar a sua infraestrutura de roteamento de vídeo de produção para a topologia de rede de vídeo em tempo real com base na tecnologia MediorNet da RIEDEL. O MediorNet substitui vários sistemas de roteamento distintos implantados nas instalações de transmissão M6 em Neuilly-sur-Seine, trazendo uma abordagem descentralizada, consistente e preparada para o futuro, i.e., para a operação de vídeo da rede.

Grupo M6

A White Light é a especialista em soluções técnicas completas para diversos mercados como teatros, eventos corporativos, broadcast, música ao vivo, parques temáticos, educação, comércio e lazer. Desde a sua formação em 1971, a White Light centrou a sua acção no fornecimento de soluções técnicas, incluindo iluminação, áudio, vídeo e montagem de projetos, dentro das áreas referidas, de todos os tamanhos, primeiro no Reino Unido, depois na Europa e por todo o mundo.

A White Light adoptou agora o sistema Bolero, para cobrir as suas necessidades de intercomunicação. O sistema funciona numa variedade de eventos, incluindo uma recente conferência financeira global. Além disso, a White Light adotou o Bolero como o sistema de comunicação principal do SmartStage®, o estúdio de realidade expandida da empresa. O SmartStage foi mais recentemente implantado em The Mermaid, uma conferência de luxo e local de eventos na zona de Blackfriars em Londres, para fornecer uma alternativa segura COVID-19 na produção de eventos virtuais.

The Expanse

The Expanse é uma série de ficção científica americana, estreada em 2015 e criada por Mark Fergus e Hawk Ostby, baseada na série de romances de mesmo nome de James S. A. Corey. A série decorre num futuro em que a humanidade colonizou o Sistema Solar. Os diferentes personagens estão no centro de uma conspiração que ameaça o estado frágil do sistema de guerra fria. O director de fotografia da série, o galardoado Jeremy Benning, adoptou o sistema de intercomunicação sem fios Bolero, uma referência da indústria. Uma opção tomada para garantir a intercomunicação da equipa no set da popular série, disponível na Amazon Prime Video. O Bolero fornece comunicações multicanal flexíveis, claras e fiáveis ​​para todos os membros da equipa de produção, permitindo a máxima produtividade em qualquer local.

Anteriormente, cada equipa de produção da série The Expanse usava os seus próprios métodos de comunicação, que variavam dos intercomunicadores sem fio HME, a walkie-talkies e, claro, conversas presenciais. Ao combinar todos esses métodos numa única e unificada solução, o Bolero permite que os membros da equipa maximizem o seu trabalho no set, eliminando mal-entendidos e atrasos.

São três casos recentes de adopção de soluções RIEDEL, que poderá conhecer melhor aqui, aqui e aqui. Saiba, entretanto, mais sobre o que a marca propõe em matéria de redes de distribuição de sinal vídeo e sobre o Bolero. Saiba mais ainda falando e descobrindo connosco soluções RIEDEL para as suas necessidades de produção. Faça da RIEDEL a sua opção.


Precisão e sincronismo no coração da Islândia

Um grande centro de congressos e de concertos, eis o Harpa Concert Hall And Convention Centre de Reykjavík, na Islândia. Diferentes salas, diferentes aplicações, uma infraestrutura técnica única e muito complexa para as servir, preparada também para funcionar em tempos difíceis, como é o caso presente da crise pandémica. A dirigir toda esta operação, um maestro especial: o Leader Clock, Modelo 5401A, da Studio Technologies, uma unidade de sincronismo que provou ser essencial, enquanto o Harpa Center se ajustava para os eventos virtuais ditados pela pandemia. Uma experiência que veio para ficar.

O Harpa Concert Hall And Convention Centre é um local muito especial, situado no coração da capital da Islândia. O nome foi escolhido por consulta popular, que optou por uma designação que deveria ser em islandês, mas facilmente articulado na maioria dos idiomas. O nome Harpa tem mais de um significado. É uma palavra islandesa antiga que se refere a uma época do ano, na verdade, é um mês no antigo calendário nórdico. O Centro abriga salas de concertos e um complexo centro de conferências. O Harpa é um dos maiores e mais prestigiados marcos de Reykjavik. É um centro cultural e social no coração da cidade que oferece vistas deslumbrantes sobre as montanhas circundantes e o Oceano Atlântico Norte e atraiu mais de 10 milhões de visitantes desde sua inauguração, em 4 de maio de 2011.

De acordo com o Diretor Técnico do Harpa Center, Andri Guðmundsson, trata-se de um “um balcão único,” dotado de instalações onde pontifica uma infraestrutura de som, iluminação, vídeo e catering de primeira classe. Devido à COVID-19, o Harpa foi forçado a ajustar-se para eventos virtuais, usando um ambiente de áudio avançado baseado na norma Dante®. Para manter um sincronismo preciso, exigido pela norma, Guðmundsson e sua equipe recorreram ao gerador de sincronismo Dante® Leader Clock Modelo 5401A da Studio Technologies.

“Ao longo da pandemia, mudamos a nossa infraestrutura para Dante a fim de atendermos ao aumento de eventos virtuais e transmitidos”, disse Guðmundsson. “O gerador de sincronismo Leader Clock Modelo 5401A da Studio Technologies proporcionou-nos uma fonte sólida de suporte a todas as necessidades de sincronismo, para todas as nossas operações que envolvem tecnologia baseada na norma Dante.”

“Ao longo da pandemia, mudamos a nossa infraestrutura para Dante para corresponder ao aumento de eventos virtuais e transmitidos”, disse Guðmundsson. “O Leader Clock Modelo 5401A da Studio Technologies proporciona um sinal de sincronismo sólido, que apoiai todas as necessidades de sincronismo nas operações que envolvem Dante.”

“Recentemente, decorreu uma conferência da Sociedade Médica da Islândia, que transmitiu oito horas por dia de quatro de nossos locais durante cinco dias consecutivos”, disse Guðmundsson. “Ter recursos de sincronismo fiáveis ​​era imprescindível, e o Leader Clock Modelo 5401A foi capaz de fornecer isso durante toda a conferência.”
Guðmundsson também destacou que a unidade oferece suporte à aplicação Dante Domain Manager ™, com a qual Harpa Center aproveita para coordenar seu fluxo de trabalho geral Dante.

O Leader Clock Modelo 5401A implementa um servidor de protocolo de sincronismo de precisão (PTP) IEEE® 1588 de alto desempenho, compatível com os requisitos de Dante, capaz de suportar simultaneamente as necessidades de temporização de até centenas de dispositivos compatíveis com Dante. Como esperado, o Modelo 5401A fornece a compatibilidade PTP v1 (IEEE 1588-2002) exigida pela norma Dante. Além disso, a unidade suporta PTP v2 (IEEE 1588-2008) para aplicações AES67. Uma saída de wordclock fornece uma referência de sincronismo geral para uso por dispositivos externos. O Modelo 5401A também gera oito sinais áudio nos canais do transmissor (saída) Dante, que podem ser úteis durante a instalação, manutenção e operação da rede de áudio. Uma ligação de entrada de sincronização permite que o oscilador interno do Modelo 5401A seja sincronizado com uma variedade de sinais de sincronismo de referência. De salientar ainda a capacidade de proporcionar energia dupla e vários recursos Ethernet GigE, essenciais para o caso do Haroa, já que apenas é requerida a potência e uma, duas ou três conexões de rede Ethernet, para a operação total.

Leia aqui mais sobre o Leader Clock Modelo 5401A. Saiba mais sobre este e outros produtos da Studio Technologies e contacte-nos para estudarmos juntos a melhor forma de servir as suas necessidades nesta área.


Nova mc²36, o excepcional tornado melhor

Como superar o que já era o melhor? Tornando-o ainda melhor. A LAWO lançou a mesa de mistura áudio mc²36 em 2014 e o modelo depressa se tornou uma referência incontestada no broadcast, vivo, e todas as áreas onde se exigia qualidade de topo, operação transparente e fiabilidade total. Com um longo registo de excelência, o modelo mc²36 de segunda geração é agora uma mesa ainda mais poderosa, juntando mais canais, mais poder de processamento, mais ligações e garantia de maior integração com desenvolvimentos futuros. Tudo isto numa unidade muito compacta e mais poderosa do que nunca. A LAWO tornou o excepcional, simplesmente, ainda melhor.

A nova mc²36. O excepcional tornou-se ainda melhor

A nova mesa mc²36 de segunda geração da LAWO, é uma poderosíssima ferramenta, incrivelmente versátil e compacta. A sofisticada solução de engenharia por detrás desta nova mesa, permite agora dispor de 48 vias no mesmo espaço de 32 da sua predecessora. Isso torna a nova mc²36 ainda mais versátil para aplicações em teatros, templos religiosos, eventos, vivo ou qualquer outro tipo de aplicação em áudio, onde seja necessário um desempenho de áudio qualidade de topo em espaços de dimensões reduzidas.

Com a capacidade de DSP mais que duplicada, em relação à sua antecessora, a nova mc²36, integra a tecnologia A__UHD Core , o que significa que todos os desenvolvimentos no futuro serão integrados numa plataforma única e que a LAWO continua a fornecer compatibilidade de dados de produção entre todas as mesas mc². A nova mesa oferece 256 canais de processamento, disponíveis em 48 e 96 kHz, e oferece suporte nativo para as normas ST2110, AES67, RAVENNA e Ember +. A mesa tem uma capacidade de I/O de 864 canais, com ligações locais que incluem 3 interfaces de rede IP redundantes, 16 entradas de mic/linha respeitando a especificação LAWO, 16 saídas de linha, 8 entradas e saídas AES3, 8 ligações GPIO e uma porta SFP MADI . No que respeita a operação, os recursos incluem o Button-Glow, controladores rotativos, sensíveis ao toque, visores TFT com faixa de fader colorida, mini ecrãs de vídeo LiveView ™ e controladores de super precisão, via ecrã sensível ao toque, Full HD. O controlo de volume total integrado é compatível com o padrão ITU 1770 (EBU / R128 ou ATSC / A85), que dispõe de medição de pico e volume que pode exibir canais individuais, bem como barramentos de soma.

A nova mc²36 oferece integração perfeita com equipamento externo, como sejam sistemas de gravação, unidades de efeitos e outros recursos processados externamente por computador. As aplicações são mostradas diretamente no ecrã da mesa, e são controláveis directamente da mesa pelo seu teclado, o touchpad e os ecrãs sensíveis ao toque.

Uma outra característica, não menos importante: a nova mc²36 oferece a melhor integração com a Waves SuperRack SoundGrid, proporcionando ao utilizador acesso à uma ampla seleção de plug-ins de processamento de sinal em tempo real desenvolvida pela Waves. Tudo isto em conjunto com o mecanismo de processamento interno da mesa, sem ecrãs ou dispositivos de controlo adicionais.

A nova mesa mc²36 de segunda geração da LAWO representa uma fortíssima aposta que introduz significativas melhorias num modelo que se tornou uma incontestada referência na área da produção áudio de topo. Saiba mais sobre esta nova mesa aqui. Veja aqui um video com uma síntese das principais características do novo modelo e aqui sobre o A__UHD Core.

Entretanto, venha falar connosco para ficar a conhecer ainda melhor o que a LAWO desenvolveu para si e que soluções se adaptam às suas necessidades.