AoIP: o momento de mudar é agora

A tendência é inescapável, as vantagens são incontroversas, o momento é agora. O broadcast, na rádio e na televisão, vai em direcção inexorável ao digital. As soluções multiplicam-se e o processo vai chegar, mais tarde ou mais cedo, a todos os centros de produção. Quanto mais cedo os produtores apanharem o comboio, mais cedo estarão aptos a dominar a tecnologia, a estabelecer novas e mais vantajosas rotinas de trabalho e a precaver o seu futuro tecnológico. As soluções baseadas na tecnologia AoIP estão disponíveis, oferecendo todo o seu potencial, aqui e já. Um exemplo recente, da Radio Bahrein, proporcionado pela tecnologia LAWO é motivo de reflexão.

O domínio gradual do digital na área do broadcast é um fenómeno que não é de hoje. Nem sempre tem, contudo, sido bem compreendido e as suas implicações não serão sempre valorizadas e tidas em conta. Mas, tranquilamente, a tecnologia digital tem vindo a tomar conta de todos os aspectos da produção. Não é, naturalmente, por acaso. As vantagens são hoje sobejamente conhecidas, a migração de recursos é inevitável. Na área específica da produção áudio, o broadcast beneficia hoje da adopção de standards claros, de que o Audio over IP (AoIP) é um exemplo.

A solução ganha força, por muitos e bons motivos: reduz os custos gerais, melhora os fluxos de trabalho, minimiza as necessidades de equipamento e simplifica e reduz muito a infraestrutura. Além disso, as soluções AoIP alavancam novas possibilidades, permitindo a introdução gradual de ilhas de AoIP conforme a necessidade ou o orçamento. Tudo isso aumenta muito a eficiência geral de custos do investimento em tecnologia AoIP, com economias significativas. Uma outra vantagem significativa da tecnologia AoIP é que oferece suporte a soluções a um nível empresarial integrado. Como a maioria das instalações de transmissão e produção foram há muito convertidas do analógico ao digital e empregam já redes internas, faz sentido que a próxima etapa seja a transição para o áudio sobre IP. Isso aplica-se a uma ampla base de operações, críticas nas instalações de transmissão e produção de TV, incluindo: distribuição de sinal descentralizada, a utilização de hardware e software de mistura, a ligação de site a site, a gestão de chamadas de várias linhas, a distribuição de sinal e conversão de formato, o processamento de áudio em tempo real, a medição e monitorização de sinal, a intercomunicação e a comunicação via IP.

A Rádio Bahrain é um exemplo recente de inovação e atenção ao futuro. Construída em 1980, a rádio do Bahrein, consiste em sete estações de rádio, estava há muito tempo para uma reformulação. O recente projeto concluído é a primeira fase que lança esta instalação no reino digital. Toda a instalação foi remodelada, desde nove rádios estúdios e salas de controle até ao MCR (Master Control Room) e CAR (Central Apparatus Room), com a renovação paralela de mobiliário, equipamento, sistemas de automação, rádio-biblioteca e acústica. Uma estrutura construída em 1980, estava permanentemente sujeita ao desgaste que o tempo lhe impôs. Alguns colapsos ocasionais, para os quais não havia suporte disponível, dificultavam as operações. Todas as estações de FM e AM são processadas nos estúdios e passam pelo MCR; os canais de rádio também estão disponíveis por satélite e OTT. Com este projeto, toda a tecnologia de rádio foi transferida para uma plataforma digital.

No centro desta estrutura está uma arquitetura MADI da LAWO, que cobre todos os sete estúdios no ar e permite que a sala de controlo sirva como um estúdio autônomo. Os estúdios também podem ser ligados a dois dos estúdios de produção de música ou drama. Um terceiro estúdio de produção foi redesenhado para a mistura. Todos os sete estúdios no ar são projetados de forma a permitir que qualquer estação FM faça o login e vá para o ar de qualquer estúdio. O MCR, o coração da estação, inclui um sistema de automação das 15 estações FM com redundância total, permitindo que o departamento se expanda no futuro e adicione outras seis estações FM. Inclui ainda quatro paredes de LED de 80”, o novíssimo Vistool para controlo de áudio e uma solução VSM.

Saiba mais aqui sobre este grande projecto e contacte-nos para saber mais ainda sobre as soluções LAWO que temos para si.